A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
AV-2 PERIODO

Pré-visualização | Página 1 de 2

AV-HISTOLOGIA/EMBRIOLOGIA
	Analisando as seguintes afirmações podemos concluir que:
I - As espécies mantêm sempre o mesmo número de cromossomos, e esse número não sofre alterações ao longo da vida do indivíduo. Os seres humanos possuem 46 cromossomos dispostos em 23 pares. Destes, 22 pares são semelhantes morfologicamente e portanto são chamados de autossomos; e o último par possui diferenças morfológicas e forma o par de cromossomos sexuais.
II - As células de um indivíduo são chamadas de somáticas por possuírem dois conjuntos de cromossomos, um conjunto materno (n) e outro conjunto paterno (n), e todas são 2n. Para manter esse número constante, as células germinativas (ovócito e espermatozoide) somente possuem metade do número, isto é, um conjunto (n).
III - Durante sua formação, as células que dão origem às células germinativas (ovócito e espermatozoide) passam por várias divisões celulares (meiose) em que o número de cromossomos é reduzido a um conjunto.
IV - Quando o espermatozoide (n) fertiliza o ovócito (n) o padrão (2n) é reestabelecido. A partir daí, se inicia a mitose que será responsável pelo crescimento em número de células do embrião e do feto.
		
	
	Estão corretas apenas as afirmativas I, II e III
	
	Está correta apenas a afirmativa IV
	
	Estão corretas apenas as afirmativas I, II
	
	Todas as afirmativas estão corretas
	
	As afirmativas I e IV estão incorretas
	
	
	 2a Questão (Ref.: 202011047760)
	As glândulas acessórias fazem parte do sistema reprodutor e são indispensáveis para maior sucesso na concepção. Em relação ao sistema reprodutor masculino, características como ter sua função regulada pela testosterona, constituir 70% do volume seminal e ser responsável por produzir secreção amarelada rica em frutose, citrato, inositol, prostaglandinas e proteínas como fonte de energia para os espermatozoides, são características da glândula acessória:
		
	
	Vesícula seminal
	
	Glândula vesical
	
	Glândula Ependimária
	
	Próstata
	
	Glândula bulbouretral (ou de Cowper)
	
	
	 3a Questão (Ref.: 202011047769)
	A gametogênese masculina (espermatozoides) e feminina (ovócitos ou oócitos), ocorre nas gônadas: testículos e ovários, respectivamente. Nelas ocorrem dois tipos de divisão celular, a mitose e a meiose. A mitose é o tipo de divisão celular em que o número de cromossomos é mantido originando as células somáticas (2n). Já a meiose é o tipo de divisão celular em que o número de cromossomos é reduzido originando as células germinativas ou gametas. As afirmativas seguintes caracterizam a meiose, EXCETO:
		
	
	Mantém o número de cromossomos das células somáticas constante gerando novas células diploides.
	
	Reposiciona os segmentos dos cromossomos através de cruzamentos dos segmentos cromossômicos chamados de crossing-over.
	
	Origina os gametas, que são células sexuais haploides. São eles os espermatozóides e os ovócitos.
	
	Possibilita o arranjo ao acaso dos cromossomos materno e paterno.
	
	Possibilita a constância do número de cromossomos de geração a geração pela redução do número de diploide para haploide originando gametas haploides.
	
	
	 4a Questão (Ref.: 202010590133)
	Foi realizada uma pesquisa com roedores durante o desenvolvimento embrionário. Nesse estudo determinadas células de um dos três folhetos embrionários foram marcadas. Finalizando esse estudo após o período gestacional, perceberam que essas células se encontravam no Sistema Nervoso Central. Os pesquisadores concluíram então que, as células marcadas durante o período de gastrulação no disco trilaminar faziam parte do folheto:
		
	
	Mesoderma
	
	Epiderme
	
	Ectoderma
	
	Blastômero
	
	Endoderma
	
	
	 5a Questão (Ref.: 202010590336)
	O tecido epitelial pode ser dividido em tecido epitelial de revestimento e tecido epitelial glandular. Entretanto, o de revestimento pode ser ainda classificado de acordo com número de camadas e a forma das células que apresentam, podendo ser encontrado:
		
	
	Esôfago, sendo classificado como simples cúbico.
	
	Endotélio, sendo classificado como simples pavimentoso.
	
	Glândulas sudoríparas, sendo classificado como estratificado pavimentoso.
	
	Intestino delgado, sendo classificado como simples caliciforme.
	
	Túbulos renais, sendo classificado como estratificado cúbico.
	
	
	 6a Questão (Ref.: 202011047780)
	Qual das alternativas abaixo corresponde ao tecido com as funções de união dos tecidos, oferecendo sustentação e preenchimento, meio de trocas de nutrientes e metabólitos, Cicatrização, resistência à tração ou elasticidade e defesa contra micro-organismos:
		
	
	Tecido nervoso;
	
	Tecido muscular.
	
	Tecido epitelial glandular;
	
	Tecido conjuntivo;
	
	Tecido epitelial de revestimento;
	
	
	 7a Questão (Ref.: 202011047852)
	Suponha que um médico, analisando um hemograma, tenha detectado que certo indivíduo apresentava as seguintes características: anemia, tendência à hemorragia e infecção.
Considerando seu conhecimento sobre os elementos figurados do sangue, assinale a alternativa referente ao número (maior ou menor) desses elementos que permitiu ao médico a conclusão sobre os problemas do paciente em questão.
		
	
	Hemácias - maior; Plaquetas - menor; Leucócitos ¿ maior
	
	Hemácias - maior; Plaquetas - menor; Leucócitos - menor
	
	Hemácias - menor; Plaquetas - menor; Leucócitos - maior
	
	Hemácias - menor; Plaquetas - maior; Leucócitos - menor
	
	Hemácias - maior; Plaquetas - maior; Leucócitos - menor
	
	
	 8a Questão (Ref.: 202010845213)
	O tecido sanguíneo é  formado por células que se originam na medula ossea vermelha. Os leucócitos apresentam função de defesa orgânica e alguns migram para o tecido conjuntivo para exercer função específica.Das alternativas a seguir, assinale aquela que corresponda ao leucócito circulante e a sua célula correspondente que migra para o tecido conjuntivo:
		
	
	Eosinófilo que migra e passa a se chamar de macrófago
	
	Monócito que migra e passa a se chamar de basófilo
	
	Linfócito B que migra e passa a se chamar de plasmócito
	
	Basófilo que migra e passa a se chamar de fibroblastos.
	
	Neutrófilo que migra e passa a se chamar de basófilo
	
	
	 9a Questão (Ref.: 202011047864)
	Paulo não é vegetariano, mas recusa-se a comer carne vermelha. Do frango, come apenas o peito e recusa a coxa, que alega ser carne vermelha. Para fundamentar ainda mais sua opção, Paulo procurou saber no que difere a carne do peito da carne da coxa do frango.
Verificou que a carne do peito:
		
	
	A carne do peito e a carne da coxa não diferem na composição de fibras musculares: em ambas, predominam as fibras de contração lenta, pobres em mioglobina. Contudo, por se tratar de uma ave doméstica e criada sob confinamento, a musculatura peitoral, que dá suporte ao voo, não é exercitada. Deste modo recebe menor aporte sanguíneo e apresenta-se de coloração mais clara.
	
	é formada por fibras musculares de contração rápida, ricas em mioglobina. Já a carne da coxa é formada por fibras musculares de contração lenta, ricas em mitocôndrias e hemoglobina. A associação da hemoglobina, que contém ferro, com o oxigênio confere à carne da coxa uma cor mais escura. Já a mioglobina, que não contém ferro, confere à carne do peito do frango uma coloração pálida.
	
	é formada por fibras musculares de contração rápida, pobres em mioglobina. Já a carne da coxa é formada por fibras musculares de contração lenta, ricas em mitocôndrias e mioglobina. A associação da mioglobina, que contém ferro, com o oxigênio confere à carne da coxa uma cor mais escura.
	
	é formada por fibras musculares de contração lenta, ricas em mioglobina. Já a carne da coxa é formada por fibras musculares de contração lenta, ricas em mitocôndrias e hemoglobina. A associação da hemoglobina, que contém ferro, com o oxigênio confere à carne da coxa uma cor mais escura.
	
	é formada por fibras musculares de contração lenta, pobres em hemoglobina. Já a carne da coxa do frango é