A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Primeiros Socorros - Cães e Gatos I

Pré-visualização | Página 1 de 2

- Primeir�� Socorr��: Cãe� � Gat�� I -
O que são os Primeiros Socorros?
São os cuidados imediatos a serem
prestados para uma vítima de um
acidente ou mal súbito onde a
vítima se encontra em perigo de
vida.
Qual o objetivo dos Primeiros
Socorros?
O objetivo é manter as funções
vitais básicas da vida da pessoa e
evitar o agravamento de sua
condição atual, para isso é
necessário a realização de
procedimentos e medidas para que
chegue a assistência médica
qualificada, no nosso caso um
médico veterinário.
Quem pode prestar atendimento
nos Primeiros Socorros?
Todas as pessoas que possuam um
treinamento, sejam eles estudantes
de medicina veterinária, auxiliares,
técnicos e até mesmo os médicos
veterinários.
Quais as qualidades necessárias
para prestar Primeiros Socorros?
Todos aqueles que possuem calma,
serenidade, paciência, confiança e
conhecimento podem ser treinados
para realizar os Primeiros Socorros.
Posso prestar Primeiros Socorros
sem fazer um curso?
Não, o ideal é você fazer um curso,
estudar e saber todas as
consequências do que você pode
ou não realizar nos atendimentos
de ajuda inicial.
Vamos então revisar os
conceitos e aprender um pouco
mais sobre os primeiros socorros
nos animais domésticos?
Os acidentes com cães e
gatos são extremamente
frequentes na rotina.
Atropelamentos, quedas, lesões por
objetos pontiagudos e cortantes,
queimaduras, produtos tóxicos e
diversas outras situações são
comuns nos acidentes com os
animais de pequeno porte.
Devemos ter em mente que
assim como crianças e idosos que
possuem maior probabilidade de se
envolver com pequenos e grandes
acidentes, os animais possuem
uma propensão de acidentes ainda
maior, por não terem consciência
do que pode ou não trazer risco de
vida.
O atendimento inicial muitas
vezes pode salvar a vida do animal
acidentado.
@VeterinariaAndress�
1
- Primeir�� Socorr��: Cãe� � Gat�� I -
2) Emergências e Urgências
Para início de estudos é
necessário saber a diferença entre
Emergências e Urgências. Ambas
as palavras podem ser confundidas
nos atendimentos, sua classificação
correta é essencial para realizar o
devido atendimento necessário e
conseguir categorizar o que oferece
mais risco de vida.
Emergência: necessitam das ações
imediatas, o animal corre risco de
vida se nenhuma atitude for
tomada no momento do acidente,
nem sempre existe tempo para
aguardar a chegada de um Médico
Veterinário no local.
São exemplos de Emergência:
parada cardíaca, parada
respiratória, envenenamento,
afogamento, choque elétrico entre
outras situações.
Urgência: são os casos que
possuem menor gravidade e não
oferecem risco iminente à vida do
paciente. O socorrista pode realizar
procedimentos para que a situação
do animal se agrave até a chegada
do Médico Veterinário.
São exemplos de urgência:
convulsões, vômitos, diarréias,
fraturas, etc.
O socorrista precisa ter em
mente que nem sempre as ações
de primeiros socorros podem salvar
a vida do animal acidentado.
A calma é uma virtude
necessária, o socorrista precisa ter
um controle da situação e das
pessoas ao seu redor, a consciência
de seus atos precisa estar clara, a
gravidade e a possibilidade do
óbito são situações que precisam
estar claras na mente do socorrista.
Infelizmente o óbito pode
acontecer em seu atendimento, é
preciso ter calma e saber que o que
foi possível a ser feito você realizou.
Não devemos sentir culpa, remorso
ou frustração, salvar vidas não é
uma ciência exata, nem sempre
conseguimos os resultados
desejados. O importante é saber
que sua parte foi feita e que sem o
seu auxílio o animal não teria
chance alguma de tentar
sobreviver.
@VeterinariaAndress�
2
- Primeir�� Socorr��: Cãe� � Gat�� I -
3) Caixa de Primeiros Socorros
Para ter um atendimento de
Primeiros socorros é ideal ter uma
caixa com alguns instrumentos e
insumos que podem te auxiliar a
ajudar o paciente. O ideal é ter
pequenos kits em bolsas, malas e
locais de trabalho para que você
sempre tenha em mãos pequenos
utensílios para te ajudar no dia a
dia. É extremamente importante
ter um número de um médico
veterinário qualificado para te
prestar o suporte por telefone caso
necessário e avisar sobre o
encaminhamento do animal em
risco.
Os Primeiros Socorros só são
efetivos se os cuidados posteriores
forem prestados por profissionais
qualificados. Tenha números de
ambulâncias e profissionais
disponíveis para auxiliar no
posterior.
Lembre-se: um acidente não
escolhe dia, horário e nem local,
tenha sempre um kit para poder
ajudar uma vida.
Lista Básica:
- COMPRESSAS DE GAZE
ESTÉRIL
- ESPARADRAPO E FITA
MICROPORE
- TESOURAS COM PONTAS
ARREDONDADAS
- ANTISSÉPTICOS
- SORO FISIOLÓICO
- POMADAS
- LUVAS DE PROCEDIMENTO
- TÊRMOMETRO
- PINÇA (ANATÔMICA E DENTE
DE RATO)
- ÁLCOOL
- LANTERNA
- TOALHAS LIMPAS
- CARVÃO ATIVADO
- SERINGAS
- PÓ HEMOSTÁTICO
- MANTAS TÉRMICAS
@VeterinariaAndress�
3
- Primeir�� Socorr��: Cãe� � Gat�� I -
- ESTETOSCÓPIO
- FOCINHEIRAS
- BOLSA TÉRMICA
- COLAR ELISABETANO
- FITA CREPE
- PANOS LIMPOS
- PLÁSTICO FILME EM ROLO
- ALGODÃO
- ÁGUA OXIGENADA
- POTE COLETOR
- BARBANTE
- FAIXAS (TALAS)
- CADERNO COM TELEFONES
ÚTEIS DE CLÍNICAS E
VETERINÁRIOS
Você pode organizar todo o
material em uma maleta ou em
pequenos kits. Lembre-se de repor
todos os materiais conforme for
utilizando.
Você pode inclusive adicionar
itens que estão fora dessa lista,
Médicos Veterinários podem te
auxiliar a complementar sua
maleta de Primeiros Socorros.
@VeterinariaAndress�
4
- Primeir�� Socorr��: Cãe� � Gat�� I -
4) Triagem
Para dar início aos primeiros
socorros o socorrista necessita
realizar um checklist sobre a
situação do animal acidentado,
podemos considerar esse check-list
como uma triagem.
Durante a triagem devemos
perceber todos os elementos do
ambiente do acidente e
principalmente o nível de
complexidade do animal.
No momento da triagem
devemos classificar o acidente
como Emergência ou Urgência.
Em caso de mais de um
animal acidentado, organize em
setores o local colocando os
animais em situação crítica no
mesmo local. Peça ajuda a outras
pessoas e comande uma equipe
para dar suporte e ajudar todos.
O socorrista precisa ter o
espírito de liderança, quanto mais
suporte você tiver, melhores são as
chances de salvar mais de um
animal em um acidente de grande
porte.
Oriente as pessoas a
seguirem suas orientações. Passe
calma, tranquilidade e tenha a
situação no seu controle. Liderar
não é uma tarefa fácil, mas quando
uma vida está em risco devemos
unir nossas forças e superar os
obstáculos.
@VeterinariaAndress�
5
- Primeir�� Socorr��: Cãe� � Gat�� I -
5) Conhecendo o ABCD do
Trauma
- O que é o ABCD?
O ABCD são siglas importantes
para auxiliar a de primeiro
momento identificar o trauma
ocorrido no acidente. Cada letra é a
inicial de uma das vias que você
deve verificar.
1) Letra A: Air
As vias aéreas devem ser
checadas de primeiro momento, é
necessário verificar se o animal está
com a passagem de ar disponível.
Podemos realizar diferentes
manobras e manejos de acordo
com cada situação.
Se o acidente ocorrer em
uma via pública, em um local que
não tenha estrutura, você precisa
verificar se o animal está com
alguma obstrução em sua boca.
Muitas vezes a falta de ar pode ser
causada por algum objeto na boca
do animal. Use lanterna para
verificar a integridade das vias
áreas
2) Letra B: Breathing
Observe a respiração do
animal, os movimentos do tórax
podem indicar se a respiração está
ocorrendo de forma normal ou
prejudicada.
Verifique se existe algum
objeto pontiagudo no tórax do
animal, NÃO REMOVA CASO
LOCALIZE.
Utilize seu estetoscópio para
realizar uma ausculta, tente
identificar possíveis alterações.
3) Letra C: Circulation
A circulação de sangue é um
ponto muito importante para se
observar no acidente, a coloração
das mucosas são importantes para
ter uma parâmetro de como está
por dentro o animal.
Devemos também levar em
consideração a presença de
hemorragias.
Verifique a pressão do pulso
arterial do paciente.