A maior rede de estudos do Brasil

Por favor alguém responde pra mim, desde já agradecendo a pergunta anterior que foi respondida

  1. O que significa dizer que o conceito de pulsão está situado entre o somático e o psíquico? Comente sua resposta

6 resposta(s)

User badge image

Jonas Rodrigues

Há mais de um mês

Acredito que a pulsão, do ponto de vista somático, tem a ver com questões fisiológicas, como instinto sexual. E do ponto de vista psíquico, tem a ver com fantasia, desejo. A pulsão pode ser tanto uma "energia" fisiológica, quanto psíquica.

Acredito que a pulsão, do ponto de vista somático, tem a ver com questões fisiológicas, como instinto sexual. E do ponto de vista psíquico, tem a ver com fantasia, desejo. A pulsão pode ser tanto uma "energia" fisiológica, quanto psíquica.

User badge image

Matheus Ribeiro

Há mais de um mês

Pulsão para Freud (1913) está associada a energia psiquica ligada a libido, se pegarmos o texto "O Inconsciente" ele mostrará uma construção do aparelho psiquico onde elabora de ponto de vista dinamico economico e topográfico a pulsão dentro de suas caetexias. Por sua vez, a psicanálise não trabalhará com o conceito de somático, porém, a pulsão ela é ligada a libido, a uma informação que pode ser de origem sexual, um desejo, se a trouxermos grotescamente. Essa informação ou desejo passa por uma censura do aparelho psiquico. O que torna "somatico" na pulsão, é quando essa pulsão com informações censuradas ao ego, são recalcadas, ou seja, são impedidas de entrar na consciencia por possuir um desejo que ofende a esse ego, basicamente, esse recalque pode voltar por outras formas, pode escapar por várias vias, dentre elas o "somático" que poderia ser uma conversão histérica, cegueiras, paralisias, por exemplo. - leituras dos textos: "Pulsão e suas Vissitudes" para conceito de pulsão, "Inconsciente" ou "Cap VII - Interpretação dos Sonhos parte 2" - para estudar melhor o conceito e os mecanismos que as pulsões operam no aparelho psiquico. Lembrando que são textos onde Freud ainda trabalhava um conceito primevo de pulsão, por ser continuista, acredito eu, o conceito mais elaborado se encontra no texto o "Ego e o Id", revisados e mais trabalhados textos de Lacan, Seminário 1

User badge image

Diego Lima Gomes de Oliveira

Há mais de um mês

Processo dinâmico que consiste numa pressão ou força (carga energética, fator de motricidade) que faz o organismo tender para um objetivo. Segundo Freud, uma pulsão tem a sua fonte numa excitação corporal (estado de tensão); o seu objetivo ou meta é suprimir o estado de tensão que reina na fonte pulsional; é no objeto ou graças a ele que a pulsão pode atingir a sua meta.

Na Psicanálise freudiana a sexualidade é peça central do conflito neurótico. Porque no entendimento de Freud a sexualidade faz parte da principal força pulsional. Freud vai dividir os impulsos humanos em dois grupos. Mas quando Freud divide esses impulsos é apenas para efeito didático, para organizar economizando palavras para facilitar o entendimento.

- Primeiro cenário pulsional: Freud se baseou na referência amor/fome para reduzir todas as ações humanas (pulsões) em dois grandes grupos, ou seja, amor e fome movem a humanidade. A ação por amor seria entendida como pulsão sexual. A ação por fome seria nomeada pulsão de autoconservação do eu.

Essa foi a organização inicial feita por Freud. Pulsão sexual versos pulsão de autopreservação. A pulsão sexual entra em conflito com a pulsão de autopreservação.

Segundo cenário pulsional: Mas a partir do debate com Jung, esse cenário se modifica. Freud chega a conclusão que esse eu também pode ser investido de libido, ou seja, pela pulsão sexual. Então nos dois lados puncionais existem a sexualidade.

As pulsões são o objeto da resistência. O indivíduo resiste as expressões das pulsões que atuam em seu interior. A clínica é exatamente a expressão do pulsional (movimentos afetivos, desejantes, emocionais) de um lado e da resistência do outro.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes