A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Hemocitopoese (Cap. 13 - Junqueira e Carneiro 13ª ed.)

Pré-visualização | Página 3 de 3

basófilo, podendo conter granulações azurófilas. Sua 
cromatina é condensada, porém menos do que nos 
linfócitos. Os nucléolos são facilmente visíveis devido à 
condensação da cromatina. Dá origem diretamente ao 
linfócito circulante; 
 
OBS.: A proliferação neoplásica de células 
precursoras dos leucócitos constitui as leucemias. 
As leucemias mais comuns, de acordo com sua 
origem, podem ser linfocíticas, quando originadas 
da linhagem linfoide; granulocíticas, originadas da 
linhagem dos leucócitos granulócitos; e 
monocíticas, originadas dos precursores dos 
monócitos. 
 
 Monócitos: 
- Ao contrário dos granulócitos, que são células 
diferenciadas e terminais, as quais não mais se dividem, 
os monócitos são células intermediárias, destinadas a 
formar os macrófagos dos tecidos; 
- Sua origem é a células mieloide multipotente que origina 
todos os outros leucócitos, exceto os linfócitos; 
- A células mais jovem da linhagem é o promonócito, 
encontrado somente na medula óssea, idêntica 
morfologicamente ao mieloblasto; 
- O promonócito tem cromatina delicada, e o citoplasma 
basófilo, com complexo de Golgi grande e retículo 
endoplasmático desenvolvido. Mostra também numerosos 
grânulos azurófilos finos (lisossomos); 
Eduarda Lima (UFCA – T31) 
 
- Dividem-se 2 vezes e se transformam em monócitos 
que passam para o sangue, no qual permanecem cerca 
de 8 horas; 
- Depois, migram para o tecido conjuntivo, atravessando 
a parede das vênulas e dos capilares, e se diferenciam 
em macrófagos. 
 
Origem das Plaquetas 
- São corpúsculos anucleados com papéis relevantes em 
hemostasia, trombose, inflamação e biologia vascular; 
- Se originam na medula óssea vermelha, pela 
fragmentação do citoplasma dos megacariócitos, os 
quais, formam-se pela diferenciação dos 
megacarioblastos; 
- O megacarioblasto tem núcleo grande, oval ou em forma 
de rim, com numerosos nucléolos. O núcleo é poliploide, 
contendo até 30 vezes a quantidade normal de DNA, e o 
citoplasma é homogêneo e intensamente basófilo; 
- O megacariócito tem núcleo irregularmente lobulado e 
cromatina grosseira, sem nucléolos visíveis nos 
esfregaços. O citoplasma é abundante e levemente 
basófilo. Contém numerosas granulações que ocupam, às 
vezes, a maior parte do citoplasma, as quais formam os 
cromômeros das plaquetas; 
- Durante a maturação do megacariócito aparecem 
grânulos citoplasmáticos, delimitados por membrana; 
- Esses se formam no complexo de golgi e depois se 
distribuem por todo o citoplasma; 
- São precursores do hialômero das plaquetas e contêm 
diversas substâncias biologicamente ativas, como alguns 
fatores de crescimento; 
- Com o amadurecimento do megacariócitos, ocorre 
também um aumento na quantidade de membranas lisas, 
que vão formar os canais de demarcação. Essas 
membranas acabam fluindo, dando origem à membrana 
das plaquetas; 
- Os megacariócitos são adjacentes aos capilares 
sinusoides, o que facilita a liberação das plaquetas para o 
sangue.