A maior rede de estudos do Brasil

Quais as fontes do Direito Inglês? Explique a importância de cada uma delas

História do DireitoHumanas / Sociais

2 resposta(s)

User badge image

Há mais de um mês

Fontes: Jurisprudência - Os ingleses distinguem as jurisdições em dois tipos: a alta justiça, administrada pelos Tribunais Superiores, e a baixa justiça, administrada por uma série de jurisdições

Legislação - Uma segunda fonte do direito inglês é a lei, que pode ser dividida em lei propriamente dita e disposições regulamentares variadas tomadas para a execução da lei, pelas autoridades, e que os autores ingleses agrupam sob o nome genérico de legislação delegada ou de legislação subsidiárias.

Costume - O direito inglês não é consuetudinário. Sempre foi uma ficção o costume geral imemorial do reino, sobre o qual teoricamente está fundada a common law.  Esta pôde retirar algumas das suas regras dos vários costumes locais outrora em vigor, porém o seu processo de constituição baseou-se na elaboração de um direito jurisprudencial, fundado sobre a razão, que substituísse o direito da época anglo-saxônica, alicerçado no costume. 

Doutrina e razão - Na Inglaterra, certas obras doutrinárias, escritas por juízes, receberam a qualificação de livros de autoridade, alcançando tal prestígio que, nos tribunais, se consideraram repositórios autorizados do direito da sua época, dotados de uma autoridade comparável à que a lei tem nos países de tradição romano-germânica. Depois da supressão do formalismo, no século XIX, a função da doutrina se ampliou.

QUEIROGA, ANA BEATRIZ XIMENES DEO Direito Inglês. Disponível em: <http://www.conteudojuridico.com.br/artigo,o-direito-ingles,49678.html>. Acesso em: 27 de outubro de 2016

Fontes: Jurisprudência - Os ingleses distinguem as jurisdições em dois tipos: a alta justiça, administrada pelos Tribunais Superiores, e a baixa justiça, administrada por uma série de jurisdições

Legislação - Uma segunda fonte do direito inglês é a lei, que pode ser dividida em lei propriamente dita e disposições regulamentares variadas tomadas para a execução da lei, pelas autoridades, e que os autores ingleses agrupam sob o nome genérico de legislação delegada ou de legislação subsidiárias.

Costume - O direito inglês não é consuetudinário. Sempre foi uma ficção o costume geral imemorial do reino, sobre o qual teoricamente está fundada a common law.  Esta pôde retirar algumas das suas regras dos vários costumes locais outrora em vigor, porém o seu processo de constituição baseou-se na elaboração de um direito jurisprudencial, fundado sobre a razão, que substituísse o direito da época anglo-saxônica, alicerçado no costume. 

Doutrina e razão - Na Inglaterra, certas obras doutrinárias, escritas por juízes, receberam a qualificação de livros de autoridade, alcançando tal prestígio que, nos tribunais, se consideraram repositórios autorizados do direito da sua época, dotados de uma autoridade comparável à que a lei tem nos países de tradição romano-germânica. Depois da supressão do formalismo, no século XIX, a função da doutrina se ampliou.

QUEIROGA, ANA BEATRIZ XIMENES DEO Direito Inglês. Disponível em: <http://www.conteudojuridico.com.br/artigo,o-direito-ingles,49678.html>. Acesso em: 27 de outubro de 2016

User badge image

Joab

Há mais de um mês

Direito Inglês é o Common Law, e uma importante classificação das fontes é aquela que as estabelece como formais e materiais, sendo, a grosso modo, as primeiras responsáveis por formalizar o direito e as segundas, representadas pelas vontades e necessidades das pessoas, pelas autoridades, pelos valores da sociedade, pelos elementos culturais e tudo quanto mais possa influenciar no surgimento de normas jurídicas.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes