A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Tecido ósseo e cartilaginoso. Histologia e Fisiologia

Pré-visualização | Página 1 de 1

Tecido ósseo 
Componente do esqueleto, depósito de cálcio e outros íons 
Tecido conjuntivo especializado com matriz extracelular calcificada (matriz óssea). 
 
Linhagens celulares: 
Mesênquima> osteoprogenitoras> osteoblasto e osteócito 
Medula hematopoiética> monócitos> osteoclasto 
 
 
 
OSSO LAMELAR: secundário, compacto e maduro. Possui lamelas. 
Lamelas: lacunas com canalículos radias e ramificados que penetram as lamelas 
adjacentes. 
 
 
 
 
OSSO PRIMÁRIO NÃO LAMELAR: desorganizado, pouco mineralizado e com 
mais osteócitos. Facilmente penetrado pelo raio-x (radiotransparente). 
 
 
Ósteon: unidades formadas por lamelas concêntricas ao redor de um canal 
longitudinal, de havers. 
 
CANAIS: 
Longitudinais ou de Havers: por onde passam vasos e nervos, correm dentro dos 
osteons e são interconectados por canais transversais. 
Transversais ou de Volkmann: canais oblíquos que contem vasos originados da 
medula e do periósteo. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
OSTEÓCITOS: diferenciação madura dos osteoblastos, quando a formação da 
matriz está completa. 
Forma: achatado, pavimentoso com alongamentos citoplasmáticos 
Pouca atividade metabólica, comunicam-se por junções comunicantes com os 
outros. Não sofrem divisões. 
Atuação: manutenção da matriz óssea, sua morte é seguida pela reabsorção da 
matriz ao seu redor. 
 
 
OSTEOCLASTOS: células que passaram por multinucleamento de monócitos 
(fator estimulador de colônia). 
Inativo em ativo: osteoclastogênese. 
Áreas escavadas: Lacunas de Howship 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CALCITONINA: liberada pela tireóide, inibe a reabsorção de cálcio 
Estimulada pela concentração de cálcio cérico (feedback positivo). 
 
 
DESCALCIFICAÇÃO: acidificação 
da superfície. 
 Anidrase carbônica: água+CO2 
gera bicarbonato (HCO3) e H+ 
Bomba de Hidrogênio joga eles 
na matriz. 
DIGESTÃO: colagenases, 
hidrolases 
 
OSTEOBLASTO: formadores de colágenos. Sintetizam colágeno tipo 1 e 
depositam a matriz osteóide (que será mineralizada(osteonectina)). 
Estimulado por: estrógeno e progesterona. 
Formato: cúbico ou colunar. 
MATRIZ ÓSSEA: colágeno t1, proteoglicanos, 
 fosfato de cálcio, cristais de hidroxiapatita. 
OSTEOCALCINA: controle da mineralização do osteóide. 
 
PARATORMÔNIO(PTH): Produzido nas paratireóides. reabsorção no rim. 
Absorção da vitamina D no intestino. 
PTH age no osteoblasto, que libera citocina RANKL para o sítio do RANK no 
osteoclasto. Maturação indireta. 
Falta de RANKL: osteopetrose 
Aumento de cálcio diminui o PTH (feedback negativo) 
 
OSTEOPROTEGINA(OPG): se liga no RANKL e impede a interação com RANK. 
Estimulado por sexuais 
Falta dela: osteoporose 
 
PERIÓSTEO: reveste o osso externamente 
- Fibrócitos(fibras de Sharpey fortemente 
conectadas ao ossos) 
- muitos nervos sensoriais e linfáticos 
ENDÓSTEO: reveste a camada medular 
- osteoprogenitoras (formam osteoblastos) 
- os dois são tecidos conjuntivos 
 
 
 
 
 HISTOGÊNESE: 
OSSIFICAÇÃO INTRAMENBRANOSA: dentro das membranas dos tecidos, desde a 
vida intrauterina. Crescimento de ossos curtos, aumento da espessura de ossos 
longos. Ossos do crânio. 
 
OSSIFICAÇÃO ENDOCONDRAL: na cartilagem hialina, dita o formato. Formação 
dos ossos curtos e longos. Hipertrofia dos condrócitos e calcificação da matriz. 
 
FISIOLOGICAMENTE: modulação dos níveis de cálcio (ritmo cardíaco, contração, 
sinapses) 
Quando o cálcio no sangue: 
Diminui: liberação de PTH, sinaliza no osteoblasto, que libera ocitocina RANKL. O 
RANKL se liga com o RANK no pré-osteoclasto e faz a diferenciação (maturação) 
por meio de uma cascata de sinalização. 
 
Aumenta: Inibição da produção de PTH. Liberação de calcitocina, que inibe a 
reabsorção do cálcio e faz o osteoblasto produzir osteoprotegina (OPG), que vai 
impedir a ligação RANK-RANKL, capturando os RANKL. 
 
TIPOS DE OSSOS 
LONGOS: tubulares 
CURTOS: cubóides, tarso e carpo 
PLANOS: proteção, crânio 
IRREGULARES: da face 
SESAMÓIDES: proteguem os tendões de desgaste e modificam o ângulo 
SUPRANUMERÁRIOS: acessórios, centros de ossificação adicionais, as vezes se 
fundem com o principal. Normal no pé 
HETEROTÓPICOS: em tecidos moles onde não é comum: cicatrizes 
 
ARTICULAÇÕES 
SINOVIAIS: comuns, cápsula com liquido sinovial lubrificante 
PLANA: movimento unidirecional 
GÍNGLIMO: uniaxiais, de flexão e extensão 
SELARES: biaxiais, flexão, extensão, abdução e adução 
ELIPSÓIDES: biaxiais com plano sagital maior que o outro 
ESFERÓIDES: multiaxiais, vários eixos e rotação 
TROCÓIDES: uniaxiais, processo arredondado gira dentro de uma bainha 
 
FIBROSAS: unem os ossos 
SINDESMOSE: ligamento ou membrana fibrosa 
GONFOSE: pino em um receptáculo 
 
CARTILAGÍNEAS: hialina ou fibrocartilagem 
• SINCODROSES (primárias) 
Uniões temporárias, permitem o crescimento, de hialina. 
• SÍNFISE (secundárias) 
Fortes com fibrocartilagem, discos intervertebrais. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Tecido Cartilaginoso 
 
Avascular, matriz extracelular que possui tendência de calcificar e ossificar. 
 
PERICÔNDRIO: possui nervos, vasos linfáticos e sanguíneos. 
Rico em condrócitos, colágeno tipo 1 
 
 
CONDRÓBLASTOS: alongados e achatados, sofrem mitose e formam os 
condrócitos. 
 
 
CONDRÓCITO: células arredondadas com superfície irregular quando jovem 
Secretam colágeno tipo 2, proteoglicanos, glicoproteínas e condronectina 
 
GRUPOS ISOGÊNICOS: clones de um único condroblasto 
 
 
CRECIMENTO: 
INTERSTICIAL: a partir de condrócitos no interior da cartilagem 
APOSICIONAL: a parti de células indiferenciadas da superfície cartilaginosa ou 
pericôndrio. 
 
MATRIZ: 
Territorial: ao redor do condrócito, capsular 
Interterritorial: que envolve um grupo de condrócitos 
 
HIALINA: grande parte do esqueleto de onde vem a ossificação endocondral. 
Persistente na nasal, laríngea, costal e traqueobrônquica 
ELÁSTICA: colágeno 2 + elastina, contínua com o periôndrio 
Amarelada. 
Persistente na epiglote, na tuba auditiva, laringe 
FIBROSA: discos intervertebrais. Associada ao conjuntivo denso mas sem limites 
precisos. Filas de condrócitos.