A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Resumo - Vias aéreas superiores

Pré-visualização | Página 1 de 1

Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
Anatomi� da� Via�
Aérea� Superiore� 
 Funções do sistema respiratório:
➢ Ventilação
➢ Transporte/ condução
➢ Difusão = hematose (trocas gasosas
- O2 e CO2 - a nível alveolar entre
ar atmosférico e as células do corpo)
➢ Oxigenação do sangue
 divisão:
Divisão funcional:
➢ Porção condutora
➢ Porção respiratória
Divisão anatômica:
➢ Vias aéreas superiores
○ Nariz: externo e interno
(cavidade nasal)
○ Faringe
○ Laringe
➢ Vias aéreas inferiores
○ Traqueia
○ Pulmões = Brônquios +
Bronquíolos
Nariz: dividido pelo límen em:
Nariz externo:
➢ Raiz: superior (início)
➢ Dorso
➢ Ápice
➢ Base: inferior
➢ Columela: entre as narinas
➢ Narinas
➢ Asas nasais: lateral
➢ Sulco nasolabial: das asas do nariz
às columelas labiais
OBS: a parte óssea do nariz externo é
formada pelos ossos nasais e maxilas
➢ Vestíbulo nasal:
○ Faz parte do nariz externo
○ Parte de entrada para o
nariz interno
○ Formado por:
■ Narinas: orifício/
abertura
■ Vibrissas: pelos
nasais (filtração e
umidificação do ar)
■ Límen: limite
posterior do
vestíbulo nasal e
anterior da cavidade
nasal
1
Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
➢ Cartilagens nasais
○ Laterais
○ Alar maior: no ápice nasal
○ Alar menor: próxima às asas
do nariz
○ Alar acessória
○ Septal
➢ Ossos nasais:
○ Externos à cavidade nasal
○ Parede lateral
○ Divididos em:
■ Frontal (onde
encontra-se o seio
frontal)
■ Nasais
■ Lacrimais
■ Concha nasal
inferior
■ Maxila
■ Palatinos
■ Esfenoide (onde
encontra-se o seio
esfenoide)
■ Etmoide: dividido em
concha nasal superior
(limitada
superiormente pela
lâmina cribriforme) e
concha nasal média
➢ Septo nasal:
○ Por cima dos osso nasais
○ Divide a cavidade nasal em
duas metades (direita e
esquerda)
○ Dividido em:
■ Cartilagem septal
■ Vômer
■ Etmóide (lâmina
perpendicular)
2
Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
Nariz interno = Cavidade nasal
➢ Limites:
○ Anterior: límen nasal
○ Medial: septo nasal
○ Lateral: conchas nasais
○ Superior (teto): osso nasais,
frontal, etmóide e esfenóide
○ Inferior (assoalho): ossos
maxilares e palatinos
○ OBS: a cavidade nasal não
possui parede posterior, mas
existem dois orifícios que
são as coanas
➢ Límen: limite anterior
➢ Área de Kissekbach: primeira parte
do nariz interno logo depois do límen
➢ Concha nasal superior
➢ CN média
➢ CN inferior
➢ Coanas: comunicação da cavidade
nasal com a nasofaringe
➢ Recesso esfenoetmoidal: recebe
drenagem do seio esfenoidal
➢ Meatos: recebem drenagem de
vários seios e fazem o escoamento
para estruturas posteriores
○ Meato nasal superior:
recebe drenagem das células
etmoidais posteriores
○ MN médio: recebe
drenagem
■ Bulha etmoidal:
● Células
etmoidais
médias
■ Hiato semilunar:
● Células
etmoidais
anteriores
● Seios
maxilares (D
e E)
● Seio frontal
(drena líq.
através do
ducto
frontonasal)
○ MN inferior: recebe
drenagem do ducto
nasolacrimal
3
Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
➢ OBS: Sinusite = inflamação dos
seios nasais, não permite a drenagem
Vascularização nasal:
➢ Irrigação
➢ Na Área de Kisselbach ocorre a
confluência de vasos sanguíneos
podendo gerar sangramento em caso
de irritabilidade ou trauma
(epistaxe)
➢ Drenagem para:
○ Seio cavernoso (através das
veias etmoidais)
○ Plexo pterigoide (através da
veia esfenopalatina)
○ Veia facial (Veias labiais
superiores)
4
Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
Inervação nasal:
➢ Nervo nasopalatino
➢ Bulbo do nervo olfatório
➢ Nervos palatinos maior e menor:
conchas nasais
➢ Nervo etmoidal anterior: parte
anterior
Seios paranasais:
➢ Seio frontal: drena pro meato nasal
médio, através do hiato semilunar
➢ Seios maxilares: drena pro meato
nasal médio, através do hiato
semilunar
➢ Seios etmoidais/ células etmoidais
(A, M e P):
○ Anterior: drena para o
meato nasal médio, através
do hiato semilunar
○ Médio: drena para o meato
nasal médio, através da bolha
etmoidal
○ Posterior: drena para o
meato nasal superior
➢ Seio esfenoidal: próximo aos seios
etmoidais
Faringe:
➢ Divisão: três porções
○ Nasofaringe
○ Orofaringe
○ Laringofaringe (ou
hipofaringe)
➢ Limites:
○ Nasofaringe:
■ Superior: Coanas
■ Inferior: hiato
faríngeo
○ Orofaringe:
5
Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
■ Superior: hiato
faríngeo
■ Inferior: margem
superior da epiglote
○ Laringofaringe:
■ Superior: margem
superior da
cartilagem epiglótica
■ Inferior: margem
inferior da
cartilagem cricóide
Nasofaringe:
➢ Óstio faríngeo da tuba auditiva:
comunica a via aérea superior com a
via auditiva
○ Superior: toro tubal
○ Anterior: prega
salpingopalatina
○ Posterior: prega
salpingofaríngea
➢ Recesso faríngeo: depressão
posterior à prega salpingofaríngea
➢ Tonsilas faríngeas: parede
posterior da faringe
○ Adenóide: crescimento das
tonsilas faríngeas
➢ Hiato faríngeo: estreitamento
○ Limite inferior
○ Comunica-se com a
orofaringe
Orofaringe:
➢ Úvula: projeção do palato mole
○ Arco palatoglosso:
■ Prega que vai do
palato mole à língua
■ Formado pelo
músculo palatoglosso
○ Arco palatofaríngeo:
■ Prega que vai do
palato mole à
orofaringe
■ Formado pelo
músculo
palatofaríngeo
➢ Cavidade tonsilar: é onde se aloja a
tonsila palatina, entre os arcos
palatoglosso e palatofaríngeo
➢ Tonsilas palatinas: são as amígdalas
➢ Istmo das fauces: é uma abertura
limitada formada pelos arcos
palatoglosso e palatofaríngeo
○ Região de transição entre a
cavidade oral e a orofaringe
○ Limitado superiormente pela
úvula, inferiormente pela
língua e lateralmente pelos
arcos palatoglossos
6
Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
➢ Classificação de Mallampati:
Laringofaringe: ou hipofaringe
➢ Recesso piriforme: direito e
esquerdo
○ Situados ao lado do Ádito da
laringe
○ Possível ponto de engasgo
➢ Proeminência sobre a cartilagem
cricóide
➢ Prega ariepiglótica
➢ Incisura interaritenoide
➢ Tubérculos cuneiforme e
corniculado
○ Um de cada lado
Laringe:
➢ Da margem superior da cartilagem
epiglote até a margem inferior da
cartilagem cricóide
➢ Vestíbulo da laringe
➢ Prega vestibular: superior
➢ Ventrículo da laringe: logo abaixo
do ádito (abertura) da laringe
➢ Prega vocal: inferior
➢ Cavidade infraglótica: até a
margem inferior da cartilagem
cricóide
7
Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
Cartilagens, ossos e membranas:
➢ Cartilagens ímpares:
○ Epiglote: presa ao ádito
(abertura) da laringe.
Durante a alimentação
obstrui a via aérea
○ Cartilagem tireóide
○ Cartilagem cricóide: separa
via aérea superior da via
aérea inferior
➢ Cartilagens pares:
○ Cartilagem corniculada
○ Cartilagem aritenóide
○ Cartilagem cuneiforme
➢ Membrana tireo-hióidea: entre o
osso hióide e a cartilagem tireóide
➢ Membrana cricotireoidea: onde
acontece a cricotireóidostomia
(perfuração + tubo em caso de
dificuldade de intubação)
➢ Osso hióide
➢ Ligamento vocal
Ádito da laringe: entrada da laringe
➢ Epiglote
➢ Prega ariepiglótica
➢ Incisura interaritenóide
➢ Tubérculos cuneiforme e corniculado
8
Letícia Silvério Medicina CESMAC P2
Imagens: Anatomia Aplicada
@anato.aplicada
9