A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Tarefa 01

Pré-visualização | Página 1 de 1

PRÓ-REITORIA DE ENSINO
COORDENAÇÃO DE ACESSO DISCENTE
Curso: Especialização em Práticas Assertivas em Didática e Gestão da Educação Profissional Integrada à Educação de Jovens e Adultos
Disciplina: Produção de Textos Científicos
Acadêmico: Marco Túlio Santos Ledo
Com a evolução da humanidade percorremos também avanços no desenvolvimento dos conhecimentos científicos e como tais influenciam diretamente na qualidade de vida dos seres humanos, possibilitando, portanto, avanços na saúde, alimentação, energia e outros. 
O homem na busca pelo desenvolvimento econômico e social tem evoluído gradativamente em pontos fundamentais como a ciência, a tecnologia e a inovação, principalmente, diante do paradigma da sociedade da informação e do conhecimento a qual estamos inseridos. Deste modo, o papel do conhecimento científico mostra-se cada vez mais importante para a constituição dos saberes humanos, abandonando” o senso comum e dando voz e vez ao conhecimento científico. Este, por sua vez, parte da experimentação e comprovação de um dado fenômeno, utilizando-se métodos e estratégias que visem atingir aos objetivos iniciais, muitas confirmando ou refutando hipóteses. A difusão deste conhecimento ocorre através de variadas publicações em revistas, livros e sites especializados, utilizando-se da linguagem verbal para a construção do conhecimento. Portanto, um texto cientifico deve ser claro, preciso, comunicável, consistente e impessoavel.
Para Cervo e Bervian (2002) tudo que for escrito deve ser perfeitamente compreensível pelo leitor, ou seja, este não deve ter nenhuma dificuldade para entender o texto. Com esse fim, o autor deve ler cuidadosamente o que escreveu como se fosse o próprio leitor. Um texto, neste sentido, é claro quando não deixa margem a interpretações diferentes da que o autor quer comunicar. Além disso, deve fundamentar suas informações através de citações, gráficos, tabelas, figuras, tornando-o assim mais consistente. 
Quanto a escrituração do texto, este deve primar pelo uso da terceira pessoa do singular e da voz passiva, que deve ser o máximo possível, despersonalizada. 
Também é importante na consecução em torno do pensamento científico a assimilação de três conceitos: índice, sumário e resumo. Segundo Monteiro (apud Kotait, 1998, informação por telefone) a diferença entre índice e sumário é visto que 
Sumário é a enumeração das principais divisões, seções e outras partes de um documento, na mesma ordem em que a matéria nele se sucede e índice é uma enumeração detalhada, em ordem alfabética, dos nomes de pessoas, nomes geográficos, acontecimentos, etc., com a indicação de sua localização no texto (1998, s/p).
O resumo, por sua vez, é um breve sumário do trabalho. Ele não é uma introdução do que se segue, mas sim uma descrição completa e concisa dos componentes-chave da metodologia do estudo e dos achados importantes da pesquisa, sendo, portanto, o primeiro contato do leitor com a pesquisa a ser estudada.
Referências
CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002
MONTEIRO, G.V. Sumário ou índice? Conceitos, Definições e Controvérsias. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-86501998000200011#:~:text=Sum%C3%A1rio%20%C3%A9%20a%20enumera%C3%A7%C3%A3o%20das,localiza%C3%A7%C3%A3o%20no%20texto%20(informa%C3%A7%C3%A3o%20verbal%2C
Acesso em: 25/04/2021

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.