A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Questões - Citologia Clínica

Pré-visualização | Página 1 de 2

Questões sobre citologia Clínica 
 
 
1 - O epitélio da mucosa Ectocérvice é do tipo pavimentoso ou escamoso estratificado não queratinizado. 
Composto por um número variado de camadas celulares que em seu desenvolvimento máximo, são 
quatro. Assinale a alternativa que corresponde a sequência correta: 
 
(A) Camada basal; parabasal; intermediária e superficial 
(B) Camada parabasal; basal; superficial e intermediária 
(C) Camada superficial; basal; intermediária e parabasal 
(D) Camada intermediária; superficial; parabasal e basal 
(E) Camada superficial; intermediária; basal e parabasal 
 
2 - Toda mulher que tem ou já teve vida sexual deve submeter-se ao exame preventivo periódico, 
especialmente as que têm entre 25 e 64 anos. Inicialmente, o exame deve ser feito anualmente. Após dois 
exames seguidos (com um intervalo de um ano) apresentando resultado normal, o preventivo pode passar 
a ser feito a cada três anos. Para a coleta do material, é introduzido um instrumento chamado espéculo na 
vagina (conhecido popularmente como “bico de pato”, devido ao seu formato), a seguir, o profissional 
provoca uma pequena escamação da superfície externa e interna do colo do útero com uma espátula de 
madeira e uma escovinha. De todos os materiais utilizados na coleta de esfregaço cérvico vaginal o que 
permite colher material da Ectocérvice, JEC e parte da endocérvice é o/a 
A - espátula de AYRE 
B - espéculo 
C - escova endocervical 
D - swab 
E - lâmina de vidro 
 
3 - O exame preventivo ou Papanicolau é um exame de rastreamento para detectar alterações nas células 
do colo uterino, como doenças sexualmente transmissíveis ou câncer de colo uterino, também conhecido 
como esfregaço cervicovaginal ou colpocitologia oncótica. Sobre o exame Papanicolaou é correto afirmar: 
I - O papanicolaou é um exame indicado para o rastreio de câncer de mama 
II - O Papanicolau também pode detectar infecções viróticas no colo do útero, como por exemplo 
verrugas genitais e herpes, e infecções vaginais tais como as causadas por fungos ou por 
Trichonomas vaginallis. 
III - O exame de Papanicolau serve para se verificar alterações nas células cervicais. 
IV – As alterações celulares que podem ser detectados pelo papanicolaou são chamadas de 
displasia cervical. 
V - As mulheres, principalmente as sexualmente ativas, deveriam se submeter a um exame 
preventivo no mínimo uma vez por ano. 
 
Assinale a alternativa que corresponde as afirmações corretas: 
(A) II; III; IV e V estão corretas 
(B) I; II; III e V estão corretas 
(C) III; IV e V estão corretas 
(D) I e V estão corretas 
(E) Apenas a V está correta 
 
 
 
 
 
4 - O HPV tem sido implicado na gênese de diversos cânceres. A sua análise genética 
proporcionou a identificação de aproximadamente setenta tipos de câncer. Acerca do HPV e de 
seus efeitos carcinogênicos, julgue os itens seguintes. 
I - O HPV é um vírus do tipo DNA. 
II - Os tipos HPV-11 e HPV-16 são encontrados em aproximadamente 85% de carcinomas 
invasivos de células escamosas de colo uterino. 
III - Os tipos HPV-6 e HPV-11 são encontrados em verrugas genitais e possuem baixo 
potencial de malignização. 
IV Os tipos HPV-16 e HPV-18 possuem baixo efeito carcinogênico no epitélio do colo 
uterino. 
Estão certos apenas os itens 
A - I e II. 
B - I e III. 
C - II e III. 
D - II e IV. 
E - III e IV. 
 
5 - Urina tipo I é um exame solicitado pelos médicos para que se possa verificar a saúde do 
sistema urinário do paciente. Esse teste pode ajudar a descobrir precocemente males de saúde 
cujos sintomas ainda não se manifestaram. 
Cor Amarelo citrino pH 6.5 
Aspecto Ligeiramente turvo Leucócitos 8.000/ml 
Densidade 1055 Hemácias 7.000/ ml 
Proteína Ausente Células epiteliais 8.000/ml 
Glicose Ausente Cilindros Ausente 
Bilirrubina Positivo Cristais Ausente 
Urobilinogênio Ausente Bactérias Ausente 
 
Analisando os resultados apresentados no exame de urina tipo 1 acima, constata-se que a urina 
está 
A - alterada, pois a quantidade de leucócitos está acima do valor de referência, indicando uma 
possível infecção urinária. 
B - alterada, pois a quantidade de hemácias está acima do valor de referência, indicando uma 
possível situação de cálculo renal. 
C - alterada, pois a ausência de glicose, indica que o sangue não está sendo filtrado 
adequadamente. 
D – alterada, pois a presença de bilirrubina e ausência de Urobilinogênio indica obstrução de 
ductos biliares. 
E – Normal, pois é comum a presença de bilirrubina e ausência de Urobilinogênio, assim, como 
os demais parâmetros. 
 
6 - A neoplasia intraepitelial cervical de alto grau não tratada evolui para o câncer invasor em um 
percentual significativo de casos e, por este motivo, deve ser devidamente diagnosticada e 
tratada para reduzir a mortalidade do câncer de colo uterino. 
 
Considerando esse contexto e a análise da figura acima, avalie as seguintes asserções e a 
relação propostas entre elas. 
I - O carcinoma in situ (NICIII) ou câncer não invasivo, é o primeiro estágio em que o 
câncer não originário das células do sangue pode ser classificado. Nesse estágio, as 
células cancerosas estão somente na camada da qual elas se desenvolveram e ainda não 
se espalharam para outras camadas do órgão de origem. A maioria dos cânceres in situ é 
curável, se for tratado antes que progrida para a fase de câncer invasivo quando se 
espalha para outras partes do corpo. 
PORQUE 
II - Nesta fase, o câncer invade outras camadas celulares do órgão e ganha a capacidade 
de se disseminar para outras partes do corpo através da circulação sanguínea, processo 
chamado de metástase. 
A respeito dessas asserções, assinale a opção correta. 
A - As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa da I. 
B - As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa da I. 
C - A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa. 
D - A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira. 
E - As asserções I e II são proposições falsas. 
 
7 - A detecção precoce do câncer de colo uterino é feita por um exame tecnicamente simples e de 
baixo custo, a partir do esfregaço cérvico-vaginal. Esse exame também é conhecido como exame 
citológico, papanicolaou, citopatológico ou citologia cérvico-vaginal. Embora o principal propósito 
da citologia cérvico-vaginal seja a detecção das lesões precursoras do câncer cervical, o achado 
de condições infecciosas/reativas também pode contribuir para a saúde da mulher. Um dos 
fatores de risco para o câncer de colo uterino é o histórico de infecções sexualmente 
transmissíveis, sendo comprovada essa relação por vários estudos epidemiológicos realizados no 
Brasil. Dessa forma, tem crescido o interesse na utilização do exame preventivo do câncer de 
colo uterino para o reconhecimento de infecções cérvico-vaginais, como uma importante 
alternativa diagnóstica. 
As figuras 1 e 2 são fotografias de esfregaços cérvico-vaginais sob análise microscópica 
 
 
 
 
 
Considerando o texto e as figuras acima, é correto afirmar que 
A - as figuras 1 e 2 revelam características celulares que indicam provável infecção pelo 
Papiloma Vírus Humano (HPV), visto que a coilocitose e a binucleação observadas em células da 
figura 1, assim como, a presença de “células-guia”, recobertas por densas colônias de 
microorganismos, observadas na figura 2, são características da infeção por HPV. 
B - as figuras 1 e 2 revelam características celulares que indicam provavél infecção por 
Gardnerella vaginalis, visto que a coilocitose e a binucleação observadas em células da figura 1, 
assim como a presença de “células guia”, recobertas por densas colônias de microorganismos, 
são observadas na figura 2, características da infecção por Gardnerella vaginalis. 
C - a figura 1 revela características celulares indicativas de provável infecção por Gardnerella 
vaginalis, visto