A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Exame físico pulmonar

Pré-visualização | Página 1 de 1

EXAME FÍSICO PULMONAR
INSPEÇÃO
Estática
· Tórax
· Atípico
· Chato: Reduzido diâmetro ântero-posterior
· Tonel: DPOC
· Infundibuliforme: Pectus excavatum; Raquitismo
· Cariniforme: Pectus carinatum; Raquitismo
· Piriforme: Hepatoesplenomegalias e ascite
· Cifótico
· Escoliótico
· Cifoescoliótico
· Instável traumático
· Lesões
· Abaulamentos, retrações, cicatriz e lesões de pele.
· Sulcos de Harrison e Rosário raquítico.
Dinâmica
· Tipo respiratório
· Costal superior: Músculo escaleno e ECM; Mulheres
· Toracoabdominal: Diafragma; Homens e crianças; Decúbito
· Paralisia diafragmática: Retração do abdômen na inspiração e recrutamento da musculatura.
· Ritmo respiratório
· Forma	
· Ritmo respiratório normal
· Respiração dispneica
· Platipneia (sentado)/Ortopneia (deitado)/Treptopneia (de lado)
· Cheyne-Stokes (ICC, IR)
· Biot (lesão bulbar e HIC)
· Kussmaul (acidose metabólica e IRA)
· Suspirosa (hiperventilação)
· Amplitude da respiração
· Superficial Sono
· Profunda Esforços, emoções, ritmos respiratórios anormais
· Frequência respiratória: Eupneia, bradipneia e taquipneia
· Tiragem: Depressão dos espaços intercostais; Fisiológico ou patológico;
· Unilateral: Obstrução brônquica, exsudato espesso, neoplasia ou corpo estranho
· Bilateral: Obstrução traqueal, laringite, asma e DPOC
· Musculatura acessória: Trapézio e ECM
· Elevação da clavícula e parede torácica anterior
· Retração das fossas supraclaviculares e músculos intercostais
· Expansibilidade dos pulmões
PALPAÇÃO
Expansibilidade: ápices (Polegares próximos a C7) e bases (Polegares próximos a T9-T10)
Redução da expansibilidade
· Unilateral: Infecção, neoplasia e derrames pleurais
· Bilateral: Ascite, gestação, enfisema e idosos
Frêmito toracovocal: Vibrações percebidas na parede torácica; 33
· Aumento: Consolidação
· Redução: Derrame pleural, pneumotórax e enfisema
PERCUSSÃO
Som normal: Som claro pulmonar
Sons alterados
· Hipersonoridade: Enfisema
· Submacicez e macicez (maior resistência): Derrames e espessamentos pleurais
· Timpânico (menor resistência): Pneumotórax
AUSCULTA
Som traqueal e respiração brônquica
Respiração broncovesicular: Esternal superior, interescápulo-vertebral direita, 3ª e 4ª vertebras dorsais;
Crianças
Murmúrio vesicular
· Amplo, periferia, não homogêneo
· Redução: Pneumotórax, derrames; Dor torácica e edema de glote
· Prolongamento: Asma
Sons anormais
· Descontínuos: Estertores
· Finos
· Final da inspiração, agudos e curtos
· Não alteram com a tosse
· Modificam com a posição do paciente
· Bases pulmonares
· Grossos
· Início da inspiração, graves e pouco longos
· Alteração com tosse
· Não modificam com a posição do paciente
· Todas as áreas pulmonares
· Contínuos
· Roncos: Graves, predominantes na expiração, fugazes
· Sibilos: Agudos e alta frequência, múltiplos e disseminados
· Estridor: Inspiratório, obstrução laringe ou traqueia
Som anormal de origem pleural
· Atrito pleural: Irregular, descontínuo, intenso a inspiração e presente nas; Regiões axilares inferiores.
Ausculta da voz: Voz falada e cochichada “33”, ressonância vocal no tórax;
· Aumento – consolidação pulmonar
Pectoriloquia
· Fônica: Pede para o paciente falar 33 cochichado se ouve com nitidez o que o paciente falou.
· Afônica: Pede para o paciente falar bem baixo, que não escute a voz falada, no tórax vai ser possível ouvir com nitidez.