A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
20 pág.
Principais fórmulas de física para o ENEM

Pré-visualização | Página 1 de 3

CINEMÁTICA 
MRU – MOVIMENTO RETILÍNEO UNIFORME 
 
 
 
 
Gráficos: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
MRUV – MO VIMENTO RETILÍNEO UNIFORMEMENTE VARIADO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Gráficos: 
 
 
 
 
 
 
 
Velocidade constante e diferente de zero; 
Aceleração nula; 
O móvel percorre espaços iguais em intervalos de tempos iguais 
. 
� = �� + �. � 
Aceleração constante e diferente de zero; 
Velocidade varia uniformemente com o tempo; 
O móvel apresenta as mesmas variações de velocidade nos mesmos intervalos de tempo. 
Função horária da posição 
Função horária da posição 
Função horária da velocidade Equação de Torricelli 
� = �� + 	�. 
 + �. 
�
� 	 = 	� + �. 
 	� = 	�� + �. �. ∆� 
Posição x tempo Velocidade x tempo Aceleração x tempo 
S 
t 
�� θ 
�������çã� = 
�	� = ∆�∆
 = 	 
∆� 
∆� 
� > 0 
Á !" = #�$%. ��
&'� = 	∆
. 	 = ∆�	
v 
t 
()�*
+(
=�
	 
,(-. = ∆� 
Á/01 
a 
t 
( = 0 
Aceleração x tempo 
a 
t 
()�*
+(
=(
	 
,(-. = ∆� 
Á/01 
Á !" = #�$%. ��
&'� = 	∆
. � = ∆		
Posição x tempo Velocidade x tempo 
Á !" = ∆� 
�������çã� = 
� � =
∆	
∆
= � 
v 
t 
s 
t 
 
MCU – MOVIMENTO CIRCULAR UNIFORME 
 
 
 
Digite	a	equação	aqui. 
 
 
 
 
 
 
 
 
DINÂMICA 
LEIS DE NEWTON 
1ª LEI: PRINCÍPIO DA INÉRCIA	↔ MASSA 
 
 
 
 
 
 
 
2ª LEI: PRINCÍPIO FUNDAMENTAL DA DINÂMICA 
 
 
 
 
 
Frequência constante; 
Período constante; 
Velocidade linear constante em módulo; 
Aceleração centrípeta constante em módulo; 
Velocidade angular constante; 
Aceleração tangencial nula. 
 
 
Velocidade linear 
	<<= = �> ? 
Velocidade angular 
@ = �>? 
Relação entre velocidade 
linear e angular 
	<<= = @ 
Relação entre período 
e frequência 
A = B? 
Aceleração centrípeta 
�<<=� = 	<<=
�
 �<<=� = @� 
Acoplamento de polias 
Correia Eixo 
A 
B 
A 
B 
 " > C ?" < ?C @" < @C 	<<=" = 	<<=C ". ?" = C. ?C �<<=�" < �<<=�C 
 
E<<= = �	 F	<<= = � → !HIJ�I → !KJLMÍC LI	!�AÁALOI																	<<= ≠ �	%		<<= = ���$
	 → Q J → !KJLMÍC LI	RLSÂQLOI 
E<<= ≠ �		↔ 	�<<= ≠ �	 → E<<= = U.�<<= E<<= 
�<<= �������çã� = U�$$� 
 
A 
B 
U" > UC 
Força resultante e aceleração possuem a mesma direção e mesmo 
sentido; 
Força e aceleração são diretamente proporcionais; 
Massa e aceleração são inversamente proporcionais. 
 
 " > C ?" = ?C @" = @C 	<<=" > 	<<=C �<<=�" > �<<=�C 
 
 
Tendência de um corpo em permanecer como está. 
 
 
3ª LEI: PRINCÍPIO DA AÇÃO E REAÇÃO 
 
 
 
FORÇAS NOTÁVEIS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
TRABALHO (ENERGIA) 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Força normal 
Sempre perpendicular ao plano 
Formam par ação-reação as forças que: 
Atuam em corpos distintos (por isso nunca se anulam, ou seja, nunca se equilibram); 
Possuem o mesmo módulo (intensidade); 
Possuem a mesma direção; 
Possuem sentidos opostos; 
Possuem mesma natureza (ambas de campo ou ambas de contato); 
 Ocorrem ao mesmo instante. 
 
Força peso 
H<<= = U.�<<= 
Força elástica 
E<<=% = −W. X 
Força de atrito 
?<=�
%UáX = Z%. S<<= ?<=�
� = Z�. S<<= 
na iminência do 
movimento 
no repouso 
Força centrípeta 
E<<=O = U.	<<=
�
 
H<<=X = H<<=. $%�� H<<=[ = H<<=. ��$� 
 
É uma grandeza escalar; 
Não depende da trajetória e nem do tempo. 
Forças perpendiculares a direção do movimento não realizam trabalho; 
Em movimentos uniformes (v = constante) a força resultante não realiza 
trabalho; 
A força centrípeta nunca realiza trabalho. 
 
\ = E<<=. ]. ��$� 
Á !" = \ = ∆!O 
F 
d 
Teorema da energia cinética 
\ = ∆!O 
E<<=. ] =
U
�
^	<<=� − 	<<=�
�_ 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ENERGIA MECÂNICA 
 
 
 
 
 
 
DINÂMICA IMPULSIVA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
H = \∆
 =
!S! `L"
∆
 
POTÊNCIA MÉDIA 
 
POTÊNCIA INSTANTÂNEA 
 H = E<<=. 	 
RENDIMENTO 
 
a = Hú
��H
�
�� a =
\ú
��\
�
�� 
a = !S! `L"ú
��!S! `L"
�
�� 
Energia cinética 
!� = U	<<=
�
� 
Energia potencial 
gravitacional 
!c = U�<<=d 
Energia potencial 
elástica 
!c = WX
�
� 
!Q = !O + !H 
$�$
%U�$	���$%'	�
�	�$ →
��	'%$	]%?�'ç�$	]�$$�c�
�	�$ → !Q = ���$
��
% 
Impulso 
L= = E<<=. ∆
 
Quantidade de movimento 
K<<= = U. 	<<= 
Teorema do impulso 
L= = ∆K<<=	
E<<=. ∆
 = U. e	<<= − 	<<=�f 
F 
t 
Á !" = L= = ∆K<<= 
 
É uma grandeza vetorial de mesma direção e sentido da força; 
Não é uma grandeza instantânea; 
É diretamente proporcional a força para um mesmo intervalo de tempo; 
Produzido por forças de campo ou de contato. 
 
É uma grandeza vetorial de mesma direção e sentido da velocidade; 
É uma grandeza instantânea; 
É diretamente proporcional a velocidade; 
Em movimentos curvilíneos é constante apenas em módulo. 
 
 
ESTÁTICA 
 
 
 
GRAVITAÇÃO 
LEIS DE KEPLER 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
LEI DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL 
 
 
 
 
 
 
E<<= = �			 →	 S<<= = E<<=B + E<<=�	
Q<<<= = �			 →	 E<<=B.]B = E<<=�. ]� 
	
1ª LEI: ÓRBITAS 2ª LEI: ÁREAS 
Qualquer planeta gira em torno do 
Sol em uma órbita elíptica e o Sol ocupa um 
dos focos da elipse. 
 
A linha imaginária que une o planeta 
ao Sol varre áreas iguais em intervalos de 
tempos iguais. 
 
3ª LEI: PERÍODOS 
Sol 
Mercúrio 
88 dias 
 
Netuno 
165 anos 
Quanto maior o raio médio da orbita 
maior o período de translação; 
O período de translação não depende da 
massa dos planetas; 
O período de translação depende apenas 
do raio médio da órbita. 
 
A�
 g = ��$�
��
% = W 
]B ]� 
EB E� 
S 
EB E� 
As forças de ATRAÇÃO gravitacional formam 
um par AÇÃO-REAÇÃO; 
Quanto maior as massas, maior é a força de 
atração; 
Quanto maior a distância que separa os 
corpos, menor é à força de atração. 
 
E<<= = `QU]� 
 
ACELERAÇÃO DA GRAVIDADE 
 
 
 
 
HIDROSTÁTICA 
PRESSÃO HIDROSTÁTICA (Efetiva) 
 
 
PRESSÃO TOTAL (Absoluta) 
 
 
 
TEOREMA DE STEVIN 
 
 
 
 
PRINCÍPIO DE PASCAL 
 
 
 
 
 
 
A aceleração da gravidade não depende da massa do corpo que está 
em órbita; 
A aceleração gravitacional muda com a LATITUDE e com a ALTITUDE; 
 
cd = ].�<<=. d 
c
 = c�
U + ]. �<<=. d 
∆c = ].�<<=. ∆d 
E<<=B
E<<=� =
"B"� =
]�]B \B = \� 
cB = c� 
�<<= =
`Q
(d + )�
 
A variação de pressão provocada em um 
ponto de um líquido se transmite integralmente 
a todos os pontos do líquido e as paredes do 
recipiente que o contém. 
 
A pressão hidrostática não depende do volume. 
A pressão hidrostática é diretamente proporcional à profundidade. 
 
c�
U = B�h	S/U� = B�h	H� = 76 cm Hg = 760 mm Hg = 1 atm 
Pontos situados a uma mesma profundidade em um mesmo líquido 
possuem mesma pressão. 
 
 
PRINCÍPIO DE ARQUIMEDES 
 
 
 
 
 
CORPOS FLUTUANTES 
 
FENÔMENOS ONDULATÓRIOS 
Refração: onda passa de um meio para outro alterando a velocidade e o comprimento de onda, porém 
mantendo constante a frequência e o período. 
Difração: onda passa por fenda ou contorna obstáculo. 
 
Interferência: superposição de ondas que se propagam no mesmo meio e possuem a mesma 
frequência. 
Polarização: ocorre apenas com ondas transversais. 
Batimento: superposição de ondas de frequências muito próximas. 
Ressonância: um é induzido a vibrar por influência de outro, na mesma fase deste. 
Ondas estacionárias: superposição de ondas idênticas, propagando-se em sentidos opostos. 
ACÚSTICA 
Qualidades fisiológicas do som 
 "�
&'�

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.