A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
SISTEMA DE PREOCUPAÇÕES E ISOLAMENTO

Pré-visualização | Página 1 de 1

SISTEMA DE PREOCUPAÇÕES E ISOLAMENTO
· OBJETIVO: prevenir a transmissão de um microrganismo de um paciente para o outro (de forma direta ou indireta) e prevenir a transmissão de um microrganismo de um paciente para o profissional de saúde.
· Prevenção da transmissão de um microrganismo de um paciente (portador ou doente) para outro paciente de forma direta ou indireta.
· Prevenção da transmissão de um microrganismo de um paciente (portador ou doente) para o profissional de saúde.
MODOS DE TRANSMISSÃO DE MICRORGANISMO
· DIRETA:
· Contato: pele e mucosa;
· Transmissão respiratória: gotículas e aerossóis
· INDIRETA:
· Veiculo inanimado: superfícies, artigos e equipamentos. Depende da sobrevida do microrganismo
· Vetor.
APLIQUE PARA TODOS OS PACIENTES:
· Lavar as mãos antes a após contato com cada pacientes
· Usar luvas e jaleco ao contato com sague e secreções
· Óculos e mascaras se houver risco de respingos
· Descarte adequado
· Quando aplicar?
· Quando houver suspeita ou confirmação de doenças microrganismos transmitidas por contato
· Pacientes com diarreia
· Abcessos ou feridas com drenagem de secreção não contida
· Infecções respiratórias: bronquite em lactentes e crianças
· Infecção ou colonização por microrganismos multirresistentes
· Escabiose: externa ou norueguesa.
PRECAUÇÃO PADRÃO:
· Medidas aplicadas a todos pacientes independente do diagnostico. Utilizadas nas situações:
· Contato com sangue;
· Todos os fluídos corporais, secreções e excreções (exceto pus)
· Pele não íntegra
· Mucosas.
· Momentos de higienização das mãos: antes de contato com o paciente; antes da realização de procedimento asséptico; após a exposição a fluidos corporais; após contato com o paciente e após contato com o ambiente próximo ao paciente.
· EPI’s: higienização das mãos, luvas e avental; óculos e mascara; caixa perfurocortante para descartar seringas e agulhas.
PRECAUÇÃO POR CONTATO:
· Equipamento exclusivo
· Medidas aplicadas por contato direto ou indireto (pessoas, superfícies ambientais, artigos e equipamentos). Indicado em situações:
· Diarreias; escabiose; pediculose; bactérias multirresistentes e varicela.
· EPI’s: higienização das mãos, usar avental e luvas, quarto privativo (caso não seja possível, distância mínima de dois leitos), equipamentos devem ser exclusivo do paciente (termômetro, estetoscópio e esfigmomanômetro), luvas para conduzir o transporte do paciente (cadeira de rodas).
PRECAUÇÃO POR GOTÍCULAS:
· Máscara cirúrgica pra ambos pacientes só no transporte.
· Medidas aplicadas por contato próximo ao paciente (até 1m). Utilizar quando tiver suspeita ou diagnostico de doenças transmitidas por meio da fala, tosse, espirro, aspiração das vias aéreas. Seguintes doenças: caxumba; difteria; rubéola; meningite.
· EPI’s: higienização das mãos; mascara cirúrgica (profissional de saúde) e mascara comum (paciente durante o transporte) e quarto privativo (caso não seja possível, colocar em um quarto que tenham outros infectados pelo mesmo microrganismo).
PRECAUÇÃO POR AEROSSÓIS
· Quarto privativo de porta fechada; máscara N-45.
· Medidas utilizadas por transmissões que podem estar suspensa no ar, e podem ser dispersadas a longas distancias. Transmitidas por pessoas (secreções orais e nasais). Seguintes doenças: varíola, sarampo, caxumba e tuberculose pulmonar.
· EPI’s: higienização das mãos antes e depois do contato; óculos e avental (contato de sangue ou secreções); descarte adequadamente os perfurocortante; máscara PFF2 (N-95) – profissional, antes de entrar no quarto; mascara cirúrgica para o paciente no transporte e porta do quarto privativo. Sempre fechada com sistema de ventilação com pressão negativa – e trocas de ar por hora e filtro de alta eficiência.
PRECAUÇÃO CONTATO E GOTÍCULA
· Pneumonia e suspeitas de adenovírus
· Utilizar luvas e avental e mascara cirúrgica.
PRECAUÇÃO CONTATO E AEROSSÓIS
· Varíola 
· Utilizar luvas e avental e mas cara N-95 (PFF2).