A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
Lista 2 - Química - Módulo 1 - Exercícios e Resolução

Pré-visualização | Página 5 de 6

→ 𝑥 =
207.42
100
→ 𝑥 = 86,94 
3. Logo, pode-se calcular a massa atômica desse elemento, como: 𝑚 = 207 + 86,94 → 𝑚 ≅ 294 
Portanto, a resposta correta é a letra A. 
 
15. 
Resposta: B 
Comentário: Trata-se de uma questão sobre isótopos. O enunciado descreve que elementos com a 
mesma origem são isótopos com a mesma proporção de um determinado composto, que no contexto, 
seria a porcentagem de deutério existente na água. Assim, uma tabela mostra as propriedades físicas da 
água da Terra, de um cometa e de determinados isótopos. Com isso, pede-se com base nesses dados 
que se relacione a água da Terra com a água do cometa. Analisando os itens: 
Item a: falso. A proporção de deutério da água da Terra e do cometa é diferente. Logo, não possuem a 
mesma origem. 
Item b: verdadeiro. Como a proporção de deutério da água da Terra e do cometa é diferente, a origem 
não é a mesma. Contudo, como a porcentagem de deutério das duas amostras são próximas, é esperado 
que ambas tenham propriedades físicas parecidas. 
Item c: falso. Como a porcentagem de deutério das duas amostras são quase iguais, as propriedades 
físicas também são próximas. 
Item d: falso. A proporção de deutério da água da Terra e do cometa são diferentes, o que infere que a 
origem é diferente. Contudo, as propriedades físicas são parecidas, devido à proporção das amostras ser 
próxima. 
Portanto, a resposta correta é a letra B. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
14 
 
 
16. 
Resposta: D 
Comentário: Trata-se de uma questão sobre o experimento de Rutherford. O enunciado descreve que 
Rutherford bombardeou o núcleo de um átomo de ouro com partículas 𝛼, que em sua maioria 
atravessavam a estrutura atômica, ricocheteando umas poucas partículas. Esse experimento levou à 
conclusão de que o átomo era formado por um núcleo denso e positivo, e por um grande vazio por onde 
orbitavam os elétrons. 
 
Contudo, o comando da questão pede que se analise qual seria o resultado esperado caso o modelo 
atômico de Thomson estivesse correto. Nesse modelo, o átomo seria formado por partículas positivas 
rodeadas homogeneamente por elétrons. 
 
Analisando os itens: 
Item a: falso. Esse resultado é condizente com o modelo de Rutherford e não com o de Thomson. 
Item b: falso. Esses desvios só seriam possíveis se não existissem partículas negativas na estrutura 
atômica. 
Item c: falso. Se o átomo não fosse composto por partículas eletricamente carregadas, as partículas 𝛼 
atravessariam sem sofrer o menor desvio. 
Item d: verdadeiro. Como a estrutura atômica interna seria composta por partículas eletricamente 
carregadas (prótons e elétrons) distribuídas uniformemente, as partículas que foram bombardeadas não 
conseguiriam atravessar o átomo, ricocheteando em quase toda a sua totalidade. 
Portanto, a resposta correta é a letra D. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
15 
 
 
17. 
Resposta: D 
Comentário: Trata-se de uma questão sobre modelo atômico de Bohr. Esse modelo descreve a estrutura 
eletrônica com diferentes camadas com níveis de energia, sendo que camadas mais externas possuem 
maior nível energético que as camadas mais internas. Ao se fornecer energia para um átomo, o elétron 
salta de um nível interno para outro mais externo e, ao retornar para o nível mais interno, libera energia 
na forma de luz. 
 
Analisando os itens: 
Item a: falso. A fluorescência não está relacionada à mudança de estado físico. 
Item b: falso. A combustão dos cátions metálicos não provoca a liberação de luz. 
Item c: falso. A energia cinética do elétron se mantém constante para uma mesma órbita. 
Item d: verdadeiro. O elétron ao retornar para uma camada mais interna, libera a energia em forma de 
luz. 
Item e: falso. A promoção dos elétrons do estado fundamental para um nível mais energético não provoca 
fluorescência e, ao retornar ao estado fundamental libera essa energia na forma de luz. 
Portanto, a resposta correta é a letra D. 
 
18. 
Resposta: B 
Comentário: Trata-se de uma questão sobre características do átomo. O enunciado descreve um átomo 
que possui 38 prótons, 50 nêutrons e 38 elétrons. O comando pede que se informe o número atômico (𝑍), 
o número de massa (𝐴) e o tipo de íon que esse átomo forma para adquirir a estabilidade. Assim, pode-
se definir o átomo da seguinte forma: 
 Número atômico (𝑍) é igual ao número de prótons, logo: 𝑍 = 38 
 Número de massa (𝐴) é a soma do número de prótons com o número de nêutrons, logo: 
𝐴 = 38 + 50 → 𝐴 = 88 
 Para descobrir o tipo de íon que se forma, é necessário realizar a distribuição eletrônica dos 38 
elétrons: 1𝑠2 2𝑠2 2𝑝6 3𝑠2 3𝑝6 4𝑠2 3𝑑10 4𝑝6 5𝑠². Desse modo, como o último subnível é o 5𝑠², infere-
se que o átomo precisa perder dois elétrons para adquirir a estabilidade. Logo, o íon que ele deve 
formar é um cátion bivalente. 
Portanto, a resposta correta é a letra B. 
Observação: Pode-se responder sem saber essa última informação a respeito do íon que se forma, pois 
a alternativa B é a única que possui como número atômico igual a 38 e número de massa como 88. 
 
 
 
 
 
16 
 
 
19. 
Resposta: B 
Comentário: Trata-se de uma questão sobre características do átomo. O enunciado apresenta uma tabela 
que relaciona a quantidade de prótons, elétrons, nêutrons e o número de massa de duas espécies 
químicas (𝐶𝑎 𝑒 𝐶𝑎2+). Analisando os dados: 
1. Número de prótons entre as duas espécies químicas é igual, logo: 𝑎 = 20 
2. Número de nêutrons entre as duas espécies químicas é o mesmo, logo: 𝑏 = 20 
3. Número de elétrons do cátion 𝐶𝑎2+ são duas unidades menor que o da espécie 𝐶𝑎, logo: 𝑐 = 18 
4. Número de massa das duas espécies químicas é igual, logo: 𝑑 = 40 
Portanto, a resposta correta é a letra B. 
 
20. 
Resposta: E 
Comentário: Trata-se de uma questão sobre modelo atômico de Dalton. Esse modelo foi um dos primeiros 
a postular as propriedades do átomo e definir sua estrutura. O enunciado descreve diversos desses 
postulados e pergunta qual deles é ainda válido nos dias de hoje. Analisando os itens: 
Item 1: falso. Os átomos são divisíveis, visto a existência de partículas subatômicas, como prótons e 
elétrons. 
Item 2: falso. Os átomos de um mesmo elemento químico podem diferir em relação ao número de massa 
e suas outras propriedades, visto que existem átomos isótopos, ou seja, com o mesmo número atômico e 
diferente massa, como: 12𝐶 (𝑐𝑎𝑟𝑏𝑜𝑛𝑜 − 12) e 14𝐶 (𝑐𝑎𝑟𝑏𝑜𝑛𝑜 − 14). 
Item 3: falso. Os átomos de diferentes elementos químicos podem ter a mesma massa, no caso de 
elementos isóbaros. 
Item 4: falso. Os átomos não são indestrutíveis e nas reações químicas podem mudar sua identidade. 
Item 5: verdadeiro. Os átomos de elementos químicos combinam entre si em proporções constantes, de 
números inteiros e pequenos. 
Portanto, a resposta correta é a letra E. 
 
21. 
Resposta: C 
Comentário: Trata-se de uma questão sobre modelos atômicos. 
Item A: Rutherford. Ernest Rutherford por meio de seu experimento com o bombardeamento do núcleo 
de ouro com partículas 𝛼 descobriu que existia um núcleo e estimou seu tamanho. 
Item B: Dalton. Segundo Dalton, o átomo era uma estrutura esférica, maciça e indivisível, um modelo que 
ficou conhecido como “bola de bilhar”. 
Item C: Thomson. Thomson descobriu a existência de uma partícula denominada de elétron, durante a 
experiência dos raios catódicos. 
Item D: Niels Bohr. Bohr descreveu o átomo como uma estrutura dotada de um núcleo denso e pequeno, 
com uma eletrosfera composta por diversos orbitais, que são regiões onde é máxima a probabilidade de 
se encontrar um elétron. 
Logo, a correspondência correta é 2𝐴 − 1𝐵 − 4𝐶 − 3𝐷 
Portanto, a resposta correta é a letra C. 
 
 
 
 
 
17 
 
 
22. 
Resposta: B 
Comentário: Trata-se de uma questão sobre leis ponderais. As reações químicas obedecem a duas leis 
químicas: lei de Lavoisier e lei de Proust. Explicando-as: 
1. Lei de Lavoisier: a soma das massas nos reagentes

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.