A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Introdução à Farmacologia Veterinária

Pré-visualização | Página 1 de 1

Histórico: início da percepção no pré-histórico, com 
uso de plantas medicinais em chás por exemplo com 
efeitos curativos ou tóxicos. Substâncias obtidas no 
Reino Mineral, Vegetal e Animal. 
Primeiro Registro: Papiro de Ébers (1550 a.C.) na 
civilização egípcia mostrava a origem da farmacologia 
e toxicologia, tendo mostrado a utilização terapêutica 
de várias substancias químicas. 
Século 19: grande avanço da farmacologia; 
Conceito: ciência que estuda a ação de substâncias 
químicas em um organismo vivo. 
Droga: substância química que não atue como alimento 
e possa agir em um organismo vivo, produzindo 
alterações. 
Medicamento: é qualquer substância química 
empregada em um organismo vivo, visando obter 
efeitos benéficos. 
Fármaco: sinônimo de droga quanto de medicamento. 
Remédio: tudo aquilo que cura, alivia ou evita uma 
enfermidade. 
Placebo: substância medicamentosa utilizada para 
impedir falsas reações do corpo por influência 
psicológica (controle de grupos, ex.: vacina); 
Nutracêutico: combinação de nutrição e farmacêutico. 
Farmacognosia: obtenção, identificação e isolamento 
de princípios ativos, isto é, matérias-primas naturais 
encontradas nos reinos mineral, vegetal ou animal, 
passíveis de uso terapêutico. 
Farmacologia Clínica: Compara as informações 
obtidas no laboratório avaliados em animais saudáveis, 
com aquelas obtidas no animal enfermo. 
Farmacoterapêutica: Uso de medicamentos e outros 
(cirurgia, radiação) na prevenção, diagnóstico e 
tratamento. 
Imunofarmacologia: Ação do fármaco no Sistema 
Imune. 
Toxicologia: Estuda os toxicantes, e estes são 
quaisquer substâncias químicas ou agentes físicos 
(radiações) capazes de produzir efeito nocivo. 
O conhecimento da ação (sítio de ação – receptor) do 
medicamento, como do efeito (consequência da atuação 
no sítio de ação) no organismo animal é fundamental 
para indicação da posologia. 
Posologia: estudo das dosagens do medicamento com 
fins terapêuticos; 
Dose: quantidade de medicamento necessária para 
haver a resposta terapêutica. 
Dosagem: dose + frequência + duração; 
 
SID: UMA VEZ AO DIA 
BID: DUAS VEZES AO DIA 
TID: TRES VEZES AO DIA 
QID: QUATRO VEZES AO DIA 
QD: TODOS OS DIAS