A maior rede de estudos do Brasil

O que é o instituto chamado de Endosso?

Empresarial


9 resposta(s)

User badge image

Paulo

Há mais de um mês

Essa é fácil, porém a resposta é extensa o Endosso envolve muitas situações, por isso vou me concentrar na conceituação do que foi pedido, conforme abaixo:

Endosso é o “Ato pelo qual o credor de um título de crédito com a cláusula à ordem transmite os seus direitos a outra pessoa (transferência da titularidade do direito cambiário).” É quando o credor pode negociar o crédito da letra de câmbio, sendo por ela representado mediante um negócio jurídico trasladador da titularidade do crédito, dos efeitos cambiais. Portanto, endosso é o ato cambiário que opera a transferência do crédito representado por título “à ordem”. É claro, a alienação do crédito fica ainda condicionada à tradição do título decorrente do princípio da cartularidade. Esta cláusula poderá ser expressa ou tácita. Ou seja, basta que não tenha sido inserida a cláusula “não à ordem” na letra de câmbio para que ela seja transferível por endosso.

A simples assinatura no VERSO da cártula já demonstra o endosso. Mas o endosso só fica realmente perfeito e acabado com a entrega da cártula ao endossatário, para que este possa apresentar o TC ao devedor a fim de que seja efetuado o pagamento. Logo, para que o endosso seja perfeito e produza efeitos será necessária a assinatura e a tradição. Art. 910 do NCC c/c 11, n.13 da LUG; art. 17 ao 19 da lei 7357/85.

Natureza jurídica: é uma declaração unilateral de vontade e autônoma. O endosso transfere um direito de crédito sem nenhum vício intrínseco.

Figuras:

Endossante (credor) - O credor do título que resolve transferi-lo a outra pessoa. Assume a responsabilidade pelo aceite e pelo pagamento, na condição de solidário (no pagamento, e por uma sucessão, até chegar no endossante que será o único devedor), isto significa dizer que o alienante do crédito documentado por uma cambial é chamado de endossante ou endossador. Endossatário - Para quem o crédito foi passado, é o caso do adquirente. Somente o credor pode ser endossador, assim o primeiro endossante em qualquer letra de câmbio será sempre o tomador, o segundo endossante vai ser endossatário do tomador, o terceiro o endossatário do segundo endossante e assim sucessivamente, não tendo limites para o número de endossos no título de crédito.

Bom espero ter entendido. Bons Estudos e boa sorte!

Essa é fácil, porém a resposta é extensa o Endosso envolve muitas situações, por isso vou me concentrar na conceituação do que foi pedido, conforme abaixo:

Endosso é o “Ato pelo qual o credor de um título de crédito com a cláusula à ordem transmite os seus direitos a outra pessoa (transferência da titularidade do direito cambiário).” É quando o credor pode negociar o crédito da letra de câmbio, sendo por ela representado mediante um negócio jurídico trasladador da titularidade do crédito, dos efeitos cambiais. Portanto, endosso é o ato cambiário que opera a transferência do crédito representado por título “à ordem”. É claro, a alienação do crédito fica ainda condicionada à tradição do título decorrente do princípio da cartularidade. Esta cláusula poderá ser expressa ou tácita. Ou seja, basta que não tenha sido inserida a cláusula “não à ordem” na letra de câmbio para que ela seja transferível por endosso.

A simples assinatura no VERSO da cártula já demonstra o endosso. Mas o endosso só fica realmente perfeito e acabado com a entrega da cártula ao endossatário, para que este possa apresentar o TC ao devedor a fim de que seja efetuado o pagamento. Logo, para que o endosso seja perfeito e produza efeitos será necessária a assinatura e a tradição. Art. 910 do NCC c/c 11, n.13 da LUG; art. 17 ao 19 da lei 7357/85.

Natureza jurídica: é uma declaração unilateral de vontade e autônoma. O endosso transfere um direito de crédito sem nenhum vício intrínseco.

Figuras:

Endossante (credor) - O credor do título que resolve transferi-lo a outra pessoa. Assume a responsabilidade pelo aceite e pelo pagamento, na condição de solidário (no pagamento, e por uma sucessão, até chegar no endossante que será o único devedor), isto significa dizer que o alienante do crédito documentado por uma cambial é chamado de endossante ou endossador. Endossatário - Para quem o crédito foi passado, é o caso do adquirente. Somente o credor pode ser endossador, assim o primeiro endossante em qualquer letra de câmbio será sempre o tomador, o segundo endossante vai ser endossatário do tomador, o terceiro o endossatário do segundo endossante e assim sucessivamente, não tendo limites para o número de endossos no título de crédito.

Bom espero ter entendido. Bons Estudos e boa sorte!

User badge image

Guilherme

Há mais de um mês

Ato unilateral de declaração de vontade que exige a forma escrita, é o meio pelo qual se transfere o título de um credor para o outro. Dá-se com a assinatura do endossante no verso da letra, ou em outro lugar (‘por endosso’) e pode ser lançado ainda, no alongue. 

O endosso opera a transferência do crédito representado por título À ORDEM. A clausula "à ordem" pode ser expressa ou tácita. Basta que não tenha sido inserida a clausula NÃO A ORDEM na letra de câmbio para que ela seja transferível por endosso.

  • Endosso em branco - Lei 8088 de 90. Praticamente não se pode mais falar em endosso em branco. O endosso em branco é aquele em que não há a indicação do fiduciário. Ele transforma um título nominal em um título ao portador.
  • Endosso em preto - Aquele em que se deve indicar o nome do beneficiário(eu) - endossatário.
  • Endosso mandato ou procuração - É aquele em que o endossatário atua em nome e por conta do endossante, não possuindo todavia a disponibilidade do título, devendo agir no interesse do endossante - mandante. Qualquer endosso praticado por ele, valerá como endosso mandato. O endossatário, mandatário pode endossar.
  • Endosso póstumo ou tardio - É o endosso praticado após o protesto do título.
  • Endosso caução - Utilizado quando o endossante deposita ou dá o título, perante o endossatário como garantia de uma dívida. São inseridas as expressões: "Valor em garantia" e "Valor em penhor".
  • Endosso de seguro - Documento emitido pela seguradora, durante a vigência do contrato, pelo qual ela e o segurado entram em acordo quanto à alteração de dados, modificam as condições ou o objeto da apólice ou a transferem a outra pessoa.
User badge image

Lucas

Há mais de um mês

Obrigado Guilherme!

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes