A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Recurso Ordinário Constitucional

Pré-visualização | Página 1 de 1

@dicasjuridicas.val 
Recurso ordinário constitucional. 
Será recurso ordinário excepcional em que raríssimas exceções proporcionará o duplo 
grau de jurisdição em mandado de segurança de competência originária. 
Tem seu cabimento na Constituição Federal Art. 102 II, A, CF e art. 105 II, B e C, CF. 
O código de processo tributário só regula o processo. 
ATENÇÃO: só irei utilizar quando o mandado de segurança for DENEGADO, ou 
EXTINTO. 
Quando vou utilizar o R.O.C 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aspectos processuais: 
Sinônimo de apelação (mesmos aspectos da apelação) 
Prazo: Art. 1003 §5 CPC 212/219 CPC 
Preparo: Art. 1007 CPC 
Não tem efeito suspensivo: Art. 995 § único CPC. 
Será interposto: 
 
 
 
Quando houver decisão denegatória de mandado de 
segurança impetrado originariamente no STJ 
 
R.O.C para o STJ. 
 
R.O.C para o STF. 
 
Quando for 
questionar ao de 
ministro da fazenda. 
 
Art. 102 II, A, CF. 
Quando houver decisão denegatória de mandado de 
segurança impetrado originariamente no TJ no TRF 
 
Art. 102 II, B e C, CF. 
Quando houver sentença na justiça federal de causa 
que venha organismo internacional x município ou 
pessoa física. 
 
Quando for questionar ao 
de governador ou 
secretário. 
 
STJ 
Folha de rosto : TJ 
Folha das razões: STJ. 
 
STF 
Folha de rosto : STJ 
Folha das razões: STF. 
 
@dicasjuridicas.val 
 
Estrutura. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Folha de rosto (não escreve isso) 
Endereçamento: 
Art. 102 II, A, CF: Douto Presidente ou vice presidente do STJ. 
Art. 105 II, B e C CF: Douto Presidente ou vice presidente do TJ do 
Estado.... 
Art. 105 II, B e C CF: Douto Juízo Federal Da ... Vara 
Autos do processo nº .... 
Qualificação do Recorrente. 319 II CPC 
Fundamento da Peça 
Art. 102 II, A, CF 
Art. 105 II B e C CF 
Nome da Peça . 
Interpor >Recurso ordinário constitucional 
 
Em face da decisão proferida nos autor do processo nº ... em que litiga contra o 
Qualificação do agravado (ente competente) Art. 319 I, CPC neste ato 
representado por seu representante legal Art. 75 CPC. 
 
Pedidos. 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
 
Razões Recursais. 
STF ou STJ 
Douto desembargadores 
Ilustre Relator 
 
Cabimento, tempestividade e preparo . 
Art. 102 II, A, CF 
Art. 105 II B e C CF 
Art. 1027 CPC 
Art. 1003 §5 CPC, 212/219 CPC 
Art. 1007 CPC 
Fatos 
Razões de reforma (porque não pode julgar de forma monocrática.) 
 
Pedidos 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
 
A) Admissibilidade do recurso visto que é 
tempestivo. 
B) julgamento monocrático. 
C) custas 
D) que o recurso seja PROVIDO. 
 
A) Intimação da parte para contrarrazoar. Art. 1028 §3 
CPC 
B) Recurso seja enviado para o tribunal superior. Art. 
1028 §3 CPC 
 
@dicasjuridicas.val 
Peças Processuais 
Exame XXVIII 2018 
A sociedade empresária Sigma S/A, concessionária de serviço público de telefonia, foi autuada 
pelo Fisco do Estado X, em 31/07/2017, por não recolher ICMS sobre operações de habilitação 
de telefone celular ocorridas de janeiro a junho de 2010, sendo-lhe dado prazo de trinta dias 
para pagamento do débito tributário. Inconformada com a exigência, a sociedade resolve 
primeiro tentar desconstituir tal autuação na via administrativa, recorrendo ao Conselho de 
Contribuintes do Estado X. Nesse órgão colegiado administrativo, o recurso da sociedade tem 
seu provimento negado. Irresignada, a sociedade empresária interpõe recurso hierárquico ao 
Secretário Estadual de Fazenda, conforme permitia a legislação do Estado X. O Secretário de 
Fazenda nega provimento ao recurso, mantendo a exigência de cobrança do tributo. Esgotada 
a via administrativa, a empresa imediatamente ingressa em juízo com mandado de segurança 
de competência originária do Tribunal de Justiça local contra o ato do Secretário Estadual, nos 
termos do estabelecido pela Constituição do Estado X. Julgado o mandamus pelo Tribunal de 
Justiça local, a ordem é denegada e a empresa é condenada em honorários sucumbenciais em 
favor da Fazenda Pública estadual. Diante desse cenário, sete dias úteis após a intimação 
dessa decisão, como advogado(a) da sociedade empresária Sigma S/A, redija a medida judicial 
adequada para tutela dos interesses do contribuinte no bojo desse mesmo processo. (Valor: 
5,00) Obs.: a peça deve abranger todos os fundamentos de Direito que possam ser utilizados 
para dar respaldo à pretensão. A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não 
confere pontuação. 
 Endereçamento: Douto Presidente ou Vice 
Presidente do Tribunal de Justiça do Estado X 
Autos do processo nº .... 
Qualificação do Recorrente. Sociedade Sigma S/A 
Fundamento da Peça Art. 102 II, A, CF Art. 105 II B 
e C CF 
Interpor Recurso ordinário 
constitucional 
 
Em face da decisão proferida nos autor do processo 
nº ... em que litiga contra o Estado X Art. 319 I, CPC 
neste ato representado por seu representante legal 
Art. 75 CPC. 
 
Pedidos. 
A intimação do recorrido, para, querendo, 
apresentar contrarrazões nos termos do Art. 1.028, 
§ 2º, c/c. o Art. 183, caput, ambos do CPC 
 Que o recurso seja remetido ao STJ, 
independentemente de juízo de admissibilidade nos 
termos do Art. 1.028, § 3º, do CPC 
 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
 
Razões Recursais. 
Superior Tribunal de Justiça 
Douto desembargadores 
Ilustre Relator 
Cabimento, tempestividade e preparo . 
Art. 102 II, A, CF Art. 105 II B e C CF 
Art. 1027 CPC Art. 1003 §5 CPC, 212/219 
CPC Art. 1007 CPC 
Fatos 
Razões de reforma 
A habilitação do celular não é fato gerador do ICMS 
porque os serviços de comunicação somente se 
configuram quando um terceiro, mediante prestação 
onerosa, mantém interlocutores (emissor/receptor) 
em contato OU porque é mera atividade preparatória 
ao serviço de comunicação por telefonia móvel – 
mas não serviço de comunicação em si nos termos 
da Súmula 350 do STJ 
A possibilidade de constituir os pretensos créditos 
tributários já foi alcançada pela decadência nos 
termos do Art. 173, inciso I, OU do Art. 150, § 4º, 
ambos do CTN 
Não é devida a condenação em honorários de 
sucumbência, pois o rito especial do Mandado de 
Segurança os exclui nos termos do Art. 25 da Lei nº 
12.016/09 OU da Súmula 512 do STF OU Súmula 
105 do STJ 
Pedidos 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
A) Admissibilidade do recurso 
visto que é tempestivo. 
B) julgamento monocrático. 
C) custas 
D) que o recurso seja 
PROVIDO.