A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Ramos da ecologia

Pré-visualização|Página 1 de 1

Ecologia

- Ramos da ecologia

  Primeiramente, o que significa ecologia? É o ramo da biologia que estuda as relações dos seres vivos entre si, e a relação deles com os meios físicos do ambiente em que vivem.

  • Autoecologia: estudar apenas uma determinada espécie ou um indivíduo, focando em entender seu comportamento e seus mecanismos de adaptação que vão garantir a sua sobrevivência em um determinado meio. Exemplo: ranário, granja, criação de peixe.

 

  • Sinecologia: estuda de maneira ampla um grupo de comunidades como um todo e sua relação com o meio em que vivem.

 

  • Demeoecologia: é a Dinâmica das Populações ou Ecologia das Populações, vai estudar cada população separadamente. Obs¹: é nesse ramo que é estudado as pirâmides, que será falado separadamente ao final do conteúdo.

 

  • Ecologia social/humana: analisa situações de doenças, epidemias, problemas de saúde publica e de qualidade ambiental. Dividido em epidemiologia (intervém na difusão e propagação de doenças, sua frequência, modo de distribuição e evolução, além de colocar os modos necessários para a prevenção) e parasitologia (estuda os parasitas animais e vegetais, a fim de determinar sua relação com o hospedeiro).


  • Etologia: estuda o comportamento animal (alimentação, reprodução, seus hábitos de vida, e seu abrigo etc) em vida livre (natureza) ou em recinto (zoológico/residência). Exemplo: linguagem corporal dos cães.

 

  • Espeleologia ou Bioespeleologia: estuda as cavernas e o fundo do mar, onde não há luz (ecossistema afótico), os animais que ali vivem e seus comportamentos. Exemplo: os morcegos.


  • Bioclimatologia: busca estudar como as mudanças climáticas influenciam direta ou indiretamente as espécies de plantas (de forma negativa ou positiva). Exemplo: branqueamento dos corais devido as mudanças climáticas.

 

  • Limnologia: estuda os fenômenos que ocorrem nas águas continentais (rios, lagos e lagoas).

 

  • Ecologia marinha: estuda as espécies marinhas, suas populações, cadeias tróficas e bem como todos os tipos de impactos ambientais. Exemplo: pesca excessiva e os lixos no oceano.

 

  • Ecologia vegetal: estuda a distribuição e abundância de plantas, suas interações intra e interespecífica e com o meio em que vivem. Exemplo: evolução das plantas carnívoras por viver em solos pobres de nutrientes.

 

  • Ecologia animal: estuda as adaptações e interações dos animais e seu ambiente envolvente. Exemplo: o calango que muda de cor para se proteger ou atacar.


- Tipos de pirâmides

  • População crescente: mantem uma base com muitos jovens e vai afunilando até chegar nos idosos, de forma natural. É a pirâmide mais saudável.

 

  • População estacionária: a quantidade de jovens é praticamente a mesma, e tem número elevado de idosos, expectativa de vida é média, mas com baixa natalidade.

 

  • População decrescente: a natalidade é muito baixa, mas a expectativa de vida é alta.


  • População rejuvenescente: é a pirâmide que acontece logo após uma população decrescente, onde a natalidade volta a crescer, e a expectativa de vida volta a ser média.  


HTML image 0