A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Questoes APS - Estruturas de Concreto Armado_Terça Noite

Pré-visualização | Página 1 de 1

Faculdades Metropolitanas Unidas Campus: Brigadeiro – São Paulo/SP 
 
Curso de Graduação em Engenharia Civil 
Disciplina: Estruturas de Concreto Armado 
(7º Semestre – Noturno) 
Aluno: João Guilherme Mamede Saraiva – Ra: 2304028 
 
Questões para a APS – 1º Semestre de 2021 
 Questão 01 (2,0 pontos) 
Em linhas gerais, o concreto armado pode ser definido como um sistema estrutural em 
que ocorre a solidariedade entre o concreto e o aço. Estes materiais, juntos, quando 
aplicados no dimensionamento dos elementos estruturais, serão solicitados a vencer 
esforços específicos. A partir das características e propriedades técnicas do concreto e 
do aço, explique quais esforços são estes. 
 
R-1 É o esforço de Tração e Compressão, na qual o de tração pode suportar uma boa 
quantidade de esforços como também absorver uma boa quantidade de esforços 
solicitados por uma edificação e o de compressão tem uma alta resistência com relação 
aos demais materiais como por exemplo resistir ao fogo e ao tempo. 
 
Questão 02 (2,0 pontos) 
Nas peças de concreto estrutural, as armaduras podem ser definidas enquanto ativas e 
passivas. Qual a diferença entre elas? 
 
R-2 Armadura ativa, segundo a NBR 6118-2014, é armadura constituída por barras, fios 
isolados ou cordoalhas, destinada à produção de forças de protensão, isto é, na qual se 
aplica um pré- alongamento inicial. Já a armadura passiva é qualquer armadura que não 
seja usada para produzir forças de protensão, isto é, que não seja previamente alongada. 
A armadura do concreto armado comum, é um exemplo de armadura passiva. 
A diferença entre elas é que, na armadura ativa as barras de aço são pré-tracionadas de 
modo que passam a criar uma esforço de compressão adicional ao concreto conferindo-
lhe uma maior resistência à esforços de tração (ponto fraco do concreto). Pelo fato de as 
armaduras passivas não serem pré-esforçadas, também são conhecidas por armaduras 
frouxas. 
 
 
Questão 03 (1,0 ponto) 
As lajes maciças de concreto armado possuem limitações com relação às suas 
dimensões, ou seja, com relação aos seus respectivos vãos livres e teóricos. Por quê? 
No caso de projetos que exigem vãos maiores, quais tipos de lajes, em concreto 
estrutural, poderiam ser utilizados? 
 
Elas possuem limitações porque segundo a NBR 6118 (2001), as espessuras das lajes 
devem respeitar os seguintes limites mínimos: 
 
• 5cm para lajes de cobertura não em balanço; 
 
• 7cm para lajes de piso ou de cobertura em balanço; 
 
• 10cm para lajes que suportem veículos de peso total menor ou igual a 30kN; 
 
• 12cm para lajes que suportem veículos de peso total maior que 30kN; 
 
• 15cm para lajes com protensão. 
 
No caso de um projeto exigir vãos maiores, é possível adotar os métodos da laje 
nervurada ou das laje pré-fabricada que possibilita se vencer maiores vãos. 
 
Questão 04 (2,0 pontos) 
Comente, de forma sucinta, qual a função das armaduras positivas e negativas no 
detalhamento das lajes maciças armadas em cruz. E qual a função das armaduras de 
distribuição para as lajes armadas em apenas uma direção? 
 
Armação Positiva responde aos momentos fletores positivos. 
Armação Negativa tem a função de responder os momentos fletores negativos. É 
complementar, posicionar a capa no sentido transversal e longitudinal, para a distribuição 
das tensões oriundas de cargas concentradas e para o controle da fissuração. 
Questão 05 (3,0 pontos) 
Apresente as características técnicas e vantagens das lajes nervuradas e alveolares. 
Acrescente com uma breve explicação sobre seus respectivos processos de execução 
em obra. 
 
Lajes nervuradas tem como caracteristicas e sao usadas quando se busca atender 
a vaos nas estruturas, pois a utilização de uma laje maciça de concreto armado quando 
se exite estes vãos expressivos pode se tornar nao economico para obra, por isso o uso 
da nervurada, exemplo de algumas vantagens do seu uso seria, 
- Economize orçamento, por ser uma placa mais resistente e mais leve, seu efeito se 
estende a outros elementos estruturais da estrutura de base e à superestrutura. - 
Considerando o modelo com cubetas de plástico, tem uma aparência de alta qualidade 
que pode expor a tela plana sem dar ao cliente a sensação de estranheza. Repetibilidade 
e acabamento (desde que a densidade seja adequada) podem aumentar o valor 
arquitetonico. 
- Lajes nervuradas podem ser usadas para 
permitir flexibilidade em plantas arquitetônicas, 
colaborando para maiores customizações. 
Exemplo de alguns processos para execução 
deste modelo de laje, Existem dois tipos 
diferentes de lajes nervuradas. Uma delas é a 
laje nervurada executada com cubetas plásticas 
de polipropileno com aditivos (cuja planta pode 
ser quadrada ou retangular com uma direção 
principal): Neste modelo, considerando o mesmo fabricante, o tamanho da cubeta é o 
mesmo. A cimbração deve ser feita utilizando escoras metálicas e uma estrutura de malha 
(pode ou não seguir os limites da cubetas). Outra opção é colocar a cubeta em uma 
plataforma coberta com madeira ou resina ou compensado plastificado. Em seguida, 
serão realizados a forma e o posicionamento da armadura e, por fim, do concreto. São 
uma forma que permite o uso repetido, e serão penalizados com o tempo (vida útil mais 
curta) quando estiver mais escuro. 
 
Lajes Alveorales são de uma aplicação comum em hipermercados, escolas ou 
estacionamentos, assim sendo estruturas que requerem uma grande proporção no vão 
de sua laje, assim nao tendo a necessidade no projeto de escoramentos 
metalicos/madeira, as vantagens das deste tipo de laje trata-se de pode cumprir ate um 
vao de 20m, dentre destes existe as vantagens dentro da obra sobre: 
- Sustentabilidade: Aproveitar melhor as 
propriedades mecânicas das lajes que, em 
comparação com lajes maciças da mesma 
espessura, requerem menos volume de 
concreto, dependendo das células. 
- A produção industrial gera menos 
resíduos e exige menos mão de obra no local. 
Confira os principais tipos de resíduos gerados 
na edificação. 
- Padronização: Produtos industriais possuem maior estabilidade dimensional e 
controlabilidade na produção. Portanto, no projeto estrutural, a parte do coeficiente de 
variabilidade do material do elemento estrutural é reduzida. 
- Cronograma: Conforme mencionado anteriormente, se esse recurso for relevante, o 
projeto pode ser entregue mais rápido.