Buscar

CADERNO 1 2021 REVISADO

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 60 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 60 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 60 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ 
SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO 
USE-05 
ESCOLA: 
DISCIPLINA: HISTÓRIA 
PROFESSOR: 
SÉRIE: 2º ANO MÉDIO TURMA: 
ALUNO(A): 
DATA DE ENTREGA: / /2021 DATA DE DEVOLUÇÃO: / /2021 
CADERNO DE ATIVIDADES Nº 01 
 
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA 
O Brasil esteve sob o regime de uma monarquia entre os anos de 1822 a 1889. Estiveram no 
poder dois imperadores: D. Pedro I e D. Pedro II. No começo a figura de um monarca era extremamente 
importante para manter a unidade do país e evitar fragmentações. Mas com o passar dos anos uma série de 
fatores colaboraram para que as elites brasileiras derrubassem a monarquia e implantassem uma república. 
O Império em crise 
A década de 1880-1890 foi marcada por crises cada vez mais agudas, determinadas pelas 
seguintes situações: 
• Embora, por acordo feito, liberais e conservadores dividissem o poder político entre si, havia 
grande insatisfação popular devido à situação de miséria. As escolas eram mantidas e frequentadas 
pelos filhos da elite, permanecendo, a maioria do povo, no analfabetismo e na ignorância. Este fato, 
aliado ao voto censitário, impedia a participação popular na política do país. 
• Muitos fazendeiros, descontentes com a administração de D. Pedro II e querendo assumir o 
poder político, passaram a defender a forma republicana de governo para o Brasil. 
• Os militares, após a Guerra contra o Paraguai passaram a exigir melhores condições de 
trabalho, o que causou vários atritos com o imperador D. Pedro II. 
• A Igreja, no Brasil, era obrigada a obedecer a vontade de D. Pedro II, que estava acima das 
ordens do Papa. Isso gerou crises entre a Igreja e o Império. 
• A partir da Abolição da Escravatura, o segundo reinado deixou de receber apoio dos senhores 
engenho e dos cafeicultores escravocratas do Vale do Paraíba, pois a fonte de riqueza desses 
latifundiários era a mão de obra escrava. 
 
Com o lançamento do Manifesto Republicano de 1870 e a Convenção realizada na cidade de 
Itu, em São Paulo, o movimento republicano ganhou forma e se organizou através da fundação de partid os 
republicanos, como o PRP (Partido Republicano Paulista) e PRM (Partido Republicano Mineiro). 
 
VOCE SABIA? República: forma de governo pelo qual o povo escolhe seus representantes que governam 
por um tempo determinado. 
A República pode ser parlamentarista ou presidencialista. 
Na República Parlamentarista o presidente é o chefe de Estado e o primeiro ministro é o chefe de governo 
escolhido pelo parlamento (Congresso Nacional). 
Na República Presidencialista o presidente acumula as funções de chefe de Estado e chefe de Governo. 
 
Aliados a esses fatores, ideias liberais, pregando liberdade econômica sem a intervenção do 
Estado chegavam ao Brasil estimulando o movimento que via forma republicana de governo, a solução 
para os problemas do Império. 
 
Dessa forma, no dia 15 de novembro de 1889, Marechal Deodoro da Fonseca proclamou a 
república no Brasil. 
(https://www.todoestudo.com.br/historia/republica-do-brasil, acessado em 26/11/2020.) 
 
 
https://www.todoestudo.com.br/historia/republica-do-brasil
 
 
EXERCÍCIOS 
1- Sobre a proclamação e as primeiras décadas da República brasileira, é CORRETO afirmar que: 
a) A Proclamação da República foi uma ruptura profunda na política institucional brasileira, o que pode ser 
percebido na grande movimentação popular em defesa da monarquia e contra o movimento de instalação 
da República em 1889. 
b) O movimento republicano brasileiro organizava-se desde a década de 1870 e tinha grande relevância 
dentro do Exército brasileiro. 
c) Adotando o federalismo ao estilo estadunidense, a República fortaleceu na população o sentimento de 
lealdade nacional. 
d) A Proclamação da República inspirou quase todos os movimentos populares dos primeiros anos do 
século XX, como o do Contestado. 
2- A Proclamação da República foi realizada no 15 de novembro como resultado da mobilização de 
republicanistas e dos militares contra a monarquia. Por meio de um golpe, o imperador foi derrubado e um 
presidente foi escolhido para governar o Brasil temporariamente. A Proclamação da República foi realizada 
por: 
a) Benjamin Constant 
b) Deodoro da Fonseca 
c) Floriano Peixoto 
d) José do Patrocínio 
 
3- “O povo assistiu aquilo bestializado, atônito, surpreso, sem conhecer o que significava. Muitos 
acreditavam sinceramente estar vendo uma parada”. Aristides Lobo 
O texto refere-se à Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889. Podemos, então, concluir que: 
 
a) O movimento contou com sólido apoio popular, luta armada e resistência violenta dos monarquistas. 
b) A proclamação vitoriosa resultou da conjugação de parte do exército, fazendeiros do oeste paulista e 
classes médias urbanas. 
c) A Guerra do Paraguai não teve relação com o crescimento das ideias republicanas e positivistas, 
fundamentais para o advento da república. 
d) O Terceiro Reinado era visto de forma positiva e otimista pela população, já que a Princesa Isabel tinha 
uma liderança expressiva, apesar dos valores patriarcais da época. 
 
4- Dentre os fatores que concorreram diretamente para a queda da Monarquia Brasileira, citamos: 
a) A falta de trabalho para os negros libertos. 
b) A abdicação de D. Pedro I. 
c) A abolição da escravatura. 
d) A posição anômala (defeituosa) do exército. 
 
5- A Proclamação da República, representa basicamente: 
 
a) Uma profunda transformação na estrutura política e social do Brasil. 
b) A introdução do sistema democrático no Brasil. 
c) O fim do período colonial brasileiro. 
d) Uma modificação do regime político sem grande influência na estrutura econômica e social do País. 
 
6- Leia o seguinte texto: "É um engano supor que o golpe de Estado de 15/11/1889 foi a materialização de 
um projeto de utopia, lentamente amadurecido por duas décadas de ação republicana. Talvez seja mais 
prudente supor que a relevância da propaganda republicana se deve, apenas, ao fato de que se proclamou 
 
 
uma república, que lhe reivindicou como memória". (Fonte: Lessa, Renato. "A invenção republicana". 1 
988, p. 38.) 
Levando em consideração o texto acima, analise as seguintes afirmativas sobre as motivações e os 
desdobramentos da Proclamação da República no Brasil (15.11.1889). 
 
I - Uma das principais causas do golpe foi a insatisfação de diversos segmentos da oficialidade militar, 
notadamente de alguns veteranos da Guerra do Paraguai e da "mocidade militar" da Escola Militar da Praia 
Vermelha que não aceitavam a princesa Izabel como a próxima herdeira à coroa brasileira. 
II - Ao contrário da proclamação da Independência em 1822, a Proclamação da República foi um 
movimento que, apesar de liderado pelos militares, teve ampla e expressiva participação de setores 
populares, que formaram milícias nas principais cidades brasileiras. 
Quais estão corretas? 
 
a) Apenas I. 
b) Apenas II. 
c) I e II. 
d) Nenhuma. 
 
7- No período da chamada "crise do império", a partir de 1870, vários fatores contribuíram para provocar 
a queda da monarquia, em 1889, dentre os quais se destaca o(a): 
 
a) Envolvimento continuado do Império em conflitos externos, principalmente na região platina. 
b) Conflito entre o Império e a Igreja, que era simpática às novas ideias filosóficas como o positivismo. 
c) Incompatibilidade de amplos setores do Exército com a monarquia. 
d) Expansão da lavoura cafeeira e da indústria, ampliando o uso da mão-de-obra escrava 
 
8- Guerra do Paraguai, modernização e politização do exército e queda da Monarquia são fatos diretamente 
relacionados, já que: 
 
a) O exército identificava-se com o elitismo do governo imperial, enquanto a marinha compunha-se 
basicamente de classes populares e médias, contrárias à monarquia. 
b) Vitorioso na guerra, o exército adquiriu consciência política, transformando-se num instrumento de 
defesa da abolição e do republicanismo. 
c) A derrota na guerra e o endividamentodo país fortaleceram a oposição militar ao regime imperial. 
d) Embora sem vínculos com ideias positivistas, o exército aproximou-se dos republicanos radicais. 
 
9- O movimento militar chefiado pelo marechal Deodoro da Fonseca, em 1889, proclamou a República no 
Brasil, implantando um modelo de governo que se declarava democrático. Décio Saes, ao estudar 
posteriormente esse movimento, afirma que a democracia nascente definia-se desde logo como uma 
democracia elitista e limitada, que correspondia a um refinamento da dominação de classe dos proprietários 
de terras no plano das instituições políticas, configurando um novo modelo de exclusão política. (SAES, 
Décio. Classe média e sistema político no Brasil. São Paulo: T. A. Queiroz, 1984) 
Pode-se afirmar que a democracia da República Velha foi um novo modelo de exclusão política na medida 
em que, nesse período: 
 
a) Implantou-se o federalismo, em que cada estado-membro ganhava autonomia para eleger o governador 
do estado e os deputados, que deveriam ser grandes proprietários rurais. 
b) Adotou-se como sistema de governo o presidencialismo, em que o presidente da República deveria 
escolher seus ministros entre os grandes cafeicultores paulistas. 
c) Garantiu-se o direito de voto aos brasileiros do sexo masculino, maiores de 21 anos, excetuando 
analfabetos, mendigos, soldados e religiosos sujeitos à obediência eclesiástica. 
d) Proclamou-se a independência entre o Estado e a Igreja, pondo fim ao regime do padroado, vigente no 
Império, embora fosse vetado o acesso de protestantes aos cargos públicos. 
 
 
 
10- Um dos maiores reflexos da Guerra do Paraguai na política interna do Brasil foi a: 
 
a) Expansão da indústria siderúrgica nacional, decorrente da necessidade de produzir armamento. 
b) Incorporação do sentimento patriótico nacional pelas camadas pobres da população. 
c) Colonização do interior do País, estimulada pelos deslocamentos de tropas para aquelas regiões. 
d) Conscientização, por parte dos oficiais do exército, de sua precária posição política na estrutura de poder 
vigente. 
 
11- A Proclamação da República em 15 de novembro de 1889 foi uma mudança na conjuntura da história 
do Brasil que representa basicamente: 
a) Uma profunda transformação na estrutura política e social do Brasil; 
b) A introdução do sistema democrático no Brasil; 
c) O fim do período colonial brasileiro; 
d) Uma modificação do regime político sem grande influência na estrutura econômica e social do País; 
 
12- Sobre o contexto histórico responsável pela Proclamação da República NÃO se pode afirmar: 
 
a) A insatisfação dos setores escravocratas com o governo monárquico após a Lei Áurea. 
b) A ascensão do exército após a Guerra do Paraguai, passando a exigir um papel na vida política do país. 
c) A perda de prestígio do governo imperial junto aos militares após a questão militar. 
d) O alto grau de consciência e participação das massas urbanas em todo o processo da Proclamação da 
República. 
 
13- A ideologia republicana ganhou força a partir de 1870, porque o desenvolvimento das relações de 
produção capitalista em andamento no Brasil exigia mudanças que o Império não podia realizar. Todavia, 
o Movimento Republicano não foi homogêneo; ele congregou diferentes segmentos sociais que, 
defendendo interesses específicos, opunham-se à continuidade do Império e ao atraso por ele representado. 
Dentre estes segmentos sociais NÃO se encontrava: 
 
a) O operariado; representado por líderes sindicais e políticos, que viam na consolidação da República a 
possibilidade de fortalecimento da sua organização. 
b) Parte da oficialidade do Exército, ligada a ideologia positivista e que propunha a consolidação de uma 
república autoritária. 
c) A burguesia industrial, ligada à produção ainda incipiente de bens de consumo e interessada em garantir 
mais industrialização. 
d) A burguesia cafeeira do oeste paulista, interessada em promover a descentralização política como forma 
de garantir a ampliação do seu poder. 
 
14- Considere as afirmações abaixo sobre a Proclamação da República no Brasil, em 1889. 
I. Teve, como uma das suas principais causas, a abolição da escravidão, em 1888, pois essa medida levou 
a oligarquia cafeeira e escravocrata carioca, uma das bases de apoio do Imperador, a se sentir traída pela 
monarquia e abandonar o regime imperial. 
II. Resultou em profundas alterações estruturais no Brasil, na medida em que a queda da monarquia 
acarretou a perda de poder da oligarquia cafeeira, que foi alijada do sistema político, em favor da ascensão 
das classes médias urbanas. 
II. Teve, como um dos seus principais agentes, o Exército brasileiro, que, desde a Guerra do Paraguai, 
desejava ampliar o seu papel político no Império, o que não era permitido pelo Imperador. 
IV. Atendeu aos interesses das camadas mais humildes da população brasileira, tendo em vista a 
impopularidade do Imperador e a tendência de o regime republicano permitir a participação popular no 
sistema eleitoral recém-implantado. 
Estão corretas as afirmativas: 
 
 
 
a) I e II, apenas. 
b) II e III, apenas. 
c) I e III, apenas. 
d) I, II e IV, apenas. 
 
15- Sobre a Proclamação da República no Brasil, pode-se dizer que tal ato: 
 
a) Reforçou as posições conservadoras dos positivistas brasileiros, o que facilitou a ascensão do exército, 
como liderança do movimento, e auxiliou na decretação de um Estado em bases religiosas e federalistas. 
b) Resultou da conjugação de variados fatores, destacando as insatisfações de grupos militares, camadas 
médias urbanas e setores latifundiários com os rumos políticos e sociais do Império no Brasil. 
c) Colocou fim à longa crise do Segundo Reinado, contribuindo para a emergência do populismo enquanto 
prática política manipuladora, voltada para a satisfação dos anseios de camadas trabalhadoras urbanas. 
d) Rompeu com a legalidade da sucessão ao trono, uma vez que impediu a ascensão da princesa Isabel, 
como governante, causando, por sua vez, revoltas populares por todo o país. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ 
SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO 
USE-05 
ESCOLA: 
DISCIPLINA: INGLÊS 
PROFESSOR: 
SÉRIE: 2º ANO MÉDIO TURMA: 
ALUNO(A): 
DATA DE ENTREGA: / /2021 DATA DE DEVOLUÇÃO: / /2021 
CADERNO DE ATIVIDADES Nº 01 
 
Fonte: cclinet.com.br👇 
Skimming e Scanning: estratégias de leitura para textos em línguas estrangeiras 
Há quem pratique a leitura por prazer e há os que a fazem por necessidade. Independente do porquê, ler 
exige concentração, capacidade interpretativa e atenção. Para textos escritos na língua do falante, em nosso 
caso a língua portuguesa, talvez a atividade não represente uma dificuldade, já que se acredita que o leitor 
possua um conhecimento das nuances do próprio idioma, os significados das palavras, as figuras de 
linguagem etc. 
Porém, quando se estuda um segundo idioma como, por exemplo, o inglês, a leitura pode tornar-se um 
desafio. O motivo? Pouco vocabulário, dificuldade em inferir significados das sentenças, não conhecer 
termos técnicos ou expressões idiomáticas, entre inúmeros outros. Mas não é por ser um desafio que o 
exercício da leitura não deve ser praticado. Além de trazer muitos benefícios para a mente, ler é essencial 
para o aprendizado de uma segunda língua, como já falamos neste texto. 
Estratégias de leitura para textos escritos em outras línguas 
O que muitos leitores não sabem é que existem estratégias de leitura que podem facilitar a compreensão 
e a tradução de obras e textos escritos em outras línguas ou, ainda, selecionar rapidamente o que pode ser 
importante ou não para quem lê. As estratégias de leitura das quais estamos falando são conhecidas 
como Skimming e Scanning, se você nunca ouviu falar sobre esses termos, não se assuste! Iremos explicar 
abaixo o que são, como equando utilizar cada um deles. 
Skimming 
“Passar levemente sobre”, esse é um dos significados atribuídos ao termo e que mais tem a ver com o 
sentido da técnica. A estratégia de leitura Skimming consiste em uma rápida e superficial “olhada” no 
texto, procurando explorar suas informações. Nessa hora, o leitor deve atentar-se para as pistas tipográficas 
(números, datas, gráficos, figuras, fotografias, palavras destacadas, cabeçalhos, etc.), cognatos, falsos 
cognatos e tudo o que possa ser tido como uma dica do que se trata a ideia geral do texto ou seu tema. Ou 
seja, essa técnica serve para que o leitor tenha uma compreensão geral (General comprehension) sobre qual 
assunto o texto discorre. 
Scanning 
Como o a palavra sugere, a técnica de Scanning consiste em um escaneamento, uma varredura do texto em 
busca de informações objetivas. Essa estratégia de leitura é recomendada para uma leitura mais 
específica: quando se deseja encontrar um determinado significado, uma palavra-chave, uma informação 
em particular. Ela é geralmente empregada quando buscamos palavras em dicionários, um endereço ou 
número em listas telefônicas, e pode ser muito útil em situações cotidianas. 
http://www.cclinet.com.br/noticia/eu-acredito-que-algo-magico-possa-acontecer-quando-voce-le-um-bom-livro-j-k-rowling/
 
 
A escolha da estratégia de leitura deve estar de acordo com o objetivo da leitura. “Ao optar pela estratégia 
de Scanning, o leitor sabe exatamente o que está procurando, ou seja, ele está em busca de uma informação 
específica, ao passo que, ao usar a Skimming, o leitor procura inferir o sentido geral do texto, inclusive para, 
muitas vezes, decidir se vai ou não ler todo o texto de forma mais detalhada”, comenta Adriana Cavalini, 
consultora de inglês na CCLi. 
SUGESTÃO: USE * MARCADOR DE TEXTO COLORIDO, MARCANDO O TEXTO AO FAZER O SKIMMING E 
SCANNING. USE O *TRADUTOR (do celular, computador...) COMO DICIONÁRIO DAS PALAVRAS E EXPRESSÕES. A 
SEGUIR 10 QUESTÕES BASEADAS NO TEXTO: 
Canção de Elton John (Rocket Man) 
She packed my bags last night pre-flight 
Zero hour 9:00 a.m. 
And I'm gonna be high 
As a kite by then 
I miss the Earth so much I miss my wife 
It's lonely out in space 
On such a timeless flight 
And I think it's gonna be a long, long time 
'Til touchdown brings me 'round again to find 
I'm not the man they think I am at home 
Oh, no, no, no 
I'm a rocket man 
Rocket man, burning out his fuse up here alone 
And I think it's gonna be a long, long time 
'Til touchdown brings me 'round again to find 
I'm not the man they think I am at home 
Oh, no, no, no 
I'm a rocket man 
Rocket man, burning out his fuse up here alone 
Mars ain't the kind of place to raise your kids 
In fact it's cold as hell 
And there's no one there to raise them 
If you did 
And all this science 
I don't understand… 
EXERCÍCIO I 
Faça a LEITURA da letra da música acima. Faça o SKIMMING ou SCANNING, ou as duas formas de 
ESTRATÉGIAS para responder às questões abaixo. Use a ferramenta * tradutor. 
1- “And I' gonna be high as a kite by them...” Há uma comparação neste trecho do “eu" do texto. 
 
a) O eu se compara à um avião para se sentir mais longe. 
b) O eu se compara à uma pipa para se sentir cada vez mais nas alturas. 
c) O eu se compara à um pássaro para voar para mais longe. 
d) O eu se compara ao vento para conseguir mais altura. 
 
2- Em,” I miss the Earth so much I miss my wife...”, temos um verbo que indica falta de algo ou alguém. 
Qual termo seria? 
 
 
 
a) Earth 
b) So much 
c) miss 
d) wife 
 
3- Em: “It's lonely out in space on such a timeless flight...”. Temos na frase a presença de dois adjetivos 
(qualidade, atributo ao substantivo a que se refere): 
 
a) Lonely/ timeless 
b) Space/ flight 
c) On such/ out in 
d) It's / a 
No refrão: “And I think it's gonna be a long, long time 
'Til touchdown brings me 'round again to find 
I'm not the man they think I am at home 
Oh, no, no, no 
I'm a rocket man 
Rocket man, burning out his fuse up here alone...” 
 
4- Qual o sentimento do “eu" do personagem presente na música: 
 
a) Ele se sentia feliz, pois todos em sua casa o admiram e o reconhecem ser um astronauta. 
b) Ele se sente seguro por ser um astronauta, sempre acompanhado por todos de casa. 
c) Ele acha que levará um grande tempo até encontrar as pessoas que gosta e em sua casa não sabem que 
se considera um astronauta solitário, queimando seus, fusíveis lá no alto. 
d) Ele acha que levará um grande tempo até ele como astronauta terminar de “queimar fusíveis” sozinho. 
*fusíveis: dispositivos de proteção de um circuito elétrico. 
 
5- Onde temos uma afirmação: 
a) Oh, no,no,no I am a rocket man. 
b) And I thank it's honra be a long long time. 
c) Burning out his fuse up here Aline. 
d) Til touchdown brings me round again to find. 
 
6- Em: “I think it's gonna be a long time...”, podemos ter qual tempo verbal: 
a) Passado 
b) Presente 
c) Particípio 
d) Futuro 
 
7- Rocket man descreve: 
a) Descreve os sentimentos de um astronauta em Marte que deixou a família pelo trabalho. 
b) Descreve a vida de todos os astronautas e seu trabalho. 
c) Descreve como pode ser para se tornar um astronauta em Marte. 
d) Descreve como ser um astronauta pode ajudar famílias a estarem com seus integrantes mais próximos. 
 
8- Em que consiste a estratégia de leitura: skimming: 
a) Leitura rápida e profunda 
b) Leitura rápida e superficial. 
c) Leitura geral e focada em uma informação. 
d) Leitura específica e focada em uma informação 
 
 
 
9- Em que consiste a estratégia de leitura: scanning: 
a) Leitura rápida e profunda. 
b) Leitura rápida e superficial. 
c) Leitura geral e focada em uma informação. 
d) Leitura específica e focada em uma informação. 
 
10- Traduza o trecho:”Mars ain't the kind of place to raise your kids 
In fact it's cold as hell...” 
 
a) Marte não é lugar para criar seus filhos, na verdade é muito frio. 
b) Marte é um bom lugar para criar seus filhos de fato. 
c) De fato Marte mesmo sendo frio como “o inferno" (* expressão idiomática informal, slang: gíria usada 
em determinada cultura) é um bom lugar para todos. 
d) Marte não é bom lugar para ninguém viver. 
 
FONTE: Redação Wizard (EXPRESSÕES IDIOMÁTICAS NO INGLÊS) 
As expressões em inglês, assim como no português, são maneiras informais e populares de se explicar 
alguma coisa de modo convencional, como, por exemplo, “mark my words e “escreva o que estou te 
dizendo”. 
Além de algumas delas serem literalmente uma tradução para o português, outras você só aprenderá 
praticando, então take your time e conheça agora 20 expressões para se usar em uma conversa informal que 
são a piece of cake: 
1. For goodness’ sake! – Pelo amor de Deus! 
Como usar: “For goodness’ sake, hurry up!” – “Pelo amor de Deus, se apresse!” 
2. To have no clue – Não ter a menor ideia. 
Como usar: “I have no clue what I’m doing.” – “Eu não tenho a menor ideia do que estou fazendo.” 
3. Never heard of – Nunca ouvi falar. 
Como usar: “Never heard of that singer.” – “Nunca ouvi falar daquele cantor.” 
4. Never mind – Deixa prá lá. 
Como usar: “Never mind – it wasn’t important anyway” – “Deixa pra lá, não era importante mesmo!” 
5. Pretty soon – Em breve. 
Como usar: “Pretty soon something is going to happen.” – “Em breve algo vai acontecer.” 
6. As good as it gets – Melhor impossível. 
Como usar: “How are you? I’m as good as it gets!” – “Como você está? Eu estou melhor impossível!” 
 
 
7. It is up to you – Você quem sabe. 
Como usar: “What do you want for dinner? It’s up to you.” – “O que você quer para o jantar? Você quem 
sabe.” 
8. Take your time – Use o tempo que for necessário. 
Como usar: “You don’t need to hurry, take your time.” – “Não precisa se apressar, use o tempo que for 
necessário.” 
9. So far, so good – Até aqui, tudo bem. 
Como usar: “As far as I’m concerned; so far, so good.” – “Até onde eu sei, até aqui tudo bem.” 
10.How come? – Como assim? 
Como usar: “How come you don’t know what happened?” – “Como assim você não sabe o que aconteceu?” 
11. To kill two birds with one stone – Matar dois pássaros com uma pedra só. (No Brasil, usamos a 
expressão “matar dois coelhos com uma cajadada só”). 
Como usar: “I have to buy milk and you have to buy bread, we can kill two birds with one stone if we both 
go to the supermarket together.” – “Eu preciso comprar leite e você precisa comprar pão, podemos matar 
dois coelhos com uma cajadada só se nós formos ao supermercado juntos.” 
12. As far as I know… = Até onde eu sei…, que eu saiba… 
Como usar: “As far as I know, they were dating!” – “Até onde eu sei, eles estavam namorando!” 
13. As if! – Até parece! 
Como usar: “Me, wearing pink? As if!” – “Eu, usando rosa? Até parece!” 
14. As lost as a nun on a honeymoon – Mais perdido que uma freira em uma lua-de-mel. (No Brasil, 
usamos a expressão “mais perdido que cego em tiroteio”). 
Como usar: “I was at a party last week, I was as lost as a nun on a honeymoon.” – “Eu fui a uma festa 
semana passada, estava mais perdido que cego em tiroteio.” 
15. Bite your tongue! – Morda a língua! (No Brasil, usamos a expressão “vira essa boca pra lá!”). 
Como usar: “No, it’s not going to rain today, bite your tongue!” – “Não, não vai chover hoje, vira essa boca 
pra lá!” 
16. It is high time! – Já estava na hora. 
Como usar: “It is high time you had a baby.” – “Já estava na hora de você ter um bebê.” 
17. My lips are sealed – Meus lábios estão selados. (No Brasil, usamos a expressão “minha boca é um 
túmulo”). 
Como usar: “Of course I’m not telling anyone, my lips are sealed.” – “É claro que eu não contarei a 
ninguém, minha boca é um túmulo.” 
 
 
18. Right in the bull’s eyes! – No olho do touro! (No Brasil, usamos a expressão “na mosca!”). 
Como usar: “I told you I was going to settle the score! Right in the bull’s eyes!” – “Eu te disse que iria 
acertar o placar! Na mosca!” 
19. Saved by the bell – Salvo pelo gongo. 
Como usar: “The kids wanted to start a fight but he was saved by the bell when his mother arrived.” – “As 
crianças queriam começar uma briga mas ele foi salvo pelo gongo quando sua mãe chegou.” 
20. This is going to be a piece of cake – Isso vai ser um pedaço de bolo. (No Brasil, usamos a expressão 
“isso vai ser moleza”). 
Como usar: “Learnt a lot of english expressions today, was a piece of cake.” – “Aprendi várias expressões 
em inglês hoje, foi moleza.” 
EXERCÍCIO 2 
COMPLETE COM AS EXPRESSÕES EM INGLÊS ACIMA MAIS ADEQUADAS AO CONTEXTO 
DAS FRASES. SUGESTÃO: USE O *TRADUTOR PARA COMPREENSÃO DAS FRASES. 
11- Did you get a pay rise?"__As if!___ , (13) 
12- ___________ you got a job. ( ) 
13-"Oh and please don't tell him you saw me here." "Don't worry.____" ( ) 
14- Luckily my bus arrived before I had time to reply.______________.( ) 
15- Wow, unbelievable. _______________________!( ) 
16- I wanted to tell him exactly what I thought of him, but I had to______.( ) 
17- This game today is easy to win! _________________. ( ) 
18- It only lasted a couple of years,________________. ( ) 
19- _________________, you don’t know what happened? ( ) 
20- “I will go up in one second I promise". “__________". ( ) 
 
 
 
 
 
 
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/pay
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/rise
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/please
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/tell
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/saw
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/worry
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/bus
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/arrive
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/time
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/reply
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/wanted
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/tell
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/exactly
https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/thought
 
 
 
 
 
GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ 
SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO 
USE-05 
ESCOLA: 
DISCIPLINA: QUÍMICA 
PROFESSOR: 
SÉRIE: 2º ANO MÉDIO TURMA: 
ALUNO(A): 
DATA DE ENTREGA: / /2021 DATA DE DEVOLUÇÃO: / /2021 
CADERNO DE ATIVIDADES Nº 01 
 
Toda matéria é constituída por partículas minúsculas chamadas ÁTOMOS. 
 
 
Os átomos apresentam duas partes fundamentais: O NÚCLEO e a ELETROSFERA. 
As partículas, fundamentais, que constituem os átomos são: PRÓTONS, NÊUTRONS e ELÉTRONS. 
No núcleo do átomo são encontrados PRÓTONS e NÊUTRONS; enquanto que na eletrosfera são 
encontrados os ELÉTRONS. 
 
 
Estudos permitiram determinar características físicas das partículas atômicas fundamentais, tais como carga 
elétrica relativa e massa relativa, que podem ser observadas na tabela a seguir: 
Partícula Massa relativa Carga relativa 
Elétron 1/ 1836 - 1 
Próton 1 + 1 
Nêutron 1 0 
 
A massa do elétron é desprezível, e não podemos afirmar que o mesmo não tem massa. O elétron tem uma 
massa que é, aproximadamente, 1836 vezes menor que a massa do próton. 
EXERCÍCIOS 
1- Na química temos alguns conceitos básicos. Estes conceitos são: 
a) substâncias e misturas. 
b) átomos e moléculas. 
c) coisa e matéria. 
d) matéria, corpo e objeto. 
 
2- As partículas fundamentais de um átomo são: 
a) apenas prótons. 
b) apenas prótons e nêutrons. 
c) apenas elétrons. 
d) prótons, nêutrons e elétrons. 
 
3- Assinale a afirmação falsa: 
a) No núcleo dos átomos encontramos prótons e elétrons. 
b) Os elétrons estão localizados na eletrosfera. 
c) O núcleo é a região central do átomo. d) Prótons e elétrons possuem cargas elétricas opostas. 
 
 
 
4- É correto afirmar sobre a partícula fundamental do átomo de carga elétrica positiva que: 
a) Localiza-se na eletrosfera. 
b) Possui carga elétrica oposta a do nêutron. 
c) Chama-se próton. 
d) Possui massa desprezível. 
 
5- Uma das partículas fundamentais do átomo localiza-se no núcleo, tem carga relativa positiva e unitária 
e massa relativa igual a 1. Esta partícula chama-se: 
a) elétron. 
b) nêutron. 
c) neutrino. 
d) próton. 
 
6- Uma gota da substância pura água pode ser dividida, sem perder suas propriedades específicas, até ficar 
reduzida a: 
a) duas substâncias simples. 
b) uma molécula. 
c) átomos. 
d) prótons. 
 
7- Um copo de vidro caiu de uma mesa e, ao tocar o chão, quebra em pequenos pedaços. Estes pequenos 
pedaços podem ser classificados como: a) átomos de vidro. 
b) prótons que formam o vidros. 
c) corpos da matéria vidro. 
d) objetos de vidros. 
 
MATÉRIA 
A matéria pode ser uma SUBSTÂNCIA PURA ou uma MISTURA. 
As substâncias puras podem ser classificadas em: SIMPLES e COMPOSTA. 
As substâncias compostas são constituídas por elementos químicos diferentes. 
As substâncias simples apresentam um único elemento químico. 
 
EXERCÍCIOS: 
8- Qual alternativa tem apenas substâncias simples? 
a) Fe, O3 e H2O2. 
b) CO, NaOH e NaCl. 
c) O2, N2 e Ag. 
d) H2O2, H2O e NH3. 
 
9- Quantas substâncias simples existem entre as substâncias de fórmula O3, H2O2, P4, I2, C2H4, CO2 e 
He? 
a) 5. 
b) 4. 
c) 3. 
d) 2. 
 
10- A sequência a na qual todas as substâncias simples apresentam atomicidades diferentes entre si é: 
a) H2, H2O, H2O2, O2. 
b) S8, Fe, O2, P4. 
c) F2, Al, N2, O3. 
d) CH4, CCl4, H2SO4, HClO4 
 
 
 
11- Em que grupo tem apenas substâncias compostas: 
a) NaOH, H2 e HCl. 
b) H2O, H2SO4 e NaHCO3. 
c) Cl2, O2 e H2. 
d) Cl2, HCl e O2. 
 
12- Sobre substâncias simples são formuladas as seguintes proposições: 
I. São formadas por um único elemento químico. 
II. Suas fórmulas são representadas por dois símbolos químicos. 
III. Podem ocorrer na forma devariedades alotrópicas 
IV. Não podem formar misturas com substâncias compostas. 
São FALSAS, apenas: 
a) I e II. 
b) I e III. 
c) II e III. 
d) II e IV. 
 
13- Uma substância X é decomposta em duas substâncias W e Y; estas, por sua vez, não podem ser 
decompostas em outras substâncias. Com relação a esse fenômeno, podemos afirmar que: a) X é uma 
substância simples. 
b) W e Y são substâncias simples. 
c) W é uma substância simples e Y é uma substância composta. 
d) W e Y são substâncias compostas. 
 
14- Sobre o bicarbonato de sódio (NaHCO3), afirma-se que é: 
a) substância composta e tem quatro átomos em sua molécula. 
b) substância composta, sendo constituída por seis átomos. 
c) substância simples. 
d) substância simples formada por quatro elementos químicos. 
 
15- A combustão do gás de cozinha (gás butano) é representada pela equação química abaixo: 
 C4H10 + 13 / 2 O2 → 4 CO2 + 5 H2O 
O número de substâncias simples e o número de substâncias compostas presentes nesta reação são, 
respectivamente: 
a) 1 e 1. 
b) 1 e 2. 
c) 1 e 3. 
d) 3 e 1. 
16- O gás carbônico (CO2) é: 
a) uma substância simples. 
b) formado por dois elementos. 
c) elemento químico. 
d) uma mistura heterogênea. 
 
MISTURAS 
Se a matéria for constituída por mais de um tipo de molécula teremos uma mistura. 
As misturas podem ser classificadas em HOMOGÊNEAS e HETEROGÊNEAS. A mistura que possui 
apenas um único aspecto é denominada de homogênea. 
Exemplos: 
Misturas homogêneas: água + álcool. 
A mistura que tiver mais de um aspecto será heterogênea. 
Misturas heterogêneas: óleo + água. 
Cada aspecto visível em uma mistura é denominado de FASE. 
 
 
 EXERCÍCIOS: 
17- Representa uma mistura heterogênea o sistema: 
a) gasolina e água. 
b) álcool e água. 
c) gasolina e álcool. 
d) água e sal de cozinha. 
 
18- Representa uma mistura homogênea e uma substância simples o grupo: 
a) água + sal e H2. 
b) água + óleo e NaCl. 
c) ar atmosférico e H2O. 
d) água + álcool e H2O. 
 
19- A água mineral filtrada (sem gás) é: a) uma substância pura. 
b) uma mistura heterogênea. 
c) uma mistura homogênea. 
d) uma substância composta. 
 
20- Fase pode ser definida como: 
a) uma parte homogênea de um sistema, separada das outras por limites bem definidos. 
b) qualquer porção da matéria de composição química conhecida. 
c) qualquer parte homogênea ou heterogênea de um sistema. 
d) qualquer das definições. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ 
SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO 
USE-05 
ESCOLA: 
DISCIPLINA: FÍSICA 
PROFESSOR: 
SÉRIE: 2º ANO MÉDIO TURMA: 
ALUNO(A): 
DATA DE ENTREGA: / /2021 DATA DE DEVOLUÇÃO: / /2021 
CADERNO DE ATIVIDADES Nº 01 
 
 
CAPÍTULO 1: MATÉRIA E ENERGIA – QUANTIZAÇÃO DA ENERGIA 
O universo é composto basicamente de duas formas, que podem ser divididas em: matéria e energia. 
Admite-se, no entanto, que pode haver no Universo algo além desses dois elementos. 
 
1.1. O QUE É MATÉRIA? 
A matéria é uma das formas de composição do Universo, e consiste em todos os materiais que o formam, 
sólidos, líquidos e gases, como as rochas, a água, o ar e os seres vivos. 
É importante salientar, porém, que classificar um elemento como sendo matéria não implica total 
conhecimento acerca da sua natureza real, ela pode depender de outros fatores. 
 
Matéria Escura: Substância desconhecida que interage com a matéria somente por meio da gravidade. 
 
1.2. PROPRIEDADES DA MATÉRIA 
Propriedades Inerentes 
-Massa, quantidade, extensão, volume, inércia, impenetrabilidade, divisibilidade, compressibilidade, 
elasticidade e porosidade. 
 
Propriedades Funcionais 
- Acidez, salinidade, etc. 
 
Propriedades Específicas Organolépticas: 
- Cor, sabor, odor e fase de agregação 
 
Propriedades Específicas Químicas 
- Oxidação (ferro por exemplo), combustão (etanol por exemplo), etc. 
 
Propriedades Específicas Físicas 
– Fusão, solidificação, ebulição, condensação, densidade, coeficiente de solubilidade, dureza, tenacidade e 
brilho 
 
1.3. ENERGIA 
É a forma de composição do Universo que interage com a matéria, modificando-a, anulando ou causando 
movimentos, provocando deformações ou realizando trabalho. 
 
Ex: Luz, calor,energia mecânica(cinética+potencial) energia elétrica, energia nuclear, energia térmica, 
energia eólica,etc. 
 
1.4. FORMAS DE ENERGIA 
Energia cinética (EC ): Energia utilizada por um corpo em movimento. Depende da massa e da velocidade 
do corpo. 
Energia potencial (EP ): Energia que se encontra armazenada em um sistema e pode ser usada a qualquer 
momento. (energia potencial gravitacional, energia potencial elástica, energia potencial elétrica) 
Energia mecânica total (EM): É dada pela soma das energias cinética e potencial. 
 
EM = EP + EC 
 
 
 
1.5. PRINCÍPIO DA CONSERVAÇÃO DA ENERGIA 
O Princípio Geral da Conservação da Energia diz que "a energia pode ser transformada ou transferida, mas 
nunca criada ou destruída" 
Em se tratando da Energia Mecânica Total, esta permanece constante em um sistema isolado, ou seja, na 
ausência de forças de dissipação como atrito e resistência do ar, 
 
EP1 + EC1 = EP2 + EC2 
 
O Princípio da Conservação de Energia é utilizado em diversas áreas de estudo da Física, não apenas na 
Mecânica, como veremos em capítulos posteriores. 
 
1.6. QUANTIZAÇÃO DA ENERGIA 
Imagine um raio laser, hoje muito utilizado, entre outras coisas, em abordagens cirúrgicas como eliminação 
de cálculos. Em um primeiro momento podemos supor que a energia luminosa presente no laser é de 
natureza contínua, como a água caindo por uma torneira ligada, porém, tanto a água quanto a luz possuem 
pequenas partes menores, no caso da água, são as gotas e no caso da luz, são os fótons. 
Foi o físico alemão Max Karl Ernst Ludwig Planck, quem desenvolveu a teoria de que a energia luminosa 
não é emitida ou absorvida de forma contínua pelos corpos e sim, por meio de pequenos pacotes aos quais 
chamou de quantum (hoje em dia chamado de fóton). Essa descoberta deu início ao que hoje é um ramo 
da Física conhecido como Mecânica Quântica. 
 
A Dualidade Onda-Partícula 
A Mecânica Clássica sempre tratou o comportamento da energia como sendo ondulatório, ou seja, por 
meio de ondas. 
A teoria do quantum de Planck foi uma forma de solucionar questões que a mecânica clássica não conseguia 
como a absorção e emissão de radiação por um corpo negro (um corpo negro em física, é um corpo que 
absorve toda a radiação que incide sobre ele) 
De acordo com a mecânica clássica, pelo fato do corpo negro absorver toda a radiação que incide sobre ele, 
ao ser aquecido deveria emitir uma radiação ultravioleta (a mesma do Sol) muito intensa que seria percebida 
sensivelmente ao seu redor, o que na prática não ocorre. Essa contradição ficou conhecida com a Catástrofe 
do Ultravioleta 
Planck, propôs uma equação para determinar a radiação emitida por um corpo negro 
 
E = h . v 
Onde: 
E - Radiação (Energia) – Unidade: Joule (J) 
h - Constante de Planck igual a 6,626.10-34 Jxs (Joule vezes segundo) 
v - Frequência da Radiação emitida – Unidade de frequência é o hertz (Hz) e seus múltiplos (MHz, GHz, 
THz, etc) 
 
Devido à importância da Teoria Quântica de Planck, que inclusive foi utilizada por Albert Einstein em 
seus trabalhos sobre o efeito fotoelétrico, atualmente é adotado o modelo chamado Dualidade Onda-
Partícula, ou seja, ambas as teorias são usadas para estudar a natureza da luz: onda ou partícula. Esse 
comportamento duplo depende da maneira como se observa determinado fenômeno. 
 
EXERCÍCIO RESOLVIDO 
 
Calcular a quantidade de radiação em Joules de um fóton de luz cuja frequência, v, é igual a 5,5 . 1014 Hz. 
Considere a constante de Planck, h, igual a 6,6 . 10-34 J.s 
 
Resolução: 
Utilizando a equação de Planck temos, E = h . v 
 
 
substituindo os valores fornecidospelo problema, 
 E = 6,6 10-34 . 5,5 . 1014 
como trata-se de uma multiplicação de potências de mesma base, temos que 
 
E = 36,3 . 10-30 
Escrevendo na forma de notação científica, 
E = 3,63 . 10-29 J 
 
EXERCÍCIOS 
 
1-O conceito de energia foi de suma importância para o desenvolvimento da ciência, em particular da física. 
Sendo assim, podemos dizer que o princípio da conservação da energia mecânica diz que: 
a) Nada se perde, nada se cria, tudo se transforma 
b) Que a energia pode ser gastada e perdida 
c) A energia total de um sistema isolado é constante 
d) Que a energia jamais pode ser transferida de um corpo a outro 
Disponível em https://exercicios.brasilescola.uol.com.br/exercicios-fisica/exercicios-sobre-principio-conservacao-energia-mecanica.htm. 
Acesso em 12 de fev. 2021 
2- Sobre a energia mecânica e a conservação de energia, assinale o que for correto. 
 
a) Denomina-se energia cinética a energia que um corpo possui, por este estar em repouso 
b) Pode-se denominar de energia potencial gravitacional a energia que um corpo possui por estar em 
movimento de queda livre 
c) A energia mecânica total de um corpo é conservada, mesmo com a ocorrência de atrito. 
d) A energia total do universo é sempre constante, podendo ser transformada de uma forma para outra; 
entretanto, não pode ser criada e nem destruída. 
 
UEM 2012. Disponível em http://projetoseeduc.cecierj.edu.br/eja/recurso-multimidia-
professor/fisica/novaeja/m2u01/lista_exercicios_unidade6.pdf. Acesso em 11 de fev. 2021 (Adaptado) 
 
3- (ENEM 2015) O ar atmosférico pode ser utilizado para armazenar o excedente de energia gerada no 
sistema elétrico, diminuindo seu desperdício, por meio do seguinte processo: água e gás carbônico são 
inicialmente removidos do ar atmosférico e a massa de ar restante é resfriada até -198 ºC. Presente na 
proporção de 78% dessa massa de ar, o nitrogênio gasoso é liquefeito, ocupando um volume 700 vezes 
menor. A energia excedente do sistema elétrico é utilizada nesse processo, sendo parcialmente recuperada 
quando o nitrogênio líquido, exposto à temperatura ambiente, entra em ebulição e se expande, fazendo girar 
turbinas que convertem energia mecânica em energia elétrica. 
MACHADO, R. Disponível em: https://www.infoescola.com/fisica/lei-da-conservacao-de-energia/exercicios/. Acesso em: 11 de fev.. 2021 
(adaptado). 
No processo descrito, o excedente de energia elétrica é armazenado pela 
a) Expansão do nitrogênio durante a ebulição. 
b) Absorção de calor pelo nitrogênio durante a ebulição. 
c) Realização de trabalho sobre o nitrogênio durante a liquefação. 
d) Retirada de água e gás carbônico da atmosfera antes do resfriamento. 
 
4- Sobre a Teoria Quântica de Planck é CORRETO afirmar que: 
a) A energia é emitida de forma contínua pelos corpos 
b) A energia luminosa não possui partículas 
c) O fóton é uma partícula verificada apenas em alguns espectros luminosos 
d) A energia luminosa é emitida e absorvida em pequenos pacotes chamados de quantum 
LOPES, Jocy M. 2021 
 
https://exercicios.brasilescola.uol.com.br/exercicios-fisica/exercicios-sobre-principio-conservacao-energia-mecanica.htm
 
 
5- Sobre a Dualidade Onda-Partícula é FALSO afirmar que: LOPES, Jocy M. 2021 
a) Atualmente o modelo ondulatório e o de partículas são aceitos para explicar o comportamento da energia 
luminosa. 
b) A teoria quântica surgiu para solucionar questões que a mecânica clássica não conseguiu resolver 
referentes à absorção e emissão de radiação por um corpo negro 
c) A Catástrofe do Ultravioleta foi uma contradição encontrada pela mecânica clássica, que consistia em 
não verificar na prática o que, em teoria, deveria ocorrer ao elevar-se a temperatura de um corpo negro 
d) Atualmente, apenas o modelo quântico de Planck é aceito para explicar o comportamento da energia 
luminosa. 
 
6- Em 1900, Max Planck propôs uma explicação sobre a radiação de um corpo negro. Sua equação ficou 
conhecida em todo o mundo porque relacionava pela primeira vez a energia emitida por um corpo negro 
com a sua frequência de emissão em pacotes discretos, chamados fótons. A constante de proporcionalidade 
ficou conhecida como Constante de Planck. A unidade de medida dessa constante é dada por 
a) kg⋅m²/s² 
b) Hz 
c) J⋅s 
d) cal/g°C 
UEG. Disponível em https://www.todoestudo.com.br/fisica/, Acesso em 12 de fev. 2021 
 
7- (UFPA - 1997)) Uma fonte de radiação é constituída por elétrons em estado excitado que, ao retornarem 
ao estado fundamental, emitem ondas eletromagnéticas de frequencia igual a 2,0 . 1015 Hz. Assinale a 
alternativa que contém o valor, em Joules, da energia transportada por um quantum dessa radiação. 
(Considere a constante de Planck igual a 6,6 10-34 J.s) 
a) 1, 32 . 10-20 J 
b) 13, 2 . 10-20 J 
c) 1, 32 . 10-20 J 
d) 1,32 . 10-18 J 
Disponível em www.youtu.be/c5jwXPi2JEg. (adaptado). Acesso em 12 de fev. 2021 
 
8- Um aparelho de raio-X está emitindo radiação a 1018 Hz. Essa dose de radiação é equivalente em Joules 
a: (Considere a constante de Planck igual a 6,6 10-34 J.s) LOPES, Jocy M. 2021 
a) 6,6 . 10-16 
b) 6,6 . 10-34 
c) 6,6 . 10-6 
d) 6,6 . 10-49 
 
9- Max Planck propôs a seguinte equação para determinar a energia emitida por um fóton em função da sua 
frequência de emissão. E = h . v 
Onde E é a radiação (energia), h é a constante de proporcionalidade de Plank e v é frequência de emissão. 
Podemos notar que a Energia do fóton é diretamente proporcional à frequência de emissão. Desse modo 
é CORRETO afirmar que: 
a) Quanto maior a frequência de emissão da luz, menor será a energia emitida por um fóton 
b) Quanto maior for a frequência luminosa, maior será o valor da energia de um fóton dessa luz 
c) Quanto menor for a frequência luminosa, maior será a energia radioativa emitida por um fóton dessa luz 
d) Quanto menor a energia emitida por um fóton, menor será a quantidade de fótons por segundo emitidas 
LOPES, Jocy M. 2021 
 
10- Uma lâmpada ultravioleta, emitindo luz a 750 THz (tera Hertz), e uma lâmpada de infravermelho, emitindo luz 
a 350 GHz (giga Hertz), têm, ambas, potência de 400 W. Qual delas emite maior quantidade de radiação? (Use o 
mesmo raciocínio utilizado na questão 08) 
a) A de maior frequência 
b) A de menor frequência 
c) Ambas emitem a mesma quantidade de fótons por segundo pois possuem a mesma potência 
d) Não é possível determinar com base nas informações LOPES, Jocy M. 2021 
https://www.todoestudo.com.br/fisica/
http://www.youtu.be/c5jwXPi2JEg
 
 
 
 
 
GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ 
SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO 
USE-05 
ESCOLA: 
DISCIPLINA: MATEMÁTICA 
PROFESSOR: 
SÉRIE: 2º ANO MÉDIO TURMA: 
ALUNO(A): 
DATA DE ENTREGA: / /2021 DATA DE DEVOLUÇÃO: / /2021 
CADERNO DE ATIVIDADES Nº 01 
 
ANÁLISE COMBINATÓRIA – INTRODUÇÃO 
Considere os seguintes problemas: De quantos modos distintos oito pessoas podem se sentar lado a lado 
em uma fila de cadeiras em um cinema? Quantas placas de automóveis podem ser formadas sem repetição 
de letras e de algarismos? De quantos modos distintos pode ocorrer o resultado de um sorteio da Mega-
Sena? De quantas maneiras diferentes pode-se definir as chaves de seleções da primeira fase de uma Copa 
do Mundo de futebol? Todas as questões levantadas são problemas de contagem. A Análise Combinatória 
é a parte da Matemática que desenvolve técnicas e métodos de contagem que nos permitem resolver essas 
e outras questões. 
Princípio Fundamental da Contagem 
Veja como podemos resolver alguns problemas de contagem. 
Ex. 1- Um quiosque de praia, no Rio de Janeiro, lançou a seguinte promoção durante uma temporada de 
verão: Combinado de sanduíche natural e suco a R$ 20,00. Para esse combinado, há quatro opções de 
recheio para o sanduíche (frango, atum, vegetariano e queijo branco) e três opções de suco (laranja, uva e 
morango). De quantas formasdistintas uma pessoa pode escolher o seu combinado? 
 Em primeiro lugar, a pessoa deverá optar pelo sabor do lanche. Há quatro opções: frango (F), atum (A), 
vegetariano (V) e queijo branco (Q). 
 Para cada uma das possibilidades anteriores, a escolha do suco pode ser feita de três maneiras possíveis: 
laranja (L), uva (U) ou morango (M) 
A representação dessas possibilidades pode ser feita por meio de um diagrama sequencial, conhecido como 
diagrama da árvore de possibilidades ou, simplesmente, diagrama da árvore. Observe: 
1ª etapa (escolha do sanduíche), 2ª etapa (escolha do suco): combinado frango laranja (F, L), uva (F, U), 
morango (F, M), atum laranja (A, L), uva (A, U), morango (A, M), vegetariano laranja (V, L), uva (V, U), 
morango (V, M), queijo branco laranja (Q, L), uva (Q, U), morango (Q, M). 
 Observe que cada combinado consta de um par ordenado (x, y), em que x pertence a {F, A, V, Q} e y 
pertence a {L, U, M}. O número de possibilidades é 4 . 3 = 12 
Ex. 2- Uma moeda é lançada três vezes sucessivamente. Quais são as sequências possíveis de faces obtidas 
nesses lançamentos? 
Vamos representar cara por K e coroa por C. 
 Há três etapas (lançamentos) a serem analisadas: 
 O primeiro lançamento pode resultar em cara ou coroa. 
Para cada resultado obtido na primeira vez que a moeda for lançada, o segundo lançamento pod erá resultar 
em cara ou coroa. 
 A partir de cada um dos resultados anteriores, o terceiro lançamento pode resultar em cara ou coroa. Vamos 
representar essas possibilidades na seguinte forma: 1º lançamento, 2º lançamento, 3º lançamento: 
 
 
sequências (K, K, K), (K, K, C), (K, C, K), (K, C, C), (C, K, K), (C, K, C), (C, C, K), (C, C, C). Cada 
sequência obtida é uma tripla ordenada (ou terna) de faces (f1 , f2 , f3 ), em que f1 pertence a {K, C}, f 2 
pertence a {K, C} e f3 pertence a {K, C}. O número de sequências possíveis é 2 . 2 . 2 = 8 
Ex. 3- Leila esqueceu a senha de três algarismos para abrir o cadeado de sua mala de viagem. Ela só lembra 
que escolhera algarismos distintos entre si. Na pior das hipóteses, quantas combinações ela deverá testar 
para abrir a mala? 
Representar todas as possibilidades no diagrama da árvore é impensável, mas é interessante, ao menos, 
representá-lo parcialmente para fixar idéias: 
 Temos: algarismo das centenas, dezenas e unidades 
Para a escolha do algarismo das centenas: 10 opções (qualquer algarismo de 0 a 9). 
Para a escolha do algarismo das dezenas, a partir de cada escolha anterior: 9 opções, uma vez que o 
algarismo já escolhido para a centena não pode se repetir. 
Feitas as duas escolhas anteriores, há 8 opções distintas para a escolha do algarismo das unidades. 
 A ideia acima apresentada, ainda que parcial, permite visualizar a “estrutura” da multiplicação: 10 . 9 . 8 
= 720 (número máximo de tentativas). 
 Suponha que uma sequência seja formada por k elementos (a1 , a2 , a3 , ..., ak ), em que: 
 a1 pode ser escolhido de n1 maneiras distintas; 
 a2 pode ser escolhido de n2 formas diferentes, a partir de cada uma das escolhas anteriores; 
 a3 pode ser escolhido de n3 modos diferentes, a partir de cada uma das escolhas anteriores; 
 ak pode ser escolhido de nk maneiras distintas, a partir das escolhas anteriores. 
 
Então, o número de possibilidades para construir a sequência (a1 , a2 , a3 , ..., ak ) é: n1 ? n2 ? n3 ? ... ? nk 
Esse resultado é conhecido como princípio fundamental da contagem (PFC) ou princípio multiplicativo e 
serve de base para a resolução de muitos problemas de contagem. 
EXERCÍCIOS 
1- Para ir à praia, Sílvia pretende colocar um maiô e uma canga. Sabendo que ela possui cinco maiôs 
diferentes e três modelos diferentes de canga, determine o número de maneiras distintas de Sílvia se vestir. 
a) 10 
b) 15 
c) 20 
d) 25 
2- Um restaurante oferece almoço a R$ 40,00, incluindo: entrada, prato principal e sobremesa. De quantas 
formas distintas um cliente pode fazer seu pedido, se existem quatro opções de entrada, três de prato 
principal e duas de sobremesa? 
a) 24 
b) 26 
c) 28 
 
 
d) 30 
3- Três amigos chegam um pouco atrasados para uma aula de bicicleta na academia e encontram cinco 
bicicletas vagas. De quantos modos distintos eles podem se distribuir nas bicicletas vagas? 
a) 40 
b) 50 
c) 60 
d) 70 
4- Quantos números de cinco algarismos existem? 
a) 90000 
b) 100000 
c) 110000 
d) 120000 
5- Quantos números ímpares de cinco algarismos existem? 
a) 5000 
b) 10000 
c) 15000 
d) 45000 
6- Quantos números de cinco algarismos distintos começam por 7? 
a) 3000 
b) 3016 
c) 3020 
d) 3024 
7- As placas de veículos atuais são formadas por três letras seguidas de quatro algarismos. Considerando o 
alfabeto com 26 letras, quantas placas distintas podem ser fabricadas de modo que as letras e os algarismos 
sejam distintos? 
a) 78 624 000 
b) 78 626 000 
c) 78 628 000 
d) 78 630 000 
Fatorial de um número natural 
Na resolução de problemas de contagem por meio do princípio multiplicativo (ou PFC) é comum 
aparecerem multiplicações envolvendo números naturais consecutivos, por exemplo: 26 . 25 . 24; 4 . 3 . 2 
. 1; 7 . 6 . 5 etc. 
 
 
Muitas vezes é possível escrever multiplicações desse tipo de forma mais resumida. Para isso, vamos 
apresentar o fatorial de um número natural, que será útil na contagem dos agrupamentos que serão 
apresentados a seguir. 
Dado um número natural n, definimos o fatorial de n (indicado por n!) por meio das relações: 
Se n = 0, então 0! = 1 
Se n = 1, então 1! = 1 
Se n ≥ 2, então n! = n . (n - 1) . (n - 2) . ... . 3 . 2 . 1 
Notemos que, o fatorial de n representa o produto dos n primeiros números naturais positivos. Um pouco 
mais à frente, você vai compreender a “conveniência” de se definir 0! = 1 e 1! = 1. Assim, temos, por 
exemplo: 
2! = 2 . 1 = 2 
3! = 3 . 2 . 1 = 6 
4! = 4 . 3 . 2 . 1 = 24 
5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120 
À medida que n aumenta, o cálculo de n! torna-se mais trabalhoso. Para ajudar, podemos utilizar a seguinte 
propriedade: 
n! = n . (n - 1)! , n pertencendo a N* 
Veja estas simplificações: 
6! = 6 . 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 6 . 5! 
5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 5 . 4! 
9! = 9 . 8 . 7 . 6 . 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 9 . 8! ou ainda 9 . 8 . 7 ! 
Ex. 1- Para calcularmos o valor de 
10!
7!
 , podemos desenvolver o fatorial do número maior, 10, até chegarmos 
ao fatorial do menor, 7. 
Temos: 
10!
7!
= 
10 .9 .8 .7!
7!
= 10 .9 .8 = 720 
Exercício 
8- Obtenha o valor da expressão 
8!
6!
 
a) 52 
b) 54 
c) 56 
d) 58 
9- Qual o valor da expressão 
14 !
11 !
 ? 
a) 2100 
b) 2184 
 
 
c) 2208 
d) 2330 
10- Calcule o valor da expressão 
7!
5! .2!
 
a) 15 
b) 21 
c) 28 
d) 35 
Agrupamentos simples: permutações, arranjos e combinações 
O princípio fundamental da contagem (PFC) é a principal técnica para resolução de problemas de contagem. 
Vamos estudar a seguir as diferentes maneiras de formar um agrupamento e, por meio do PFC, desenvolver 
métodos de contagem para cada tipo de agrupamento. 
Faremos, principalmente, o estudo dos agrupamentos simples, isto é, grupos de k elementos distintos 
escolhidos entre os n elementos de um conjunto, com k < n. Estudaremos os seguintes agrupamentos 
simples: permutações, arranjos e combinações. 
Permutações 
Aline (A), Bia (B), Claudinha (C) e Diana (D) são alunas do 6o ano de um colégio e, na classe, ocupam a 
mesma fileira de quatro lugares. Elas vivem brigando por causa da posição em que cada uma quer sentar. 
Para resolver o problema, a professora sugeriu um rodízio completo das alunas na fileira, trocando a 
disposição todos os dias. 
Quantos dias são necessários para esgotar todas as possibilidades de as quatro meninas se acomodarem nas 
quatro carteiras? 
Inicialmente, vamos escrever todas as possibilidades de acomodação: 
ABCD ABDC ADCBADBC ACBD ACDB BACD BADC BCAD BCDA BDAC BDCA CABD CADB 
CBAD CBDA CDAB CDBA DABC DACB DBAC DBCA DCAB DCBA 
Observe que uma disposição difere das demais apenas pela ordem em que as quatro alunas vão se sentar 
nas quatro carteiras. 
Assim, cada maneira de arrumar as meninas na fileira corresponde a um agrupamento ordenado (sequência) 
formado por quatro elementos. 
Dizemos que cada disposição no quadro corresponde a uma permutação das quatro crianças. 
Vamos usar o PFC para contar o número de possibilidades: 
Para ocupar a primeira carteira da fileira, há quatro opções. 
Definida a primeira posição, há três opções de escolha para a menina que vai sentar na segunda posição. 
Definidas a primeira e a segunda posições, há duas opções de escolha para a menina que vai sentar na 
terceira carteira. 
Escolhidas a primeira, a segunda e a terceira posições, a menina que vai sentar na última carteira fica 
determinada de maneira única. 
 
 
Assim, há 24 possibilidades (4 . 3 . 2 . 1 = 4! = 24). Desse modo, são necessários 24 dias para esgotar todas 
as possibilidades de as quatro meninas se acomodarem na fileira. 
Dados n elementos distintos, chama-se permutação simples ou simplesmente permutação todo agrupamento 
ordenado (sequência) formado por esses n elementos. 
 
Cálculo do número de permutações 
Sejam n elementos distintos e Pn o número de permutações possíveis desses n elementos. 
Vamos contar o número de sequências formadas por n elementos: 
Para escolher o primeiro elemento da sequência temos n possibilidades. 
Para escolher o segundo elemento da sequência, uma vez definida a primeira posição, há (n - 1) 
possibilidades. 
Definidos os dois primeiros elementos da sequência, podemos escolher o terceiro elemento de (n - 2) 
maneiras. . . . 
Escolhidos os (n - 1) primeiros elementos da sequência, o elemento que irá ocupar a última posição na 
sequência fica determinado de maneira única. 
Assim, pelo PFC: Pn = n . (n - 1) ? (n - 2) . ... . 2 . 1, isto é, Pn = n! 
Ex. 1- Um caso de agrupamento formado por permutação corresponde aos anagramas formados com as 
letras de uma palavra. Utilizando todas as letras da palavra PRATO (P, R, A, T, O) e trocando- -as de 
ordem, temos uma sequência de cinco letras que forma uma “palavra” com ou sem sentido. Cada “palavra” 
formada corresponde a um anagrama, como em: PROTA, ATORP, RAPTO, TROPA etc. O número de 
anagramas formados é o número de permutações possíveis das letras P, R, A, T, O, a saber: 
P5 = 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120 
Ex. 2- Sejam os anagramas formados com as letras G, R, A, N, I, Z, O. Quantos começam e terminam por 
vogal? 
Solução: 
Para iniciar o anagrama, temos três possibilidades (A, I, O). 
Definida a vogal do início, sobram duas opções para a vogal que irá ocupar a última letra do anagrama. 
Definidas as duas extremidades, as outras cinco letras (uma vogal e quatro consoantes) podem ocupar 
qualquer posição no anagrama, num total de 120 possibilidades (P5 = 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120). 
O resultado procurado é, portanto, 3 . 2 . P5 = 6 . 120 = 720. 
Exercícios 
11- Determine o número de anagramas formados a partir de REPÚBLICA 
a) 362000 
b) 362400 
c) 362800 
d) 362880 
12- Determine o número de anagramas formados a partir de ESCOLA 
 
 
a) 80 
b) 90 
c) 100 
d) 120 
13- Um dado foi lançado quatro vezes sucessivamente e as faces obtidas foram 2, 3, 5 e 6, não 
necessariamente nessa ordem. De quantas formas distintas pode ter ocorrido a sequência de resultados? 
a) 18 
b) 24 
c) 30 
d) 44 
14- Considerando os anagramas formados a partir de CONQUISTA, quantos começam por vogal? 
a) 161280 
b) 162280 
c) 163280 
d) 164280 
15- Considerando os anagramas formados a partir de CONQUISTA, quantos começam e terminam por 
consoante? 
a) 100600 
b)100700 
c) 100800 
d) 100900 
16- Considerando os anagramas formados a partir de CONQUISTA, quantos têm as letras CON juntas e 
nessa ordem? 
a) 5040 
b) 5140 
c) 5260 
d) 5460 
17- Considerando os anagramas formados a partir de CONQUISTA, quantos apresentam as letras CON 
juntas, o mesmo ocorrendo com as letras QUIS e também com as letras TA? 
a) 1710 
b) 1714 
c) 1720 
d) 1728 
 
 
18- Uma vez por ano, dona Fátima, que mora no Recife, visita parentes em Caruaru, João Pessoa, Petrolina, 
Maceió e Garanhuns. De quantas formas distintas ela pode escolher a sequência de cidades a visitar? 
a) 100 
b) 110 
c) 120 
d) 150 
19- Sobre a questão anterior, de quantos modos diferentes a ordem das cidades pode ser definida se dona 
Fátima pretende encerrar as visitas em Petrolina? 
a) 12 
b) 16 
c) 20 
d) 24 
20- Em uma mesma prateleira de uma estante há 10 livros distintos, sendo cinco de Álgebra, três de 
Geometria e dois de Trigonometria. De quantos modos distintos podemos arrumar esses livros nessa 
prateleira, se desejamos que os livros de um mesmo assunto permaneçam juntos? 
a) 7680 
b) 7960 
c) 8220 
d) 8640 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ 
SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO 
USE-05 
ESCOLA: 
DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA 
PROFESSOR: 
SÉRIE: 2º ANO MÉDIO TURMA: 
ALUNO(A): 
DATA DE ENTREGA: / /2021 DATA DE DEVOLUÇÃO: / /2021 
CADERNO DE ATIVIDADES Nº 01 
 
A EDUCAÇÃO FÍSICA COMO COMPONENTE CURRICULAR DA EDUCAÇÃO BÁSICA 
 
1. A área de conhecimento da educação 
 
A Educação física é uma área do conhecimento que tem como estudo a “cultura corporal de movimento”, 
sendo o seu principal campo temático as práticas corporais produzidas historicamente pela humanidade 
em suas relações sociais. Portanto a educação física há muito tempo deixou de ser apenas uma prática de 
atividades físicas e evoluiu para o conhecimento que vai bem além dessas práticas, é uma área que 
possibilita o entendimento do significado das práticas corporais na vida do ser humano, trata-se do processo 
pedagógico que visa a formação do homem capaz de se conduzir plenamente em suas atividades, trabalha 
num sentido amplo, com o objetivo de desenvolver os aspectos socioafetivo, físico-motor e cognitivo. 
 
2. Objetivos gerais da Ed. Física na escola 
 
- Possibilitar o conhecimento teórico e vivência sobre as diversas práticas corporais no ambiente escolar; 
- Promover o desenvolvimento pleno do ser humano através das práticas corporais; 
- Valorizar as práticas corporais como componente fundamental na melhoria da saúde e qualidade de vida. 
 
3. Unidades temáticas da Ed. Física escolar 
 
As unidades temáticas da educação física escolar correspondem aos principais conteúdos (assuntos) 
estudados nas aulas relacionadas as práticas corporais produzidas ao longo da humanidade. A seguir 
faremos uma abordagem geral de cada uma dessas unidades temáticas, sendo elas: Jogos e brincadeiras, 
Esportes, Danças, Lutas, Ginásticas e práticas corporais de aventura. 
 
JOGOS E BRINCADEIRAS 
 
São atividades físicas ou intelectuais realizadas de forma voluntária que podem ou não possuir regras, sendo 
desenvolvidas principalmente com objetivo de divertimento nos momentos de lazer ou como estratégia 
educacional. No contexto escolar vamos classificá-los da seguinte forma: 
 
a) Jogos e brincadeiras populares: Fazem parte da cultura e são criados pelas pessoas ao longo do tempo 
passando de geração para geração. Não existem regras fixas, elas podem ser criadas pelo grupo que está 
brincando e modificadas sempre que necessário. 
 
b) Jogos ou brincadeiras pré-desportivas: São adaptações de esportes tradicionais com o intuito de 
desenvolver habilidades físicas e sociais. Normalmente são jogos destinados as pessoas que desejam 
iniciar a prática sistemática de algum esporte. 
 
c) Jogos ou brincadeiras intelectivas: São aqueles desenvolvidos geralmente em ambientes fechados e 
sobre uma mesa ou tabuleiro. Sua prática depende diretamente de atenção,concentração e raciocínio 
lógico. 
 
d) Jogos eletrônicos: São aqueles praticados através de sistemas eletrônicos que utilizam tecnologia de 
computador. Os sistemas eletrônicos para jogar são conhecidos como plataformas, assim temos 
os computadores, tablets, celulares e consoles. São também popularmente conhecidos como vídeogame. 
 
ESPORTES 
Podemos considerar o esporte como uma atividade física e mental composta por um conjunto de 
fundamentos técnicos, habilidades motoras, estratégias táticas, raciocínio lógico e sujeita a determinados 
regulamentos e regras e que visa a competição entre os praticantes. No contexto escolar temos: 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Plataforma_(inform%C3%A1tica)
https://pt.wikipedia.org/wiki/Computador
https://pt.wikipedia.org/wiki/Celulares
https://pt.wikipedia.org/wiki/Console_de_jogos_eletr%C3%B4nicos
 
 
 
a) Esporte de marca: Caracteriza-se por comparar os resultados registrados em segundos, metros ou 
quilos. 
 
b) Esporte de precisão: Caracteriza-se por arremessar/lançar um objeto, procurando acertar um alvo 
específico, estático ou em movimento. 
 
c) Esporte técnico-combinatório: Caracteriza-se pela combinação de movimentos corporais onde o 
resultado é a comparação da qualidade dos movimentos segundo padrões técnicos, geralmente são 
desenvolvidos através de coreografias. 
 
d) Esporte de rede/quadra dividida: Caracteriza-se por arremessar, lançar ou rebater a bola ou outro 
objeto de jogo em direção a setores da quadra adversária. 
 
e) Esporte de campo e taco: Caracteriza-se por rebater a bola lançada pelo adversário o mais longe 
possível, ou rebater a bola em direção a um alvo com um taco. 
 
f) Esporte de invasão ou territorial: Caracteriza-se por comparar a capacidade de uma equipe levar uma 
bola (ou outro objeto) a uma meta ou setor da quadra/ campo defendida pelos adversários, protegendo, 
simultaneamente, o próprio alvo, meta ou setor do campo. 
 
g) Esporte de combate: Caracteriza-se como disputas nas quais o oponente deve ser subjugado, com 
técnicas, táticas e estratégias de desequilíbrio, contusão, imobilização ou exclusão de um determinado 
espaço, por meio de combinações de ações de ataque e defesa. 
 
DANÇAS 
 
Correspondem a uma forma de arte onde se utiliza os movimentos do corpo para expressar-se, 
acompanhados por ritmos musicais. Favorecem a interação social com fins principalmente de 
entretenimento e lazer, representam também uma linguagem própria não verbal entre os seres humanos. No 
contexto escolar as danças estão classificadas em: 
 
a) Danças Populares: São danças relacionadas a cultura popular, aos diferentes povos. Isto é, cada cultura 
desenvolve movimentos rítmicos que se caracteriza de acordo com suas influências de vida passadas de 
geração em geração. 
 
b) Danças Folclóricas: São danças também relacionadas a cultura popular, mas estão muito ligadas as 
tradições, festas, religião, lendas, fatos históricos e acontecimentos do cotidiano de uma determinada 
região. 
 
c) Danças de Salão: Praticada por um par de dançarinos em ambiente fechado e piso que possibilite a 
execução de passos estilosos. As danças de salão são consideradas uma forma de lazer, integração social 
e apresentação artística. 
 
LUTAS 
 
São atividades físicas em que o oponente deve ser dominado, com técnicas e estratégias de desequilíbrio, 
contusão, imobilização ou exclusão de um determinado espaço na combinação de ações de ataque e defesa. 
No contexto escolar, estão classificadas em: 
 
a) Lutas de agarre ou curta distância: Seu desenvolvimento requer a ação de desequilibrar, rolar, 
projetar, controlar e/ou excluir o oponente de uma área delimitada. 
 
b) Lutas com golpe ou média distância: Possuem a característica de tocar e golpear através de mãos, 
joelhos, cotovelos e pés partes do corpo do oponente. 
 
c) Lutas com implementos ou longa distância: São realizadas com a utilização de objetos (implementos) 
para atingir alguma parte do corpo do oponente. 
 
GINÁSTICAS 
 
São exercícios físicos sistemáticos com propósito de desenvolvimento das capacidades físicas para fins de 
competição ou manutenção da saúde. No contexto escolar a ginástica está classificada em: 
 
https://queconceito.com.br/interacao
https://queconceito.com.br/competicao
 
 
a) Ginástica geral: São práticas corporais que têm como elemento organizador a exploração das 
possibilidades expressivas do corpo, a interação social de caráter competitivo ou não. Pode ser 
constituída de exercícios no solo, no ar, em aparelhos, e combinam um conjunto bem variado de 
movimentos básicos, como andar, saltar, rolar, correr, etc. 
 
b) Ginásticas de condicionamento físico: São exercícios corporais orientados e planejados para a 
melhoria do rendimento, aquisição e manutenção da condição física individual e da composição 
corporal. São organizadas em sessões com movimentos corporais repetitivos. 
 
c) Ginástica de conscientização corporal: São práticas que empregam movimentos suaves e lentos, 
exercícios posturais e respiratórios, voltados para a obtenção de uma melhor percepção sobre o próprio 
corpo. 
 
PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA 
 
São também conhecidas como esportes radicais, esportes extremos ou esportes de risco. Caracterizam-se 
pelas diferentes formas de experimentação corporal em situações interação com um ambiente desafiador, 
colocando o praticante a um maior grau de risco físico, dado às condições de altura, velocidade ou outras 
variantes. No contexto escolar estudamos: 
 
a) Práticas corporais de aventura na natureza: Caracterizam-se por explorar o ambiente físico da 
natureza, gerando ao praticante emoção, elevação da adrenalina e do risco controlado. 
 
b) Práticas corporais de aventura urbana: Caracterizam-se por explorar a “paisagem de cimento”, 
oferecidos pela arquitetura urbana em condições de emoção, elevação da adrenalina e risco controlado. 
 
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA 
PARÁ. Secretaria de Estado de Educação do Pará. Documento Curricular do Estado do Pará – Etapa Ensino Médio: versão preliminar. Volume 
II. Belém: SEDUC-PA, 2020. 
 
RESPONDA ÀS QUESTÕES A SEGUIR: 
 
1- Segundo a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) a Educação Física (E.F.) está inserida no campo 
das Linguagens, tendo como referência temática a “cultura corporal de movimento”, com isso podemos 
afirmar que a E.F. tem como estudo prioritário no contexto escolar: 
 
a) As regras oficiais dos esportes. 
b) A prática de ginásticas. 
c) As práticas corporais construídas ao longo da história da humanidade. 
d) O treinamento esportivo para participar de competições escolares. 
 
2- Considera-se como objetivos fundamentais da E.F. na escola: 
 
a) O desenvolvimento pleno dos alunos através do estudo e vivência das práticas corporais. 
b) A formação de atletas para competições de alto rendimento. 
c) Praticar esporte na escola apenas para se divertir. 
d) Aprender as técnicas de um esporte para melhorar seu desempenho nas competições escolares. 
 
3- São unidades temáticas da Educação Física: 
 
a) Lutas, Jogos, Geometria, Geopolítica e interpretação de texto. 
b) Meio ambiente, reprodução humana, Esportes, Danças e brincadeiras. 
c) Gramática, Danças, Geometria e Esportes. 
d) Práticas corporais de aventura, Esportes, Ginásticas e Lutas. 
 
4- Entende-se como “ginástica” a prática corporal caracterizada por: 
 
a) Uma disputa entre duas pessoas na tentativa de desequilibrar ou golpear seu oponente. 
b) Um conjunto de exercícios físicos que trabalha as diversas capacidades físicas do ser humano. 
c) Atividades individuais ou coletivas com seguimento de regras oficiais pré-estabelecidas. 
 
 
d) Um conjunto de expressões corporais acompanhados de rítmos musicais. 
 
5- Considerando os conceitos dos tipos de Esportes analise as frases abaixo e marque a afirmação correta: 
 
a) Os esportes de combate estimulam a violência entre os praticantes e os mesmos ficam violentos na 
sociedade. 
b) Os esportes de marca possibilitama exclusão das pessoas com deficiência física, pois estas não terão 
capacidade de acertar o alvo determinado. 
c) Os esportes de invasão estimulam o trabalho coletivo (grupal), visto que só será possível atingir a meta 
adversária com a participação de todos da equipe. 
d) Os esportes de precisão possibilitam o desenvolvimento da coordenação motora através de coreografias 
articuladas com fundo musical. 
 
6- Leia atentamente as frases abaixo e marque a alternativa correta sobre os conceitos dos tipos de jogos e 
brincadeiras. 
 
a) A vivência dos jogos e brincadeiras populares possibilitam o resgate e valorização das culturas e 
tradições de diversos povos. 
b) Os jogos pré-desportivos estimulam a individualidade e o egoísmo como fator importante na convivência 
harmônica na sociedade. 
c) Os jogos intelectivos caracterizam-se por exigir durante a sua prática altas habilidades de coordenação 
motora e desempenho físico. 
d) Os jogos eletrônicos são desenvolvidos em espaço aberto utilizando-se materiais como bolas e cordas. 
 
7- As práticas corporais de aventura são caracterizadas principalmente por: 
 
a) Apresentar um conjunto de regras elaboradas pelas confederações oficiais de cada esporte. 
b) Proporcionar durante a sua prática o prazer do risco e emoção em vários cenários de adversidades. 
c) Resgatar os diversos ritmos populares de diversas nações do mundo. 
d) Estabelecer o combate entre os adversários utilizando-se de técnicas de desequilíbrio e imobilização. 
 
8- No contexto do estudo da unidade temática “Lutas” podemos verificar: 
 
a) O uso da violência como aspecto fundamental no desenvolvimento do ser humano. 
b) A aprendizagem das técnicas para utilizá-las fora da escola em qualquer momento. 
c) O domínio sobre o adversário a qualquer custo, não importando as consequências. 
d) A prática de filosofias de repúdio a violência e deslealdade. 
 
9- O estudo teórico e a experimentação das práticas corporais nas aulas de E.F. são importantes para o 
aluno: 
 
a) Treinar essas práticas para disputar competições escolares. 
b) Apenas se divertir nos espaços físicos da escola. 
c) Aprender técnicas e regras. 
d) Compreender a relação dessas práticas para a sua formação cidadã e melhoria da qualidade de vida. 
 
10- As danças são importantes práticas corporais porque possibilitam: 
 
a) A elevação do sentimento competitivo do ser humano, aspecto importantíssimo no mercado de 
trabalho. 
b) A expressão de emoções e sentimentos que contribuem para um relaxamento físico e mental. 
c) O desenvolvimento físico para participações em competições esportivas. 
d) A exclusão de pessoas com deficiência física, visto que não existe possibilidade de participarem dessas 
práticas. 
 
 
 
 
 
 
 
 
GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ 
SECRETARIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO 
USE-05 
ESCOLA: 
DISCIPLINA: BIOLOGIA 
PROFESSOR: 
SÉRIE: 2º ANO MÉDIO TURMA: 
ALUNO(A): 
DATA DE ENTREGA: / /2021 DATA DE DEVOLUÇÃO: / /2021 
CADERNO DE ATIVIDADES Nº 01 
 
Conteudo: A INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA - O MÉTODO CIENTÍFICO 
 
O método científico pode ser definido como um conjunto de procedimentos por meio dos quais um 
cientista consegue propor um conjunto de explicações para fenômenos, constituição e formação de 
materiais etc. De forma geral, o método científico pode apresentar as seguintes etapas: 
 
1º - Observação: É a etapa em que o pesquisador observa uma determinada matéria ou fenômeno. 
 
2º - Elaboração do problema (fase do questionamento): Nessa etapa, o cientista ou pesquisador elabora 
perguntas sobre o fenômeno ou material analisado. 
 
3º - Hipóteses: É a etapa em que o pesquisador responde às perguntas feitas na etapa anterior. Essas 
respostas podem ser pautadas em seu conhecimento prévio sobre materiais ou fenômenos semelhantes.A 
elaboração das hipóteses deve ser feita com muita cautela porque é por meio delas que a fase da 
experimentação será realizada, ou seja, elas serão o ponto de partida da experimentação. 
 
4º - Experimentação: Nessa etapa, experimentos e pesquisas bibliográficas são realizados com base nas 
hipóteses levantadas. O objetivo é encontrar a resposta para cada um dos questionamentos que foram 
elaborados.Cada cientista desenvolve essa etapa de acordo com os conhecimentos que possui e as práticas 
que são necessárias para o esclarecimento de cada hipótese. 
 
5º - Análise dos resultados: Após a fase da experimentação, o pesquisador analisa cada um dos resultados 
para verificar se eles são suficientes para explicar cada um dos problemas levantados e também se estão de 
acordo com as hipóteses.Caso os resultados não sejam satisfatórios, novas hipóteses podem ser levantadas 
para que novas experimentações ocorram. Se os resultados da experimentação forem satisfatórios, o 
cientista parte para a etapa da conclusão. 
 
6º - Conclusão: A conclusão é a etapa em que o cientista verifica se os experimentos e pesquisas realizados 
respondem aos questionamentos levantados e permitem que ele faça afirmações acerca dos fenômenos ou 
materiais analisados.Todas as afirmações realizadas após a utilização do método científico são chamadas 
de teorias. Quando diferentes hipóteses e experimentações são realizadas e o resultado é sempre o mesmo, 
passamos a ter uma lei. 
 
Finalizando: O método científico não necessariamente deve apresentar as etapas descritas anteriormente. 
Um cientista possui toda liberdade de lidar com o método científico da forma que lhe convém. Durante 
muitos anos, diversos estudiosos conduziram o método científico de formas diferentes, fato esse que não 
prejudicou em nada a formulação das teorias e leis que conhecemos ou até mesmo a forma de encarar o 
método científico. Alguns deles são: 
Isaac Newton, Charles Darwin, René Descartes,John Dalton,Ernest Rutherford,Francis Bacon,David 
Hume,Karl Popper. 
Método científico: exemplos 
 
Vamos utilizar um experimento muito famoso para exemplificar essa questão: o do pescoço de cisne, feito 
por Pasteur.Aqui, Pasteur precisava observar uma situação — no caso, o surgimento de larvas de moscas 
em determinado ambiente. Depois, ele levantou o questionamento: as larvas surgem espontaneamente ou 
não? Em seguida, levantou a hipótese de que esse aparecimento ocorria devido à presença de organismos 
https://brasilescola.uol.com.br/quimica/fenomenos-fisicos-quimicos.htm
https://brasilescola.uol.com.br/fisica/um-fisico-chamado-isaac-newton.htm
https://brasilescola.uol.com.br/biologia/charles-darwin.htm
https://brasilescola.uol.com.br/biografia/rene-descartes.htm
https://brasilescola.uol.com.br/quimica/john-dalton.htm
https://brasilescola.uol.com.br/quimica/ernest-rutherford.htm
https://brasilescola.uol.com.br/biografia/francis-bacon.htm
https://brasilescola.uol.com.br/biografia/david-hume.htm
https://brasilescola.uol.com.br/biografia/david-hume.htm
https://brasilescola.uol.com.br/filosofia/a-concepcao-ciencia-karl-popper.htm
https://www.stoodi.com.br/blog/2018/07/09/platelmintos/
 
 
não visíveis a olho nu. Posteriormente ele testou sua hipótese, tendo um objeto de controle (o frasco 
aberto). Por fim, publicou suas descobertas em uma revista científica. 
 
COVID-19 e o método científico: 
 O vírus causador da COVID-19 mudou completamente nossa forma de ver e vivenciar o mundo. Esse 
cenário de fechamento de comércios e fronteiras, antes visto apenas nas telas do cinema, agora faz parte da 
nossa realidade. Há pouco tempo atrás, era difícil de se imaginar, para a maioria da população, que um ser 
microscópico poderia trazer tantas mudanças.De repente, todos querem respostas para as perguntas mais 
elementares: de onde veio esse vírus? Por que ele é tão transmissível? Ele é mesmo tão letal? Por que eu 
preciso ficar em casa, usar máscara, e ficar longe daqueles que amo? Por quanto tempo? 
Nesse momento, a ciência aparece como a “senhora dona-da-verdade”, possuidora de todo o saber. Todos 
esperam que ela responda, agora, a todas essas

Outros materiais