Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Relatório prática_ Parasitologia Clínica_2

Pré-visualização | Página 1 de 1

RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS -
EaD
AULA _02_
DATA:
___22___/__09__/__2021_
VERSÃO:01
RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS: Parasitologia Clínica 
DADOS DO(A) ALUNO(A):
NOME: gunar vingre da silva mota MATRÍCULA:01325855
CURSO:biomedicina POLO:quintino /Belém
PROFESSOR(A) ORIENTADOR(A): Heytor Neco
ORIENTAÇÕES GERAIS: 
 O relatório deve ser elaborado individualmente e deve ser escrito de forma clara e
 concisa;
 O relatório deve conter apenas 01 (uma) lauda por tema;
 Fonte: Arial ou Times New Roman (Normal e Justificado);
 Tamanho: 12;
Margens: Superior 3 cm; Inferior: 2 cm; Esquerda: 3 cm; Direita: 2 cm;
 Espaçamento entre linhas: simples;
 Título: Arial ou Times New Roman (Negrito e Centralizado). 
TEMA DE AULA: Hoffman, Kato-Katz e Faust e col
1. Descrever os principais aspectos das técnicas utilizadas para ovos
pesados, abordando as principais diferenças
Para o diagnóstico de infecções por parasitos intestinais podem
ser empregadas diferentes técnicas parasitológicas, que devem
ser escolhidas conforme histórico do paciente.
O método de Hoffman, Pons e Janer, é atualmente o método de
sedimentação por força gravitacional utilizado com maior
frequência nas rotinas laboratoriais humanas no Brasil, não alterar
a viabilidade dos ovos, porém é uma técnica que necessita
de um tempo maior para a sua execução e leitura e acumula
RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS -
EaD
AULA _02_
DATA:
___22___/__09__/__2021_
VERSÃO:01
muitos detritos dificultando a observação e identificação dos
parasitos.
A técnica de Kato Katz é uma técnica quantitativa específica para
a quantificação dos ovos das fezes de seres humanos . Esta
necessita de uma placa ou cartão perfurado para medir o
diâmetro da amostra ou kits ou reagentes para o seu preparo .
Com o intuito de propor alternativas de métodos que apresentem
metodologias mais simples, este trabalho tem como objetivo, testar
e comparar três técnicas coproparasitológicas para o diagnóstico
de parasitos intestinais de seres humanos.
O método de Faust e col. é uma técnica simples e eficiente
utilizada para a evidenciação de cistos de protozoários e ovos ou
larvas de helmintos, sendo viável o seu uso para análise
imediatamente e tem como princípio a centrífugo-flutuação
em uma solução de sulfato de zinco com densidade de 1,18
g/mL. O método baseia-se na diferença de densidade entre os
elementos parasitários e a solução de sulfato de zinco,
fornecendo um campo com pouca quantidade de detritos
2. Existe a possibilidade de realizar exame quantitativo? Se sim, qual
técnica poderia ser utilizada e como ela é realizada?
A técnica de Kato-Katz é um método qualitativo e quantitativo.
Para esta analise, as fezes devem ser coletadas a fresco, em
coletor universal e processadas dentro de 24 horas. Deve-se fazer
no mínimo, 3 lâminas por paciente. Posteriormente, o material
deve ser examinado no microscópio e feita a contagem dos ovos.
RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS -
EaD
AULA _02_
DATA:
___22___/__09__/__2021_
VERSÃO:01
3. Citar os principais parasitas que podem ser detectados por essas
técnicas. 
O método de Hoffman, Pons e Janer: É mais eficiente
na detecção de ovos pesados como: ovos de cestódeos
(Taenia spp.) e trematódeos (Schistosoma spp.), e
alguns laboratórios a utilizam também para a observação
de ovos leves como: Trichuris trichiura, Ancylostoma
duodenale e muitas vezes até mesmo para a detecção de
Giardia spp. é um método de execução simples.
A técnica de Kato-Katz: É um método quali-quantitativo,
muito usado para o diagnóstico de helmintos. Alguns
helmintos como Schistosoma mansoni, Ascaris lumbricoides,
Trichuris trichiura e ancilostomatídeos podem ter sua carga
parasitária avaliada.
O método de Faust a col.: etecta se há presença ou
ausência de ovos leves de helmintos ou cistos e oocistos nas
fezes, principalmente utilizado protozoários como Giardia.
Referências
1. GONÇALVES GS, et al. Estudo comparativo de técnicas parasitológicas de sedimentação
espontânea: Kit comercial 
Coproplus®10 e método de Hoffman, Pons e Janer – HPJ. Revista Iniciação Científica. 2016;
16(4): 124 -129. 
2. FERREIRA MU. Parasitologia Contemporânea. 1. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
2012; 236p.
3. HOFFMAN, R. P. Diagnóstico de parasitismo veterinário. 1ed. Porto Alegre, RS, Sulina.
1987; 156p.
RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS -
EaD
AULA _02_
DATA:
___22___/__09__/__2021_
VERSÃO:01
4. CHIEFFI PP, et al. Avaliação da eficácia do método de kato-katz no diagnóstico
parasitológico da esquistossomose mansónica. Revista do Instituto Adolfo Lutz, 1981; 41(1):
23-30.
5. Célia Regina Mendes; Angela Terezinha Lauand Sampaio Teixeira; Rosana Aparecida
Trevisan Pereira; Luis Candido de Souza Dias. Estudo comparativo de técnicas
parasitológicas: Kato-Katz e coprotest®. Rev. Soc. Bras. Med. Trop. v.38, n. 2, p. 178-180,
2005. 
	RELATÓRIO DE AULAS PRÁTICAS - EaD