A maior rede de estudos do Brasil

Explique: o processo penal e o direito de punir

Tópico: Conceito de Processo Penal


3 resposta(s)

User badge image

Pedro

Há mais de um mês

O Direito de Punir (jus puniendi):

 

- É genérico e impessoal

 

- Surge com a necessidade de regular a vida do cidadão (é uma das atividades essenciais do estado) em sociedade por meio de normas objetivas sem as quais a vida em comunidade seria impossível.

 

  • Direito objetivo: conjunto de normas que exterioriza a vontade do estado quanto à regulamentação das relações sociais, entre indivíduos, entre organismos do estado ou entre uns e outros.

  

  • Direito subjetivo: é a possibilidade de comportamento autorizado ou não vedado pela norma objetiva.  

  

Toda violação às normas objetivas constitui um ilícito jurídico, variando a sanção de acordo com o bem jurídico tutelado ou no grau em que se lesa ou põe em perigo a paz social.

 

- O direito de punir nasce a partir da necessidade da retribuição, evitando a iniciativa da vingança privada.

  

 - Conceito: Segundo José Frederico Marques: O Jus puniendi pode ser definido como “o direito que tem o estado de aplicar a pena cominada no preceito secundário da norma penal incriminadora, contra quem praticou a ação ou omissão descrita no preceito primário, causando um dano ou lesão jurídica”.    

  

Obs.: o direito de punir só pode realizar-se, através do processo penal (due process of law).

O Direito de Punir (jus puniendi):

 

- É genérico e impessoal

 

- Surge com a necessidade de regular a vida do cidadão (é uma das atividades essenciais do estado) em sociedade por meio de normas objetivas sem as quais a vida em comunidade seria impossível.

 

  • Direito objetivo: conjunto de normas que exterioriza a vontade do estado quanto à regulamentação das relações sociais, entre indivíduos, entre organismos do estado ou entre uns e outros.

  

  • Direito subjetivo: é a possibilidade de comportamento autorizado ou não vedado pela norma objetiva.  

  

Toda violação às normas objetivas constitui um ilícito jurídico, variando a sanção de acordo com o bem jurídico tutelado ou no grau em que se lesa ou põe em perigo a paz social.

 

- O direito de punir nasce a partir da necessidade da retribuição, evitando a iniciativa da vingança privada.

  

 - Conceito: Segundo José Frederico Marques: O Jus puniendi pode ser definido como “o direito que tem o estado de aplicar a pena cominada no preceito secundário da norma penal incriminadora, contra quem praticou a ação ou omissão descrita no preceito primário, causando um dano ou lesão jurídica”.    

  

Obs.: o direito de punir só pode realizar-se, através do processo penal (due process of law).

User badge image

Márcio

Há mais de um mês

(continuação) que ninguém será punido sem o devido processo legal. Assim, o processo penal exerce a importante função de propiciar a concretização do jus puniendi. O direito processual é um direito abstrato, que tem como natureza jurídica um direito subjetivo público. 

User badge image

Márcio

Há mais de um mês

Acho que ficou incomplta a resposta, faltando tecer comentários sobre o direito processual penal, assentando sua autonomia perante o direito de punir, e fazer a comparação entre as características do direito de punir com o direito processual penal. Segundo Frederico Marques, o direito processual penal é o conjunto de princípios e normas que regulam a aplicação jurisdicional do direito penal, de sorte a conferir efetividade ao direito penal. A Constituição Federal de 1988 aduz, no seu artigo 5º,  

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes