A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Agravo de instrumento

Pré-visualização | Página 1 de 3

@dicasjuridicas.val 
Agravo de instrumento. 
É o recurso cabível para que a parte venha a manifestar discordância de decisão 
interlocutória. 
Artigo 1015 do CPC trás o rol de possibilidades para o agravo de instrumento, ou seja o rol 
é taxativo. 
Artigo 1009 §1º do CPC expõe que não as situações em que não caberá agravo de 
instrumento e for uma decisão interlocutória deverão ser alegadas em preliminar de apelação. 
 
 
 
 
Quais as decisões que serão desafiadas por agravo de instrumento em sede de direito 
tributário? 
 Decisão proferida em 1 grau que julgue um pedido. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aspectos processuais do agravo de instrumento 
Art. 1015 CPC até 1020 CPC 
Cabimento: artigo 1015 e os incisos. 
Prazo: 15 dias uteis, artigo 1003§5 e 212/219 todos do CPC 
Custas: artigo 1007 CPC 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Mitigação do art. 1015 CPC 
 
STJ, pode utilizar ser houver perigo de dano e urgência 
 
Deferimento/Indeferimento de tutela provisória. 
 
Incidente de desconsideração da personalidade jurídica. 
 
Concessão/ Revogação do efeito suspensivo nos embargos. 
 
Outros casos previstos em lei 
 
Ex: indeferimento/deferimento da liminar em M.S 
 
Toda decisão interlocutória proferida em execução fiscal. 
 
@dicasjuridicas.val 
Para onde será dirigido ? 
Juízo Estadual: Douto Desembargador Presidente do Tribunal de Justiça do Estado ..... 
Juízo Federal: Doutro Desembargador Presidente do Tribunal Regional Federal da .... 
Região 
A interposição de agravo de instrumento suspende os efeitos da decisão interlocutória? 
Não, efeito suspensivo não é automático. 
 
Como faz para suspender? 
Tem que pedir a concessão do efeito suspensivo. 
Art. 995§único cumulado com o 1019 I ambos do CPC. 
 
 
 
 
Se eu não quiser suspender os efeitos da decisão, posso pedir liminarmente a antecipação 
da tutela recursal, previsto no artigo 995 §único. 
 Quando o agravante não puder aguardar o julgamento do agravo em razão de 
urgência. 
Casos mais comuns de agravo de instrumento 
 Deferimento / indeferimento de tutela provisória/liminar. 
 
 Concessão ou modificação do efeito suspensivo nos embargos. 
 
 
 Dentro da execução fiscal 
 Indeferimento da EPE: não acolhimento 
 Redirecionamento de execução fiscal contra sócio e o enunciado peça recurso 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Probabilidade do provimento do recurso. 
 
Risco de dano. 
 
@dicasjuridicas.val 
Estrutura. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Peças Processuais 
 
Endereçamento: 
Artigo. 1016 CPC 
Douto Desembargador Presidente do Tribunal de Justiça do Estado .... 
Douto Desembargador Presidente do Tribunal Regional Federal da .... Região 
Autos do processo nº .... 
Qualificação do Agravante. 319 II CPC 
Fundamento da Peça 
Artigo 1015 CPC 
Nome da Peça . 
Interpor >Recurso de agravo de instrumento. 
 
Em face da decisão proferida nos autor do processo nº ... em que litiga contra o Qualificação do 
agravado. (ente competente) Art. 319 I, CPC neste ato representado por seu representante 
legal Art. 75 CPC. 
 
Cabimento . 
Art. 1015 CPC.. 
Tempestividade e preparo. 
Art. 1003 §5 CPC, 212/219 CPC 
Art. 1007 CPC. 
Peças obrigatórias e nome e endereço dos advogados. 
Art. 1017 I CPC 
Art. 1016 IV CPC 
Do conhecimento do juízo de primeiro grau. 
Art. 1018 §2 e §3 CPC 
Fatos 
Razões de reforma 
 
Da concessão do efeito suspensivo. 
Art. 995 § único CPC 
Art. 919 I CPC 
 
Pedidos 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
 
A) Conceder o efeito suspensivo/antecipação de tutela; 
B) Admissibilidade o recurso, preenchidos os requisitos, 
preparo e tempestividade 
C) Intimar parte contraria art 1019 II CPC 
D) Intimar MP art. 1019 III CPC 
E) PROVIMENTO do recurso para MODIFICAR a 
decisão 
F) Custas + Honorários 
 
@dicasjuridicas.val 
Exame VIII 2012 
A Construtora Segura Ltda. está sendo executada pela Fazenda Pública Municipal. Entretanto, a 
empresa havia proposto uma ação de consignação em pagamento, com relação ao mesmo 
débito apontado na CDA que dá fundamento à execução fiscal, tendo obtido ganho de causa, 
sendo certo que a sentença transitou em julgado. Ocorre que a Fazenda Municipal, ao invés de 
levantar os valores consignados, permitindo a baixa do feito, propôs a execução, mesmo já 
tendo ocorrido a baixa da inscrição do débito na Dívida Ativa Municipal, determinada pela 
sentença na consignatória, que deu por cumprida a obrigação fiscal da empresa. A Construtora 
Segura Ltda., expert na matéria, ingressou com exceção de pré-executividade, que foi 
liminarmente rejeitada, entendendo o Juiz que o tema deveria ser tratado em sede de embargos, 
após a segurança do Juízo. Prepare o recurso cabível da decisão que rejeitou a exceção de pré-
executividade, fundamentando-o de forma completa, registrando toda a matéria de direito 
processual e material pertinente. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Endereçamento: Douto Desembargador Presidente do 
Tribunal de Justiça do Estado .... 
Autos do processo nº .... 
Qualificação do Agravante. Construtora de Seguros 
LTDA .319 II CPC 
Fundamento da Peça 
Artigo 1015 CPC 
Nome da Peça . 
Interpor >Recurso de agravo de 
instrumento. 
 
Em face da decisão proferida nos autor do processo nº ... 
em que litiga contra a Fazenda Nacional Art.. 319 I, CPC 
neste ato representado por seu representante legal Art. 
75 CPC. 
 
Cabimento . 
Art. 1015 CPC.. 
Tempestividade e preparo. 
Art. 1003 §5 CPC, 212/219 CPC 
Art. 1007 CPC. 
Peças obrigatórias e nome e endereço dos advogados. 
Art. 1017 I CPC 
Art. 1016 IV CPC. 
Art. 1018 §2 e §3 CPC 
Fatos 
Razões de reforma 
 
Da concessão do efeito suspensivo. 
Art. 995 § único CPC 
Art. 919 I CPC 
 
Pedidos 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
 
Do conhecimento do juízo de primeiro 
grau. 
Art. 1018 §2 e §3 CPC 
Fatos 
Razões de reforma 
 
Da concessão do efeito suspensivo. 
Art. 995 § único CPC 
Art. 919 I CPC 
 
Pedidos 
Local ... Data ... 
Advogado... OAB .... 
 
As matérias passíveis de serem alegadas 
em exceção de pré-executividade não são 
somente as de ordem pública, mas também 
os fatos modificativos ou extintivos do direito 
do exequente, desde que comprovados de 
plano, sem necessidade de dilação 
probatória OU Súmula 393 do STJ 
Houve pagamento extinguindo o crédito 
tributário. Coisa julgada: matéria já 
apreciada pelo Judiciário, desnecessidade 
de dilação probatória 
@dicasjuridicas.val 
Exame XII 2014 
Felipe das Neves, 20 anos, portador de grave deficiência mental, vem procurá-lo, juntamente 
com seu pai e responsável, eis que pretendeu adquirir um carro, para ser dirigido por terceiro, a 
fim de facilitar sua locomoção, inclusive para tratamentos a que se submete semanalmente. 
Entretanto, o Delegado da Delegacia Regional Tributária negou-lhe o benefício que buscava 
usufruir, para não pagar ICMS e IPVA. Este benefício está previsto na Lei WWW/00, a qual 
dispõe: “os portadores de deficiência poderão adquirir veículo automotivo com isenção integral 
de ICMS e IPVA, sendo os carros de produção nacional, com adaptação e características 
especiais indispensáveis ao uso exclusivo do adquirente portador de paraplegia, impossibilitado 
de usar os modelos comuns.” Foi impetrado Mandado de Segurança, com pedido de liminar, 
para que Felipe obtivesse o benefício pretendido. Entretanto, o Juízo negou a liminar, referindo 
que não se vislumbra a presença de fumaça do bom direito em que se arrime o pleito liminar 
referido pelo Impetrante. O fundamento foi o de que a norma isentiva tem caráter excepcional e 
se aplica apenas aos portadores de deficiência física e não aos portadores de deficiência 
mental. Além disso, segundo a decisão, a norma pressupõe que o beneficiário da isenção esteja 
apto a dirigir, tanto que é concedido para contrabalançar as despesas na adaptação do carro.