A maior rede de estudos do Brasil

Anatomia Sistemica

10. A simetria bilateral dos vertebrados resulta na possibilidade de dividirmos o corpo humano longitudinalmente em duas metades que são imagens especulares uma da outra. Muitos órgãos ocorrem em pares, um do lado direito e outro do lado esquerdo. Internamente esta simetria não é mantida totalmente. Na região da cabeça podemos citar como exemplo de osso par?

5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Na região da cabeça temos os ossos que compõem o crânio (total de 8 ossos) e a face (total de 14 ossos). Dentre esses, alguns ossos são ímpares e não possuem um correspondente no outro plano anatômico, enquanto outros ossos são pares.

Dentre os pares podemos citar o osso Pariental e o Temporal. Os ossos parentais são chatos, apresentam duas faces e quatro ângulos. Já o osso Temporal é complexo e de grande importância para a audição, uma vez que o aparelho auditivo se encontra dentro desse osso.

Nos ossos da face, a maioria são pares. Alguns exemplos são: os ossos Nasais (que formam o dorso no nariz), os ossos Lacrimais (ossos mais frágeis da face) e os ossos da Maxila (que forma o teto da cavidade bucal).

.

Na região da cabeça temos os ossos que compõem o crânio (total de 8 ossos) e a face (total de 14 ossos). Dentre esses, alguns ossos são ímpares e não possuem um correspondente no outro plano anatômico, enquanto outros ossos são pares.

Dentre os pares podemos citar o osso Pariental e o Temporal. Os ossos parentais são chatos, apresentam duas faces e quatro ângulos. Já o osso Temporal é complexo e de grande importância para a audição, uma vez que o aparelho auditivo se encontra dentro desse osso.

Nos ossos da face, a maioria são pares. Alguns exemplos são: os ossos Nasais (que formam o dorso no nariz), os ossos Lacrimais (ossos mais frágeis da face) e os ossos da Maxila (que forma o teto da cavidade bucal).

.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Na região da cabeça temos os ossos que compõem o crânio (total de 8 ossos) e a face (total de 14 ossos). Dentre esses, alguns ossos são ímpares e não possuem um correspondente no outro plano anatômico, enquanto outros ossos são pares.

Dentre os pares podemos citar o osso Pariental e o Temporal. Os ossos parentais são chatos, apresentam duas faces e quatro ângulos. Já o osso Temporal é complexo e de grande importância para a audição, uma vez que o aparelho auditivo se encontra dentro desse osso.

Nos ossos da face, a maioria são pares. Alguns exemplos são: os ossos Nasais (que formam o dorso no nariz), os ossos Lacrimais (ossos mais frágeis da face) e os ossos da Maxila (que forma o teto da cavidade bucal).

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Na região da cabeça temos os ossos que compõem o crânio (total de 8 ossos) e a face (total de 14 ossos). Dentre esses, alguns ossos são ímpares e não possuem um correspondente no outro plano anatômico, enquanto outros ossos são pares.

Dentre os pares podemos citar o osso Pariental e o Temporal. Os ossos parentais são chatos, apresentam duas faces e quatro ângulos. Já o osso Temporal é complexo e de grande importância para a audição, uma vez que o aparelho auditivo se encontra dentro desse osso.

Nos ossos da face, a maioria são pares. Alguns exemplos são: os ossos Nasais (que formam o dorso no nariz), os ossos Lacrimais (ossos mais frágeis da face) e os ossos da Maxila (que forma o teto da cavidade bucal).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas