A maior rede de estudos do Brasil

Qual a diferença de Brincadeira e Jogo ??

A diversão se encontra em ambos assim como as regras, gostaria de saber de mais variaveis.


3 resposta(s)

User badge image

Clodoaldo

Há mais de um mês

Muito boa resposta, melhor ainda quando se tem boas referências bibliográficas, parabéns!!!

Muito boa resposta, melhor ainda quando se tem boas referências bibliográficas, parabéns!!!

User badge image

Ariany

Há mais de um mês

Conceitos de Jogo

Para Kishimoto (2001) tentar definir o jogo não é uma tarefa fácilpodendo a mesma ser entendida como por exemplo jogos políticos, jogosde adultos, de crianças, xadrez, contar histórias, brincar de mãe e filha,quebra cabeça etc.Huizinga (1938) define jogo como: “uma atividade voluntária exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e alegria e de uma consciência de ser diferente de vida cotidiana.”

De acordo com Claparède apud Araújo (1992, p.18) jogo é um processo de derivação por ficção e tem por função permitir ao indivíduo realizar o seu eu, ostentar sua personalidade, seguir momentaneamente a trilha de seu maior interesse nos casos em que, não pos sa consegui-lo recorre ndo as atividades sérias.

&nb sp; De acordo com os conceitos estudados os jogos são atividades que os participantes possuem uma maneira formal de proceder e estão sujeitos a regras. Se direcionados e conduzidos de maneira adequada, favorecem momentos de confraternização, participação e integração, aliviando o cansaço físico e mental. Proporciona aos participantes entendimento das expressões como jogar, busca pela vitória, cooperação, aceitação da derrota e equilíbrio durante a realização das atividades, com os adversários de jogo ou companheiros.

Conceitos de Brincadeira

Para Barreto (1998), brincadeira é a atividade lúdica livre, separada, incerta, improdutiva, governada por regras e caracterizada pelo faz de conta. É uma atividade bastante consciente mas fora da vida rotineira e não séria, que absorve a pessoa intensamente. Ela se processa dentro de seus próprios limites de tempo e espaço de acordo com regras fixas e de um modo ordenado.

Para Sá (2005, p.26) brincar é algo intrísico à vida de toda criança, seja de maneira ou sistematizada, é um processo que vai se desenrolando em seu curso, no tempo e no espaço, e no qual estão contidos aspectos físicos, emocionais e mentais, de forma individualizada ou combinada.

Silva (1993) chegou a um conceito de brincadeira que é encarada como uma simples distração, fazendo com que cada um descarregue sua energia, se tornando uma atividade sem importância, sendo própria para criança.

Froebel apud Blow (1911) introduz o brincar para educar e desenvolver a criança. Sua teoria metafísica pressupõe que o brincar permite o estabelecimento de relações entre objetos culturais e a natureza, unificados pelo mundo espiritual. Froebel concebe o brincar como atividade livre e espontânea, responsável pelo desenvolvimento físico, moral, cognitivo.

Portanto, a brincadeira ao meu ver é o caminho natural do desenvolvimento humano, é competente nos seu efeitos e oferece a quem dela faz uso, a construção de uma base sólida para toda vida, pois é capaz de atuar no desenvolvimento cognitivo e emocional de forma natural e harmônica.

 

Espero ter ajudado

User badge image

Veronica

Há mais de um mês

o jogo exige regras e a brincadeira e livre.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes