A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
140 pág.
Monografia Maria Flávia Felicia Silva- Versão Final Revisada (1)

Pré-visualização | Página 14 de 23

da figura 72 se encontra em frente a uma pizzaria, chamada Domênico. 
 
Figura 72. Parklet na Rua Claudio Manoel - Construção em Rua com Desnível 
 
Fonte: Varandas Urbanas 
 
O Parklet da Rua Goitacazes, imagens 73 e 74 foi construído em frente a uma loja 
de colchões com a ideia de aumentar a quantidade de pessoas em frente ao 
estabelecimento e fomentar o consumo. 
 
Figura 73. Parklet na Rua Goitacazes - Local de Troca de Experiências 
 
Fonte: Varandas Urbanas, 2016. 
 
 
 
 
 
74 
 
 
Figura 74. Parklet Construído pelo Sponsor Ortobom 
 
 
Fonte: Varandas Urbanas, 2016. 
 
 
O Parklet da Rua Bárbara Heliodora, imagens 75 e 76, foi constuído em duas vagas 
de estacionamento contíguos à calçada, 10 m, e foi dividido ao meio através de bancos 
para permitir melhor o uso do espaço por grupos de pessoas. Foi construído em frente 
a um restaurante Oriental. 
A estrutura desse Parklet conta com uso misto de materiais e muita simplicidade. 
 
 
Figura 75. Parklet na Rua Bárbara Heliodora - Estrutura de 10 - 2 vagas 
 
Fonte: Varandas Urbanas, 2016. 
 
 
75 
 
 
Figura 76. Parklet na Rua Bárbara Heliodora - Estrutura de 10m - 2 vagas 
 
Fonte: Varandas Urbanas, 2016. 
 
No Parklet da Av. Cônsul Antônio Cadar, Figura 77, foi escrito numa placa: 
 
Figura 77. Parklet do Chef 
“Espaço Público: 
Pra descansar 
Pra comer um Churras 
Pra tomar uma 
Pra curtir um tempo 
Pra ficar de olho 
Pra fazer nada 
Pra fazer tudo” 
 
Fonte: Varandas Urbanas, 2016. 
 
O Parklet foi instalado pelo estabelecimento Do Chef, um espetinho muito 
conhecido de Belo Horizonte. Fica evidente nessas poucas palavras o real conceito dos 
Parklets, que é promover interação entre as pessoas independente da classe social, etnia 
ou estilo. 
 
A Figura 78 mostra os parklets que já foram instalados e os que já foram aprovados 
mas ainda não foram instalados. 
 
 
 
 
 
 
76 
 
 
Figura 78. Relação de Parklets em Belo Horizonte 
 
Fonte: Varandas Urbanas, 2016. Ilustração da autora 
 
A cidade de Belo Horizonte foi escolhida pela diversidade dos Parklets e a 
criatividade na construção de todos os elementos, muitos deles, típicos locais que 
compõem a estrutura. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
77 
 
 
3.5. DEMAIS CIDADES 
 
Nesse item apresento demais cidades com parklets que constribuíram efetivamente 
para a construção desse trabalho. 
 
Figura 79. Primeiro Parklet Privado para uso Público - Porto Alegre 
 
Fonte: Porto Alegre 24 horas, 2019. 
 
O Parklet do bairro Auxiliadora em Curitiba, Figura 79, oferece aos usuários conexão 
wi-fi, carregadores de celular, jornais e revistas e café expresso gratuito. A estrutura fica em 
frente à sede da incorporadora Melnick Even, que custeou e instalou o Parklet. 
A estrutura ocupa duas vagas de estacionamento e possui estações para retirada de 
patinetes e bicicletas. 
 
Figura 80. Parklet em Recife 
 
Fonte: Visit Recife, 2019. 
 
 
78 
 
 
O Parklet da Figura 80 fica em Recife e foi implantado numa região com uma grande 
variedade de bares. Nos horários de maio movimento os lugares que eram ocupados por 
carros dão espaço às pessoas e mais vida e dinamismo ao local. A estrutura conta com 
elementos simples e ocupa a vaga de dois carros. 
O Parklet das Figuras 81 e 82 fica na Rua Júlio de Castilhos, Farroupilha, RS. Essa rua 
foi completamente revitalizada em 2017. É uma rua de movimento por possuir uma grande 
quantidade de comércios e serviços. Ao mesmo tempo que a estrutura é simples pelos 
elementos utilizados acaba ficando bem grandiosa pelo tamanho e ousadia de utilizar 4 
vagas de estacionamento para a construção. 
 
Figura 81. Parklet em Farroupilha - Revitalização do Centro 
 
Fonte: Pioneiro, 2019. 
 
Figura 82. Simplicidade de Mobiliário 
 
Fonte: Pioneiro, 2019. 
79 
 
 
Figura 83. Parada Carioca - Leblon-RJ - Vaga Contígua à Calçada 
 
Fonte: Baumann Arquitetura, 2019. 
 
 
Figura 84. Parada Carioca - Leblon-RJ 
 
Fonte: Baumann Arquitetura, 2019. 
 
Os Parklets no Rio de Janeiro adotaram o nome de Parada Carioca, Figuras 83 e 84. A 
estrutura instalada utilizou apenas uma vaga de estacionamento e fez uso de elementos 
simples. 
 
 
https://www.baumannarquitetura.com/
https://www.baumannarquitetura.com/
80 
 
 
Figura 85. Parklet em Salvador 
 
Fonte: Axé Notícias, 2019. 
 
No Parklet da Figura 85, existe uma placa de metal para captação da energia solar. A 
energia é utilizada para carregar celulares. A estrutura, que está utilizando 2 vagas de 
estacionamento, conta com elementos simples e está inserida num bairro de edifícios 
residenciais e com comércio local, conforme a Figura 86. 
 
Figura 86. Parklet em Salvador - Entorno 
 
Fonte: Axé Notícias, 2019. 
 
https://axenoticias.com.br/prefeitura-inaugura-primeiro-parklet-com-energia-solar-na-graca/
https://axenoticias.com.br/prefeitura-inaugura-primeiro-parklet-com-energia-solar-na-graca/
81 
 
 
A Figura 87 mostra um Parklet em Londres, uma estrutura bem diferente e simples 
das demais estudadas. Fica localizado em frente a um parque e ocupa apenas uma vaga 
de estacionamento. Esse Parket dá a sensação de estarmos na varanda de nossa, 
realmente cumpre o seu papel de ser a extensão da calçada. 
 
Figura 87. Parklet em Londres 
 
Fonte: London Living Street, 2019. 
 
As Figuras 88 e 89 mostram um Parket na França. A cidade conta com uma 
variedade muito grande desse tipo de estruturas. A população francesa acolheu muito 
bem o novo tipo de mobiliário urbano. 
A estrutura é simples e complexa ao mesmo tempo por conter várias combinações 
de elementos, conforme Figura 87. A mistura de elementos projetuais deu à estrutura 
um dinamismo e a oportunidade de usufruir do espaço de diversas maneiras. A 
diversidade dos elementos dá ao espaço uma leveza e ao mesmo tempo uma 
continuidade na construção. Os espaços são muito usados para a pausa do café. 
 
https://axenoticias.com.br/prefeitura-inaugura-primeiro-parklet-com-energia-solar-na-graca/
82 
 
 
Figura 88. Parklet na França - A total extensão da calçada francesa 
 
Fonte: Pro Urba, 2019. 
 
Figura 89. A Simplicidade da Estrutura e dos Materiais 
 
Fonte: Pro Urba, 2019. 
 
A estrutura é composta pela junção de vários elementos que enriquecem a grande 
extensão da calçada, conforme a Figura 90. 
 
83 
 
 
Figura 90. Mobiliário Urbano 
 
Fonte: Pro Urba, 2019. 
 
De todos os exemplos estudados percebe-se nitidamente que os Parklets além da 
funcionalidade acabam agregando valor estético aos locais onde são inseridos tornando 
o espaço um lugar melhor de se viver capaz de promover a troca de experiências e 
resgate das narrativas locais. Além de fomentar o comércio do entorno a estrutura 
permite uma melhor apreciação da cidade. 
 
Figura 91. A perfeita Junção dos Elementos 
 
 
Fonte: Pro Urba, 2019 
 
84 
 
 
CAPÍTULO 4 
 
4.1. LEVANTAMENTO DE ÁREA 
 
Para realização do projeto foi escolhida uma área na região central com potencial 
para implantação dos Parklets e projeto de requalificação: Trecho da Rua 15 de 
Novembro, área central com grande concentração de comércio e serviços, conforme 
Figura 92. O projeto pode ser replicado para outras áreas da cidade. 
A região Central é “a terceira da cidade em tamanho populacional, porém é a 
segunda em densidade demográfica, ficando atrás apenas da Sul. A Região concentra 
a maior oferta de empregos do município, distribuídos nas áreas de comércio, 
serviços, administração pública e saúde. Seu índice de empregos por habitantes é 
elevado quando comparado ao indicador geral do município.(IPLAN- ATLAS DA 
PESQUISA ORIGEM E DESTINO, 2014, p. 40). 
 
 
Figura 92. Localização da Região Central 
 
Fonte: IPLAN- Atlas da Pesquisa OD em São José dos Campos 2014.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.