A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Prova Políticas Sociais - Família, Criança, Adolescente, Idoso e Pessoa com Deficiência (SES27)

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	Políticas Sociais - Família, Criança, Adolescente, Idoso e Pessoa com Deficiência (SES27)
	Avaliação:
	Avaliação I - Individual Semipresencial ( Cod.:639463) ( peso.:1,50)
	Prova:
	20584994
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	No momento da separação, os pares podem divergir em alguns aspectos, como danos financeiros, afetivos dos descendentes ou convivência familiar ou comunitária. Nessa situação, ocorre a separação na modalidade de litígio, quando não há a concordância de uma das partes no acordo instituído durante o divórcio. Esse tipo de separação pode ocorrer de três maneiras: separação sanção, separação falência e separação remédio. Sobre as três maneiras de separação na modalidade litígio, analise as seguintes sentenças:
I- Na separação sanção, um dos cônjuges apresenta conduta inadequada.
II- Na separação remédio, um dos cônjuges é acometido por uma doença mental grave, surgida após o casamento.
III- Na separação falência, os pares já permanecem afastados durante um ano, o que comprova o insucesso da vida conjugal.
IV- Na separação consensual, o divórcio ocorre com o consentimento de ambas as partes envolvidas.
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças III e IV estão corretas.
	 b)
	As sentenças II, III e IV estão corretas.
	 c)
	As sentenças I e IV estão corretas.
	 d)
	As sentenças I, II e III estão corretas.
	2.
	A constituição de família na sociedade ainda é bastante questionada, principalmente pelas pessoas mais tradicionalistas e conservadoras, pois as novas configurações tendem a aceitar novos membros em suas constituições. A partir desse pressuposto, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Família consanguínea.
II- Família punaluana.
III- Família sindiásmica.
IV- Família monogâmica.
(    ) Nessa configuração de família, o homem é a figura que centraliza o poder, enquanto a mulher tem a figura de proteção. 
(    ) Essa configuração de família aceita naturalmente o relacionamento entre parentes. 
(    ) Essa configuração de família possibilita o início da miscigenação e o casamento de pessoas de grupos diferentes. 
(    ) Essa configuração de família aceita a poligamia do sexo masculino. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	I - II - III - IV.
	 b)
	III - I - IV - II.
	 c)
	IV - I - II - III.
	 d)
	II - IV - I - III.
	3.
	A formação de novas configurações sociais levou à alteração e a ampliação no conceito de família. Entre as relações sociais que exercem influência sobre a compreensão de família, está a internacionalização dos Direitos Humanos como normas de direitos internos. Com essas mudanças, novas dinâmicas como a igualdade de gênero, a democratização das uniões livres e da uniões homoafetivas passam a fazer parte dos contextos familiares. Partindo dessas transformações e das novas configurações familiares, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Família natural.
II- União estável.
III- Casamento.
IV- Famílias modernas.
(    ) Família em que o genitor deixa de ser o único provedor do lar e as decisões são compartilhadas entre os integrantes da casa.
(    ) Resultado da constituição de uma entidade familiar através de uma relação afetiva e amorosa de uma família.
(    ) A família é identificada pela formação de laços sanguíneos formada por pais e filhos.
(    ) Configura o contrato de direito da família, a fim de regular as relações sexuais, cuidado da prole e mútua assistência.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	IV - II - I - III.
	 b)
	I - IV - II - III.
	 c)
	III - I - II - IV.
	 d)
	III - IV - I - II.
	4.
	No processo de desenvolvimento da sociedade, novas formas de pensar, viver, agir e de se relacionar entre as pessoas configura uma forma moderna e atual de evolução de nossa espécie. Na sociedade, temos que nos relacionar de forma coerente e respeitosa diante de múltiplas formas de configuração, objetivando assim uma boa convivência para o bem e a felicidade da família. Desta forma, analise as sentenças a seguir:
I- Na configuração de família punaluana, que não consideramos similar à família consanguínea, por um período, os casamentos foram sendo desautorizados, e tudo seguia pela mulher sua descendência. 
II- A união, os casamentos entre a consanguinidade reta vêm se tornando uma prátia aceitável, porém percebe-se que a prática sexual entre outras configurações passa a ser questionável para garantir o bem comum.
III- A família sindiásmica configura-se na organização de grupo, em que predomina a figura masculina  com mais de uma esposa, mas apenas uma que regula e gerencia a relação. 
IV- Na configuração monogâmica, a família passa a se consolidar numa unidade forte, com a figura da mulher respeitada e privilegiada e sua principal característica é a divisão de bens entre sua descendência.  
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	As sentenças II e IV estão corretas.
	 b)
	Somente a sentença I está correta.
	 c)
	As sentenças I, III e IV estão corretas.
	 d)
	As sentenças III e IV estão corretas.
	5.
	Ao falarmos de família, hoje, temos uma dimensão ampliada sobre determinados conceitos, pois dependendo de sua estrutura podem existir vários significados, conforme o que se pretende compreender. A noção de família tradicional representa, nesse contexto, um desafio para a compreensão das diferentes formas pelas quais a interação familiar ocorre nos grupos humanos. Por esta razão, é fundamental compreender os diversos laços que compõem a constituição de uma família. Diante deste contexto, analise as sentenças a seguir:
I- Família é um grupo composto por pessoas conectadas por laços de parentescos, com dependência financeira, morando no mesmo espaço domiciliar.
II- Não podemos considerar como composição de família uma pessoa que reside sozinha, denominada de família unipessoal. 
III- No desenvolvimento da humanidade, na contemporaneidade, nos deparamos com o surgimento de novas categorias de família, que levam a uma convivência de respeito e diversidade.
IV- Dentro dessas novas configurações de família, podemos destacar a família consanguínea, que consideramos a base da família pautada na relação biológica. 
V-  A família consanguínea, na contemporaneidade, esta ainda bastante evidente, como no passado, onde os casamentos entre parentes e irmãos eram comum, a fim de assegurar o patrimônio da família patriarcal.  
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças II e IV e V estão corretas.
	 b)
	As sentenças I, III e V estão corretas.
	 c)
	Somente a sentença I está correta.
	 d)
	As sentenças I, II , III  e IV estão corretas.
	6.
	Reconhecemos que, no contexto histórico da espécie humana, nos deparamos com momentos bastante fragilizados no que se refere à questão do relacionamento sexual entre relações de afinidade e parentesco. Essa prática, nos moldes da época, não era condenada, pois beneficiava a reprodução da espécie dando continuidade aos hábitos e costumes do grupo. Com relação às categorias de família, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A configuração de família monogâmica se consolida numa unidade social sólida, em que as atribuições da figura feminina são caracterizadas pela submissão sem se importar com a continuação do grupo familiar.
	 b)
	Na família sindiásmica, o casamento passou a não ser mais caracterizado pelo poder e submissão.
	 c)
	A família punaluana, que não substitui a família consanguínea, vê com cautela todo relacionamento entre parentes.
	 d)
	A família consanguínea, na contemporaneidade, vê a relação de ciúme e incesto como uma questão diretamente moral.
	7.
	A união entre duas pessoas denominada casamento não é mais uma prioridade ou mesmo necessidade cultural, pois a sociedade não atribui obrigatoriedade a esta união como única. Hoje já contamos com outras formas de união, como a união estável e a união homoafetiva, que passaram a ser bastante