A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
teste de conhecimento 7 Linguistica II

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disc.: LINGUÍSTICA II 2021.3 EAD (G) / EX 
 
 
Prezado (a) Aluno(a), 
 
Você fará agora seu TESTE DE CONHECIMENTO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não 
valerá ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha. 
Após responde cada questão, você terá acesso ao gabarito comentado e/ou à explicação da mesma. 
Aproveite para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS. 
 
 
 
 
 
 
1. 
 
 
Para a Sociolinguística, não há erro nos usos de uma língua. 
Considerando esse ponto de vista, analise os enunciados a seguir: 
I- Segundo a Sociolinguística, devemos considerar a ideia do erro 
e da incapacidade do aluno de usar a sua língua. 
II- Os professores devem se interessar pela diversidade linguística 
do nosso país. 
III- O foco somente nas regras da gramática deve ser considerado 
o veículo norteador do ensino da nossa língua. 
A partir de sua leitura: 
 
 
Todas estão corretas. 
 
I e III estão corretas. 
 
I e II estão corretas. 
 
 
Somente II está correta. 
 
Somente III está correta. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
2. 
 
(ENADE 2011 - Adaptada) Analise a imagem abaixo: 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
 
(Disponível em: . Acesso em: 05 mar. 2014.) 
O caso acima é caracterizado na língua como rotacismo, ou seja, 
um processo de mudança em que se emprega o /r/ em lugar de 
/l/ nos vocábulos. 
A respeito da situação apresentada, assinale a alternativa que 
apresenta um comentário correto. 
 
 
 
 
O rotacismo é bem aceito por todos os falantes e é empregado de forma ampla nos diversos 
grupos sociais. 
 
As diferenças entre variedades da língua, como a exemplificada pelo rotacismo, devem ser 
consideradas mero fator de preconceito linguístico. 
 
Embora seja inadequado à norma padrão da língua, esse processo é bastante frequente em 
variedades de maior prestígio social. 
 
 
O processo de rotacismo não é novo na língua e já ocorria no período de passagem do latim 
vulgar para o português, como no caso de /plicare/ > /pregar/. 
 
O processo de rotacismo, encontrado na fala de indivíduos em ascensão social, é decorrente de 
diferenças sociais recentes. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
3. 
 
Ao tratar da relação entre língua e sociedade, 
a Sociolinguística mostra que em todas as 
línguas há, pelo menos, uma variedade padrão 
e uma variedade não-padrão. A partir dessa 
afirmativa, leia as alternativas a seguir: 
 
I. A variedade padrão possui 
importância e prestígio social. 
II. A variedade não-padrão é utilizada 
por pessoas que pertencem a 
classes desprestigiadas. 
III. A variedade padrão é um modelo de 
língua considerado correto e que 
deve ser usado em ambientes 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
formais. 
 
A partir de sua leitura, pode-se afirmar que: 
 
 
Somente III está correta. 
 
I e II estão corretas. 
 
Somente II está correta. 
 
 
I, II e III estão corretas. 
 
Somente I está correta. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
4. 
 
 
Segundo a Sociolinguística, devemos entender 
que variação e mudança linguísticas são 
fenômenos inerentes às línguas. Assinale a 
alternativa que NÃO contenha um exemplo de 
variação linguística encontrado na língua 
falada. 
 
 
Pobrema/problema. 
 
Mexerica/ tangerina. 
 
Isto é para mim fazer/ Isto é para eu fazer. 
 
 
Fomos à festa/ Festa fomos a. 
 
Eu vi ela no shopping/ Eu a vi no shopping. 
 
 
Gabarito 
Comentado 
 
 
 
 
 
 
 
 
5. 
 
 
As patas vermelhas salvaram a 
humanidade. 
Essa frase é possível do ponto de vista do 
sistema da língua, pois utiliza signos da Língua 
Portuguesa o obedece às regras de 
combinação de nossa língua. Entretanto, a 
Sociolinguística poderia considerá-la sem 
sentido, uma vez que: 
 
 
A Sociolinguística usa o sistema e não a fala em sua análise. 
 
A Sociolinguística, assim como o estruturalismo, usa a língua e não 
a fala em sua análise. 
 
A Sociolinguística, assim como o Gerativismo, usa a língua e não a 
fala em sua análise. 
 
A Sociolinguística usa a língua e não a fala em sua análise. 
 
 
A Sociolinguística usa a fala e não o sistema em sua análise. 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
 
 
 
Explicação: 
Sabemos que a comunicação é fundamental para a vida em uma sociedade. Por isso precisamos 
compartilhar o mesmo código, ou seja, a mesma língua. Vimos que a língua apresenta variações que 
podem ocorrer em função do grupo, da região geográfica, do contexto. 
Desse modo, reconhecemos que há variedades de uso da língua. No entanto, analisando essas 
variedades, percebemos que há muitos elementos gramaticais e lexicais que são comuns a elas. Por isso, 
todos os indivíduos que compartilham a mesma língua conseguem se entender muitíssimo bem. 
 
 
 
 
 
 
 
6. 
 
 
Leia o poema Vício da fala de Oswald de 
Andrade: Para dizerem milho dizem 
mio /Para melhor dizem mió /Para pior pió 
/Para telha dizem teia /Para telhado dizem 
teiado /E vão fazendo telhados. 
O poema modernista aponta para uma questão da 
linguagem que seria analisada de maneiras 
diferentes por um gramático e por um linguista. 
Dessa forma, UM LINGUISTA afirmaria que o 
texto: 
 
 
 
está adequado porque se refere a uma variante linguística legítima em determinados contextos. 
 
está adequado porque se refere a uma questão que fere a norma culta da língua. 
 
não pode ser considerado como um texto da Língua, mas da Linguística. 
 
está inadequado porque se trata de um poema, gênero textual que deve sempre seguir a norma 
culta da língua. 
 
está inadequado porque fere a norma culta da língua. 
 
 
 
 
 
 
 
7. 
 
 
Segundo Émile Benveniste, é na língua e pela 
língua que indivíduo e sociedade se 
determinam mutuamente. A determinação 
mútua entre língua e sociedade de que fala 
Benveniste NÃO nos permite concluir que: 
 
 
A sociedade não é possível a não ser pela língua. 
 
O indivíduo só existiria em sociedade. 
 
Sem a língua o indivíduo também não é possível. 
 
A sociedade introduz pouco a pouco a criança como indivíduo a 
partir do aprendizado da linguagem. 
 
 
Sociedade e indivíduo existiriam, mesmo que não houvesse 
linguagem que os determinasse. 
 
 
 
 
 
 
 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp
8. 
 
 
A Sociolinguística nos mostra que há um discurso científico, 
embasado nas teorias da Linguística moderna (noções de variação 
e mudança) e um discurso do senso comum, baseado na visão 
normativa sobre a linguagem e que opera com a noção de erro. 
Considerando-se as premissas da Sociolinguística, baseadas no 
discurso científico, qual das alternativas a seguir está 
INCORRETA? 
 
 
A padronização é historicamente definida: cada época determina o que considera como forma 
padrão: as línguas mudam e a definição de certo e errado também. 
 
Variações sociais são percebidas entre grupos socioeconômicos e compreendem fatores como 
idade, sexo, profissão, nível de escolarização, classe social. 
 
Todas as variedades de uma língua são igualmente complexas e o preconceito linguístico, 
baseado no senso comum, carece de lógica. 
 
 
A ocorrência de A GENTE VAMOS NA FESTA é considerada erro pela

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.