A maior rede de estudos do Brasil

São estruturas bacterianas facultativas?

Microbiologia Teorica 


9 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Passei Direto

Há mais de um mês

As estruturas bacterianas e facultativas são as capsulas e os fibrios. As capsulas bacterianas são estruturas presentes nas bactérias que são formadas por vários tipos diferentes de materiais, porém em sua maioria são polissacarídeos. Elas são difíceis de manterem um certo padrão e por isso são difíceis de corar. São muito pequenas e dificilmente podem ser vistas, a não ser que seja utilizado um microscópio óptico. A principal função dessas capsulas está voltara para o fator de virulência da bactéria, ou seja, a sua maior capacidade de causar uma doença. Sendo assim, ela acaba sendo uma alternativa de defesa da bactéria, pois também atua como uma forma de defesa contra os possíveis métodos de prevenção, como por exemplo os antibióticos. Essa capsula também possui uma função muito importante para a bactéria pois ela permite uma maior facilidade de adesão, fazendo assim com que a bactéria cause a doença no hospedeiro de maneira mais fácil.

 

As estruturas bacterianas e facultativas são as capsulas e os fibrios. As capsulas bacterianas são estruturas presentes nas bactérias que são formadas por vários tipos diferentes de materiais, porém em sua maioria são polissacarídeos. Elas são difíceis de manterem um certo padrão e por isso são difíceis de corar. São muito pequenas e dificilmente podem ser vistas, a não ser que seja utilizado um microscópio óptico. A principal função dessas capsulas está voltara para o fator de virulência da bactéria, ou seja, a sua maior capacidade de causar uma doença. Sendo assim, ela acaba sendo uma alternativa de defesa da bactéria, pois também atua como uma forma de defesa contra os possíveis métodos de prevenção, como por exemplo os antibióticos. Essa capsula também possui uma função muito importante para a bactéria pois ela permite uma maior facilidade de adesão, fazendo assim com que a bactéria cause a doença no hospedeiro de maneira mais fácil.

 

User badge image

Mariana

Há mais de um mês

Estruturas facultativas: ao adquirirem uma ou mais destas estruturas, as bactérias podem tornar-se mais patogênicas.

Flagelos:

  • Classificação: monotríqueo (em apenas um lado), anfitríqueo (em ambos os lados) , lofotríqueo (tufos nas extremidades), peritríqueo (em toda a extensão), interno (em certas espiroquetas; ex: Trepanoma).
  • Composição: Flagelina
  • Função: mobilidade
  • Importância: identificação de patogênicos. Ex: vibrião colérico, Salmonela.
  • No mínimo, têm o dobro do tamanho da bactéria.
  • Encontra-se inserido num grânulo basal.

Fímbrias

  • Composição: Pilina
  • Finas, curtas, retas e numerosas
  • Funções; aderência, na conjugação e como sítios de absorção.
  • Classificação; Pili I (aderência) e Pili Sexuais (para conjugação).
  • Exemplos:

- E. coli enteropatogênica: sua virulência é medida pela CF (colonization factor) que mostra a capacidade de fixação da bactéria na mucosa (no caso, intestinal). Causa diarréia.

- Gonococus: na mucosa uretral.

- Streptococcus pyrogenes: na mucosa amígdalo-faringeana.

Cápsula

  • Envoltório viscoso, externo à PC.
  • Função: resistência, patogenicidade.
  • Composição: polissacarídica.
  • Classificação:

- Verdadeira: denda e independe do meio. Ex: Streptococus pneumoniae

- Limosa: dina e depende do meio, pois é apenas sintetizada na presença de sacarose. Ex: Streptococcus salivarius.

- Glicocálice: polímero que forma uma malha frouxa de fibrilas que se extende para fora da célula. Ex: Streptococcus mutans (principal causador da cárie).

Esporos

  • Formas de resistência dos gêneros Bacillus (aeróbia) e Clostridium (anaeróbia). Obs.: O Clostridium tetane causa o tétano, o Clostridium botulinum causa botulismo e o Clostridium perfringens, doenças de pele.
  • A transformação da forma vegetativa para a de esporo dura aproximadamente 6h.
  • Resistente ao calor e ao ressecamento.
  • Produzido intracelularmente.
  • Localização: central, terminal e sub-terminal.
  • Formação:

- Cerne ou protoplasto: Cópia completa do material genético.
- Parede, córtex, capa e exósporo.

Granulações

  • Polímeros de reserva, insolúveis.
  • Composição: polímeros de glicose (amido e glicogênio), ác. hidroxibutírico + fosfato e volutina.
  • Podem ser metacromáticos.
  • Exemplos: Conybacterium (causa difteria) e Lactobacillus.

Plasmídeos

  • Moléculas menores de DNA
  • Visíveis somente ao Microscópio de Tonelamento (superior ao eletônico)
  • Circulares.
  • Capazes de autoduplicação.
User badge image

Dandara

Há mais de um mês

Obrigada meninas!!

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas