A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Sais anestésicos em odontologia

Pré-visualização | Página 1 de 1

- Odontologia UFAM| Sais anestésicos em odontologia 1 
 
Sais anestésicos em odontologia 
Anestésico Metabolismo Excreção Prop. 
Vasodilatadoras 
Início de 
ação 
Duração 
s/vasoc 
Duração 
c/vasoc 
Lidocaína 
 
Fígado Renal + que procaína 
e - que 
Prilocaína e 
mepivacaína 
2 a 3min Pulpar: 
5 a 
10min 
Tec 
mole: 
60 a 
120min 
Pulpar: 
60min 
Tec mole: 
3h a 5h 
Mepivacaína Fígado Renal Pequena 
vasodilatação 
(Pac cardiopata 
grave ou com 
contra-
indicação 
absoluta de 
vasoconst.) 
1,5 a 2min Pulpar: 
20 a 
40min 
Tec 
mole: 
2 a 3h 
Pulpar: 45 
a 60min 
Tec mole: 
2 a 4h 
Articaína Fígado Renal = lidocaína Infiltração:1 
a 2min 
Bloqueio 
mand: 2 a 
3min 
 Pulpar: 
180min 
Tec moles: 
ND 
Prilocaína Fígado e 
pulmões 
Renal + que Mepivac. 
e 
- que Lidocaína 
2 a 4min Pulpar: 
60min 
Tec. 
mole: 
2 a 4h 
Pulpar: 60 
a 90min 
Tec. moles 
3 a 8h 
Bupivacaína 
(ambiente 
hospitalar) 
Fígado Renal + que Lidocaína, 
mepivac e 
priloc. 
6 a 10min Pulpar: 90 
a 180min 
Tec moles: 
4 a 9h 
 
 
Prilocaína e articaína não devem 
ser usadas em casos de anemia 
onde há alteração morfológica. 
Se for usar anestésico sem 
vasoconstritor que não seja a 
Lidocaína!!! O tempo de 
anestesia pulpar é muito 
pequeno para a duração dos 
procedimentos em geral. 
!