A maior rede de estudos do Brasil

A Constituição Federal prevê como juízo natural para processo e julgamento do Presidente da Republica,nos crimes de responsabilidade,o Senado Federal.

A Constituição Federal prevê como juízo natural para processo e julgamento do Presidente da Republica, nos crimes de responsabilidade, o Senado Federal (art. 86). Nos crimes comuns, o Presidente da Republica será processado e julgado pelo STF. 

a) O que são crimes de responsabilidade?

b) O que é e onde esta o juízo de admissibilidade da acusação nestas condições?


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Júnior Oliveira Verified user icon

Há mais de um mês

a) O denominado crime de responsabilidade não é, em regra, um crime propriamente dito, mas sim um rol de condutas políticas graves, de tal modo que podem levar à destituição do cargo. Segundo a Constituição Federal de 1988, o presidente da República pode ser enquadrado nos crime de responsbilidade pelo cometimento dos seguintes atos:

Art. 85. São crimes de responsabilidade os atos do Presidente da República que atentem contra a Constituição Federal e, especialmente, contra:

I - a existência da União;

II - o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário, do Ministério Público e dos Poderes constitucionais das unidades da Federação;

III - o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais;

IV - a segurança interna do País;

V - a probidade na administração;

VI - a lei orçamentária;

VII - o cumprimento das leis e das decisões judiciais.

Parágrafo único. Esses crimes serão definidos em lei especial, que estabelecerá as normas de processo e julgamento.

A  Lei Federal nº 1.079/1950, recepcionada pela Constituição, é o diploma legal regulamentador do instituto.

 

b) O juízo de admissibilidade consiste na apuração jurídica-política do fato imputado como crime de responsabilidade, a fim de se verificar a possibilidade de se iniciar o processo de impedimento. Tal atribuição recai sobre a Câmara dos Deputados, termos do art. 86, CFRB/1988:

Art. 86. Admitida a acusação contra o Presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade.

a) O denominado crime de responsabilidade não é, em regra, um crime propriamente dito, mas sim um rol de condutas políticas graves, de tal modo que podem levar à destituição do cargo. Segundo a Constituição Federal de 1988, o presidente da República pode ser enquadrado nos crime de responsbilidade pelo cometimento dos seguintes atos:

Art. 85. São crimes de responsabilidade os atos do Presidente da República que atentem contra a Constituição Federal e, especialmente, contra:

I - a existência da União;

II - o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário, do Ministério Público e dos Poderes constitucionais das unidades da Federação;

III - o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais;

IV - a segurança interna do País;

V - a probidade na administração;

VI - a lei orçamentária;

VII - o cumprimento das leis e das decisões judiciais.

Parágrafo único. Esses crimes serão definidos em lei especial, que estabelecerá as normas de processo e julgamento.

A  Lei Federal nº 1.079/1950, recepcionada pela Constituição, é o diploma legal regulamentador do instituto.

 

b) O juízo de admissibilidade consiste na apuração jurídica-política do fato imputado como crime de responsabilidade, a fim de se verificar a possibilidade de se iniciar o processo de impedimento. Tal atribuição recai sobre a Câmara dos Deputados, termos do art. 86, CFRB/1988:

Art. 86. Admitida a acusação contra o Presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade.

User badge image

Paulo

Há mais de um mês

A resposta para essa pergunta é extensa mas vou tentar resumir tudo em uma resposta só:

Os crimes de responsabilidade – podem ser definidos como infrações político –administrativas, que sujeitarão o presidente ao processo de impeachment. São atos que atentem contra constituição federal e, especialmente, contra a existência da união; O livre exercício do poder legislativo, do poder judiciário, do ministério publico e dos poderes constitucionais das unidades da federação, etc. Procedimento: acusação pode ser oferecida por qualquer cidadão* ou Ministério Público (Procurador Geral da República) a câmara dos deputados. A acusação deve ser admitida por dois terços da câmara dos deputados. Admitida a acusação, o presidente é obrigatoriamente submetido a julgamento perante o Senado Federal, que será presidido pelo Presidente do STF, cujo este não terá direito a voto. Após a instauração do processo pelo Senado, o Presidente fica suspenso de suas funções por no máximo cento e oitenta dias. A condenação somente pode ser proferida por dois terços dos votos, limitada a perda do cargo e inabilitação por oito anos para exercício de função pública. Sem prejuízo das demais sanções judiciais cabíveis. Creio que o juizo de admissibilidade da acusação nestas condições é do STF.

Espero ter respondido, boa sorte e sucesso! Se gostou da resposta não deixe de aprovar.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas