A maior rede de estudos do Brasil

como ocorre a imunidade inata contra vírus?

ImunologiaUNIGRANRIO

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Algumas infecções, como a gripe, dengue, AIDS, são causadas por vírus. Os vírus são parasitas obrigatórios dos seres vivos. Isso porque eles não conseguem multiplicar seu material genético se não estiverem dentro de um organismo.  Não são considerados seres vivos por não realizarem funções vitais característicos dos seres viventes e nem terem células e nem organização celular (são chamados de acelulares). Porém, esse debate sobre os vírus estarem vivos ou não tem se expandido por conta de algumas pesquisas atuais que dizem que eles são um tipo muito simples e antigo e vida.


Os vírus são divididos entre retrovírus (os que possuem RNA como material genético) e adenovírus (os que possuem DNA como material genético). Eles são muito pequenos e simples, capazes de infectar as menores bactérias conhecidas. Quando estão fora do ambiente intracelular, eles são seres inertes. Mas, quando infectam alguma célula, injetam seu material genético que é capaz de se replicar de forma muito rápida.


A imunidade inata inclui também as barreiras externas do corpo, como a pele e membranas mucosas (como aquelas que da linha do nariz, da garganta, e trato gastrointestinal), que são a primeira linha de defesa na prevenção de doenças de entrar no corpo. Se esta parede externa defensiva é quebrada (como através de um corte), a pele tenta curar a ruptura de forma rápida e as células especiais do sistema imunológico atacam a pele invadindo os germes.

fonte:http://cuidadossaude.com/2010/06/sistema-imunologico-corpo-como-funciona/

Algumas infecções, como a gripe, dengue, AIDS, são causadas por vírus. Os vírus são parasitas obrigatórios dos seres vivos. Isso porque eles não conseguem multiplicar seu material genético se não estiverem dentro de um organismo.  Não são considerados seres vivos por não realizarem funções vitais característicos dos seres viventes e nem terem células e nem organização celular (são chamados de acelulares). Porém, esse debate sobre os vírus estarem vivos ou não tem se expandido por conta de algumas pesquisas atuais que dizem que eles são um tipo muito simples e antigo e vida.


Os vírus são divididos entre retrovírus (os que possuem RNA como material genético) e adenovírus (os que possuem DNA como material genético). Eles são muito pequenos e simples, capazes de infectar as menores bactérias conhecidas. Quando estão fora do ambiente intracelular, eles são seres inertes. Mas, quando infectam alguma célula, injetam seu material genético que é capaz de se replicar de forma muito rápida.


A imunidade inata inclui também as barreiras externas do corpo, como a pele e membranas mucosas (como aquelas que da linha do nariz, da garganta, e trato gastrointestinal), que são a primeira linha de defesa na prevenção de doenças de entrar no corpo. Se esta parede externa defensiva é quebrada (como através de um corte), a pele tenta curar a ruptura de forma rápida e as células especiais do sistema imunológico atacam a pele invadindo os germes.

fonte:http://cuidadossaude.com/2010/06/sistema-imunologico-corpo-como-funciona/

User badge image

Beatriz

Há mais de um mês

As células infectadas por vírus produzem INF-alfa/beta, que têm ação parácrina e autócrina, para induzir a apoptose e o estado antiviral dessas céls. O INFalfa/beta aumenta a expressão de MHC I (para apresentação de Ags p/ céls T CD8+), diferencia as céls T CD8+ em céls CTLs, ativa a enzima RNAseL (que degrada RNA viral), ativa PKC (inibe a síntese proteica), ativa céls NK e células dendríticas (passam a secretar IL-12). Céls NK têm grande importância, pois após ativadas, ficam mais citotóxicas e começam a produzir INF-gama, aumentando a atividade de macrófagos e neutrófilos que irão fagocitar. As céls NK também irão reconhecer as céls infectadas, e dependendo do sinal (+ ou -), elas irão degranular em cima das céls infectadas.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas