A maior rede de estudos do Brasil

Como podemos relacionar a noção de Seleção por Consequências com a aprendizagem de novos comportamentos?

Clínica analítico-       -comportamental

Behaviorismo

UNIME


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A seleção por consequência pode ser definida como um modo causal baseado em uma relação de interdependência entre eventos, tendo como resultado um novo fenômeno comportamental, produto de basicamente três histórias de variação e seleção: filogenia, ontogenia e comportamento cultural.


Sabe-se que a seleção por consequências é um mecanismo de seleção, baseada em respostas a ações ou estímulos, o que pode gerar um condicionamento respondente. Este é outro termo utilizado em estudos comportamentais, para descrever respostas, que antes eram preparadas pela seleção natural, mas que estariam sob influência de novos estímulos, uma vez que eventos seguidos destas respostas podem reforçá-las e afirmá-las. A aprendizagem de novos comportamentos pode se relacionar também a um condicionamento operante, onde quando as consequências de um estímulo são selecionadas, o condicionamento operante e a seleção natural atuam juntos, e a partir do momento em que um indivíduo ou uma espécie adquirem rapidamente um comportamento apropriado a um dado ambiente ou condição, o condicionamento operante pode não apenas complementar a seleção natural, como substituí-la, uma vez que esse novo comportamento passa a ser adotado.


Portanto, um novo comportamento pode ser aprendido por consequência e seleção de eventos introduzidos/demonstrados, e este aprendizado está condicionado à atuação da seleção natural (filogenia e ontogenia), juntamente com a atuação de novos eventos apresentados e adquiridos (comportamento cultural).

A seleção por consequência pode ser definida como um modo causal baseado em uma relação de interdependência entre eventos, tendo como resultado um novo fenômeno comportamental, produto de basicamente três histórias de variação e seleção: filogenia, ontogenia e comportamento cultural.


Sabe-se que a seleção por consequências é um mecanismo de seleção, baseada em respostas a ações ou estímulos, o que pode gerar um condicionamento respondente. Este é outro termo utilizado em estudos comportamentais, para descrever respostas, que antes eram preparadas pela seleção natural, mas que estariam sob influência de novos estímulos, uma vez que eventos seguidos destas respostas podem reforçá-las e afirmá-las. A aprendizagem de novos comportamentos pode se relacionar também a um condicionamento operante, onde quando as consequências de um estímulo são selecionadas, o condicionamento operante e a seleção natural atuam juntos, e a partir do momento em que um indivíduo ou uma espécie adquirem rapidamente um comportamento apropriado a um dado ambiente ou condição, o condicionamento operante pode não apenas complementar a seleção natural, como substituí-la, uma vez que esse novo comportamento passa a ser adotado.


Portanto, um novo comportamento pode ser aprendido por consequência e seleção de eventos introduzidos/demonstrados, e este aprendizado está condicionado à atuação da seleção natural (filogenia e ontogenia), juntamente com a atuação de novos eventos apresentados e adquiridos (comportamento cultural).

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

A seleção por consequência pode ser definida como um modo causal baseado em uma relação de interdependência entre eventos, tendo como resultado um novo fenômeno comportamental, produto de basicamente três histórias de variação e seleção: filogenia, ontogenia e comportamento cultural.


Sabe-se que a seleção por consequências é um mecanismo de seleção, baseada em respostas a ações ou estímulos, o que pode gerar um condicionamento respondente. Este é outro termo utilizado em estudos comportamentais, para descrever respostas, que antes eram preparadas pela seleção natural, mas que estariam sob influência de novos estímulos, uma vez que eventos seguidos destas respostas podem reforçá-las e afirmá-las. A aprendizagem de novos comportamentos pode se relacionar também a um condicionamento operante, onde quando as consequências de um estímulo são selecionadas, o condicionamento operante e a seleção natural atuam juntos, e a partir do momento em que um indivíduo ou uma espécie adquirem rapidamente um comportamento apropriado a um dado ambiente ou condição, o condicionamento operante pode não apenas complementar a seleção natural, como substituí-la, uma vez que esse novo comportamento passa a ser adotado.


Portanto, um novo comportamento pode ser aprendido por consequência e seleção de eventos introduzidos/demonstrados, e este aprendizado está condicionado à atuação da seleção natural (filogenia e ontogenia), juntamente com a atuação de novos eventos apresentados e adquiridos (comportamento cultural).

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Behaviorismo


A seleção por consequência pode ser definida como um modo causal baseado em uma relação de interdependência entre eventos, tendo como resultado um novo fenômeno comportamental, produto de basicamente três histórias de variação e seleção: filogenia, ontogenia e comportamento cultural.


Sabe-se que a seleção por consequências é um mecanismo de seleção, baseada em respostas a ações ou estímulos, o que pode gerar um condicionamento respondente. Este é outro termo utilizado em estudos comportamentais, para descrever respostas, que antes eram preparadas pela seleção natural, mas que estariam sob influência de novos estímulos, uma vez que eventos seguidos destas respostas podem reforçá-las e afirmá-las. A aprendizagem de novos comportamentos pode se relacionar também a um condicionamento operante, onde quando as consequências de um estímulo são selecionadas, o condicionamento operante e a seleção natural atuam juntos, e a partir do momento em que um indivíduo ou uma espécie adquirem rapidamente um comportamento apropriado a um dado ambiente ou condição, o condicionamento operante pode não apenas complementar a seleção natural, como substituí-la, uma vez que esse novo comportamento passa a ser adotado.


Portanto, um novo comportamento pode ser aprendido por consequência e seleção de eventos introduzidos/demonstrados, e este aprendizado está condicionado à atuação da seleção natural (filogenia e ontogenia), juntamente com a atuação de novos eventos apresentados e adquiridos (comportamento cultural).

User badge image

raquel viana monteiro

Há mais de um mês

penso que pelos pela propria consequencia em si, ou seja, ela sendo positiva, reforça o comportamento. o que vai fazer com que eu repita um comportamento x em busca de tal consequencia positiva, pois é reforcador positivo, neste caso.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas