A maior rede de estudos do Brasil

sistema nervoso

compare a organização do sistema nervoso simpatico e parassimpatico.discuta os neurotransmissores utilizados nesses sistemas

 


7 resposta(s)

User badge image

Taís

Há mais de um mês

Sistema Nervoso Autônomo Simpático

Composto por uma cadeia de gânglios simpáticos paravertebrais situadas bilateralmente ao lado da coluna vertebral torácica e lombar.
Os neurônios pré-ganglionares (medula espinhal - gânglio nervoso) são curto.
As fibras pós-ganglionares (partem dos gânglios) são longas atingindo os órgãos alvo do sistema nervoso autônomo simpático.

 As fibras pré-ganglionares simpáticas fazem sinapses num gânglio nervoso liberando acetilcolina.

As fibras pós-ganglionares simpáticas fazem sinapses com os órgãos alvo com liberação de noradrenalina e/ou adrenalina atuando sobre receptores adrenérgicos alpha e ou beta.

Exceção: As fibras que inervam as glândulas sudoríparas fazem sinapses ganglionares e terminais (nos órgãos alvo) mediadas por acetilcolina.

 

Sistema Nervoso Autônomo Parassimpático

Anatomicamente o sistema nervoso autônomo parassimpático situa-se na porção cranial e caudal da coluna vertebral.
As fibras pré-ganglionares são longas (contrário ao SNA Simpático) e as fibras pós-ganglionares são curtas já que os gânglios nervosos, neste sistema, situam-se próximos ao tecido alvo.

A maior parte das fibras (75%) do sistema nervoso autônomo parassimpático são provenientes do nervo vago.

Secreção e Remoção dos Neurotransmissores

As fibras simpáticas e parassimpáticas apenas tocam as células efetoras liberando vesículas de noradrenalina e acetilcolina.
Na fenda sináptica ocorrerá remoção do neurotransmissor por difusão, por recaptação pelas vesículas ou pela degradação enzimática (acetilcolinesterase – AChE).

Acetilcolina:
◦É secretada:
Células piramidais do córtex motor;
Gânglios da base;
Neurônios motores;
Neurônios pré-ganglionares do SNA;
Neurônios pós-ganglionares do SNS.
Em geral tem efeito excitatório, mas pode possuir efeitos inibitórios em algumas terminações nervosas parassimpáticas periféricas (inibição do coração pelo nervo vago).

Norepinefrina
◦Secretadas por neurônios cujos corpos estão localizados no tronco cerebral e no hipotálamo. Excita alguns órgãos e inibe outros.

Dopamina:
◦Secretada por neurônios que se originam na substância negra.
Geralmente é inibitória.

Glicina:
◦Secretada por sinapses da Medula espinhal.
◦Atua sempre como neurotransmissor inibitório.

GABA (ácido gama-aminobutírico): secretado por terminais nervosos situados na medula espinhal, cerebelo, gânglios da base e diversas áreas do córtex.
◦Tem efeito sempre inibitório.

Glutamato:
◦Secretado por terminais pré-sinápticos em muitas vias sensoriais aferentes e diversas áreas do córtex cerebral.
◦Seu efeito é sempre excitatório.

Serotonina:
Secretada pelo tronco cerebral projetando-se para diversas áreas encefálicas e medula espinhal (pp, cornos dorsais e hipotálamo).
Age como inibidor das vias da dor na medula espinhal.

 

Espero ter ajudado de alguma forma. Beijos

Sistema Nervoso Autônomo Simpático

Composto por uma cadeia de gânglios simpáticos paravertebrais situadas bilateralmente ao lado da coluna vertebral torácica e lombar.
Os neurônios pré-ganglionares (medula espinhal - gânglio nervoso) são curto.
As fibras pós-ganglionares (partem dos gânglios) são longas atingindo os órgãos alvo do sistema nervoso autônomo simpático.

 As fibras pré-ganglionares simpáticas fazem sinapses num gânglio nervoso liberando acetilcolina.

As fibras pós-ganglionares simpáticas fazem sinapses com os órgãos alvo com liberação de noradrenalina e/ou adrenalina atuando sobre receptores adrenérgicos alpha e ou beta.

Exceção: As fibras que inervam as glândulas sudoríparas fazem sinapses ganglionares e terminais (nos órgãos alvo) mediadas por acetilcolina.

 

Sistema Nervoso Autônomo Parassimpático

Anatomicamente o sistema nervoso autônomo parassimpático situa-se na porção cranial e caudal da coluna vertebral.
As fibras pré-ganglionares são longas (contrário ao SNA Simpático) e as fibras pós-ganglionares são curtas já que os gânglios nervosos, neste sistema, situam-se próximos ao tecido alvo.

A maior parte das fibras (75%) do sistema nervoso autônomo parassimpático são provenientes do nervo vago.

Secreção e Remoção dos Neurotransmissores

As fibras simpáticas e parassimpáticas apenas tocam as células efetoras liberando vesículas de noradrenalina e acetilcolina.
Na fenda sináptica ocorrerá remoção do neurotransmissor por difusão, por recaptação pelas vesículas ou pela degradação enzimática (acetilcolinesterase – AChE).

Acetilcolina:
◦É secretada:
Células piramidais do córtex motor;
Gânglios da base;
Neurônios motores;
Neurônios pré-ganglionares do SNA;
Neurônios pós-ganglionares do SNS.
Em geral tem efeito excitatório, mas pode possuir efeitos inibitórios em algumas terminações nervosas parassimpáticas periféricas (inibição do coração pelo nervo vago).

Norepinefrina
◦Secretadas por neurônios cujos corpos estão localizados no tronco cerebral e no hipotálamo. Excita alguns órgãos e inibe outros.

Dopamina:
◦Secretada por neurônios que se originam na substância negra.
Geralmente é inibitória.

Glicina:
◦Secretada por sinapses da Medula espinhal.
◦Atua sempre como neurotransmissor inibitório.

GABA (ácido gama-aminobutírico): secretado por terminais nervosos situados na medula espinhal, cerebelo, gânglios da base e diversas áreas do córtex.
◦Tem efeito sempre inibitório.

Glutamato:
◦Secretado por terminais pré-sinápticos em muitas vias sensoriais aferentes e diversas áreas do córtex cerebral.
◦Seu efeito é sempre excitatório.

Serotonina:
Secretada pelo tronco cerebral projetando-se para diversas áreas encefálicas e medula espinhal (pp, cornos dorsais e hipotálamo).
Age como inibidor das vias da dor na medula espinhal.

 

Espero ter ajudado de alguma forma. Beijos

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes