A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Morte Celular

Pré-visualização | Página 1 de 1

Morte Celular
Lesão irreversivel - mesmo com a remoção do estimulo, a celula não volta a
seu estado normal - ruptura das membranas
● Necrose
● Morte caotica
● Resposta inflamatoria
● Situação patologica
● Não necessita de energia
● Explosão celular
● Apoptose
● Morte limpa
● Atrai fagocitos
NECROSE
● Autolise
● Interrupção da energia ou dano da membrana celular
● Aspectos microscopicos
● Inicialmente nucleo mais condensado e citoplasma eosinofilico
(perda de rna e de ribossos - basofilicos)
● Nucleo condensado perde agua - sofre picnose (cromatina densa,
carioteca destruida)
● Nucleo rompido (cariorex)
● Lise e digestão total do nucleo - cariolise
● As celulas mortas podem ser substituidas por massas lipidicas
amorfas chamadas figuras de mielina - conteudo extravasado -
resposta inflamatoria
● Caracteristicas nucleares marcantes - picnose, cariorrexe e
cariolise
● Caracteristicas citoplasmaticas: eosifilico, perda de RNA
citoplasmatico, proteinas citoplasmaticas desnaturadas, aspecto
vacuolado (digestao de organelas) - parece que foi corroido por
traças
1. De coagulação
● Tipo de necrose mais comum
● Arquitetura basica dos tecidos mortos preservada inicialmente
● Os tecidos afetados possuem uma estrutura firme
● A lesão desnatura não apenas as proteinas estruturais, mas
também as enzimas
● Dessa forma, nem a proteolise das celulas mortas ocorre
● As celulas necroticas são removidas por macrofagos - processo
inflamatorio
● Causado geralmente por uma isquemia (cessa o suprimento
sanguineo do tecido) - exceto no cerebro
● Uma area necrosada sofreu infarto
● Manutenção do arcabouço tecidual
● Hiperemia compensatoria - aumento de sangue nos vasos da
região para compensar a falta de oxigenação e para elaborar uma
resposta imune pelo recrutamento de celulas de defesa
● Area necrosada fica palida, enquanto em volta fica hiperemica
● Tecido original é substituído por tec conjuntivo
2. De liquefação
● Caracterizada pela digestao das celulas mortas, resultando na
transformação do tecido em uma massa viscosa liquida
● É observada em infecções bacterianas focais ou, ocasionalmente
em infecções fungicas por estimulaçãon de acumulos de
leucocitos
● O material necrotico é frequentemente amarelo cremoso devido
a presença de leucocitos mortos - formação de pus (neutrofilos)
● A morte por hipoxia de celulas do sistema nervoso central
frequentemente manifesta esse tipo de necrose
● Presença de patogeno é a principal causa, pois estimula uma
resposta aguda do sistema de defesa, degradando tanto o
patogeno como o parenquima associado
● Apresenta celulas do parenquima necrosadas, neutrofilos e
macrofagos vivos e mortos
● Consistencias teciduais: liquefeita, pastosa, de cheiro fetido, de cor
amarelada - PUS
● Regiao de necrose é amorfa
● A area em que se encontra o material amorfo liquefeito se chama
abcesso
● Deixa regioes vazias - espaços cisticos - perda de tecido
● Perda da arquitetura normal do tecido
3. Caseosa
● Mais encontrada em focos de infecção tuberculosa
● Possui aparencia friavel (se fragmenta com facilidade)
esbranquiçada
● Microscopia - area necrotica exibe uma coleção de celulas
rompidas/fragmentadas e restos granulares amorfos encerrados
dentro de uma borda inflamatoria nitida - essa aparencia é
caracteristica de uma foco de inflamação chamado de granuloma
● Aspecto semelhante a queijo (macroscopico)
● Principal causa desse tipo de necrose é a formação de granuloma
● Forma uma região seca e quebradiça - aspecto de fundo de lagoa
seca
● Padroes: deposição de material hialino - calcificação
4. Gangrenosa
● Em geral aplicado a um membro, que tenha perdido seu
suprimento sanguineo e que sofreu necrose (geralmente de
coagulação) envolvendo varias camadas de tecido
● Quando uma infecção bacteriana se instala na regiao já
necrosada, ocorre mais necrose liquefativa por conta da ação das
bacterias na regiao e dos leucocitos atraidos para a regiao
● Gangrenosa = liquefação + coagulaçao
● Aspecto seco, parecendo mumia
● Comum em diabeticos descontrolados
● A solução comumente é a amputação por contra a
impossibilidade de revascularização
● Seca: alterações de hemoglobina
● Cor e consistencia podem ser modificadas pelo contato com
agentes externos: como o ar e bacterias
● Umida: decomposição e amolecimento por bacterias
● Ação putrefativa - odor fétido
5. Gordurosa
● Areas focais de destruição gordurosa, tipicamente resultantes da
liberação de lipases pancreativas ativadas na substancia do
pancreas e na cavidade peritoneal
● Ocorre na emergencia abdominal calamitosa, chamada de
pancreatite aguda
● Nesse disturbio, as enzimas pancreaticas escapam das celulas
acinares e liquefazem as membranas dos adipocitos do peritonio
● As enzimas liberadas dividem os esteres de trigliceroides contidos
dentro dessas celulas
● Os acidos graxos liberados combinam-se com o calcio,
produzindo areas brancas (saboes de calcio) gredosas
macroscopicamente visiveis (saponificação da gordura)
● Histologicamente, os focos de necrose exibem contornos
sombrados de adipocitos necroticos, com depositos de calcio
basofilicos, circundados por uma reação inflamatoria