A maior rede de estudos do Brasil

Quais são as formas de poder existentes em todas as sociedades modernas?

sociologia


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

De acordo com French e Raven, o poder deve ser distinguido da influência da seguinte maneira: poder é aquele estado de coisas que se sustenta em uma determinada relação, AB, de tal forma que uma influência dada por A sobre B faz com que a mudança desejada em B seja mais provável. French e Raven argumentam que existem cinco categorias significativas de tais qualidades, sem excluir outras categorias menores.


Poder legítimo- É o poder de um indivíduo devido à posição relativa e aos deveres do detentor da posição dentro de uma organização. O poder legítimo é a autoridade formal delegada ao titular da posição. Geralmente é acompanhado por vários atributos de poder, como um uniforme, um título ou um escritório físico imponente.


Poder de referência- O poder referencial é o poder ou habilidade dos indivíduos para atrair outros e construir lealdade. É baseado no carisma e habilidades interpessoais do detentor do poder. Uma pessoa pode ser admirada por causa de traços pessoais específicos, e essa admiração cria a oportunidade de influência interpessoal.


Poder especialista- O poder de especialista é o poder de um indivíduo derivado das habilidades ou conhecimentos da pessoa e das necessidades da organização para essas habilidades e conhecimentos. Ao contrário dos outros, esse tipo de energia é geralmente altamente específico e limitado à área específica em que o especialista é treinado e qualificado.


Recompensa de Poder- Recompensa de poder depende de a capacidade do detentor de poder conferir recompensas valiosas de material, refere-se ao grau em que o indivíduo pode dar aos outros uma recompensa de algum tipo, como benefícios, folgas, presentes desejados, promoções ou aumentos de remuneração ou responsabilidade. Esse poder é óbvio, mas também ineficaz se abusado.


Poder coercitivo- O poder coercitivo é a aplicação de influências negativas. Inclui a capacidade de rebaixar ou reter outras recompensas. O desejo de recompensas valorizadas ou o medo de tê-las retidas garante a obediência daqueles que estão sob o poder. O poder coercitivo tende a ser a forma mais óbvia, mas menos eficaz, de poder, pois constrói ressentimento e resistência das pessoas que o experimentam.

De acordo com French e Raven, o poder deve ser distinguido da influência da seguinte maneira: poder é aquele estado de coisas que se sustenta em uma determinada relação, AB, de tal forma que uma influência dada por A sobre B faz com que a mudança desejada em B seja mais provável. French e Raven argumentam que existem cinco categorias significativas de tais qualidades, sem excluir outras categorias menores.


Poder legítimo- É o poder de um indivíduo devido à posição relativa e aos deveres do detentor da posição dentro de uma organização. O poder legítimo é a autoridade formal delegada ao titular da posição. Geralmente é acompanhado por vários atributos de poder, como um uniforme, um título ou um escritório físico imponente.


Poder de referência- O poder referencial é o poder ou habilidade dos indivíduos para atrair outros e construir lealdade. É baseado no carisma e habilidades interpessoais do detentor do poder. Uma pessoa pode ser admirada por causa de traços pessoais específicos, e essa admiração cria a oportunidade de influência interpessoal.


Poder especialista- O poder de especialista é o poder de um indivíduo derivado das habilidades ou conhecimentos da pessoa e das necessidades da organização para essas habilidades e conhecimentos. Ao contrário dos outros, esse tipo de energia é geralmente altamente específico e limitado à área específica em que o especialista é treinado e qualificado.


Recompensa de Poder- Recompensa de poder depende de a capacidade do detentor de poder conferir recompensas valiosas de material, refere-se ao grau em que o indivíduo pode dar aos outros uma recompensa de algum tipo, como benefícios, folgas, presentes desejados, promoções ou aumentos de remuneração ou responsabilidade. Esse poder é óbvio, mas também ineficaz se abusado.


Poder coercitivo- O poder coercitivo é a aplicação de influências negativas. Inclui a capacidade de rebaixar ou reter outras recompensas. O desejo de recompensas valorizadas ou o medo de tê-las retidas garante a obediência daqueles que estão sob o poder. O poder coercitivo tende a ser a forma mais óbvia, mas menos eficaz, de poder, pois constrói ressentimento e resistência das pessoas que o experimentam.

User badge image

Roger

Há mais de um mês

Tendo em vista que vivemos em uma sociedade de poder, não podemos descohecer os três tipos de poderes mais importantes: o econômico, o ideológico e o político.

O poder econômico, ocorre em uma situação de escassez de algo que é considerado como um bem necessário, por exemplo, previsões apontam que irá faltar água doce no mundo, então, aqueles países que possuírem abundância de água doce, deterão poder perante os outros, podendo induzir os outros países a um certo tipo de comportamento, transformando esse recurso em garantia econômica ou em força de trabalho.

O poder ideológico é um tipo de poder com que se convive todos os dias, pois está inserido no padrão comportamental, que é a influência de uma pessoa que detem autoridade, por exemplo, a mídia, sobre outros indivíduos.

Por último, há o poder político, que nada mais é do que o regulador da vida em sociedade, aonde representantes escolhidos pela população determinam o que deve ser cumprido, e se descumprido podem aplicar métodos coercivos.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

De acordo com French e Raven, o poder deve ser distinguido da influência da seguinte maneira: poder é aquele estado de coisas que se sustenta em uma determinada relação, AB, de tal forma que uma influência dada por A sobre B faz com que a mudança desejada em B seja mais provável. French e Raven argumentam que existem cinco categorias significativas de tais qualidades, sem excluir outras categorias menores.


Poder legítimo- É o poder de um indivíduo devido à posição relativa e aos deveres do detentor da posição dentro de uma organização. O poder legítimo é a autoridade formal delegada ao titular da posição. Geralmente é acompanhado por vários atributos de poder, como um uniforme, um título ou um escritório físico imponente.


Poder de referência- O poder referencial é o poder ou habilidade dos indivíduos para atrair outros e construir lealdade. É baseado no carisma e habilidades interpessoais do detentor do poder. Uma pessoa pode ser admirada por causa de traços pessoais específicos, e essa admiração cria a oportunidade de influência interpessoal.


Poder especialista- O poder de especialista é o poder de um indivíduo derivado das habilidades ou conhecimentos da pessoa e das necessidades da organização para essas habilidades e conhecimentos. Ao contrário dos outros, esse tipo de energia é geralmente altamente específico e limitado à área específica em que o especialista é treinado e qualificado.


Recompensa de Poder- Recompensa de poder depende de a capacidade do detentor de poder conferir recompensas valiosas de material, refere-se ao grau em que o indivíduo pode dar aos outros uma recompensa de algum tipo, como benefícios, folgas, presentes desejados, promoções ou aumentos de remuneração ou responsabilidade. Esse poder é óbvio, mas também ineficaz se abusado.


Poder coercitivo- O poder coercitivo é a aplicação de influências negativas. Inclui a capacidade de rebaixar ou reter outras recompensas. O desejo de recompensas valorizadas ou o medo de tê-las retidas garante a obediência daqueles que estão sob o poder. O poder coercitivo tende a ser a forma mais óbvia, mas menos eficaz, de poder, pois constrói ressentimento e resistência das pessoas que o experimentam.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

De acordo com French e Raven, o poder deve ser distinguido da influência da seguinte maneira: poder é aquele estado de coisas que se sustenta em uma determinada relação, AB, de tal forma que uma influência dada por A sobre B faz com que a mudança desejada em B seja mais provável. French e Raven argumentam que existem cinco categorias significativas de tais qualidades, sem excluir outras categorias menores.


Poder legítimo- É o poder de um indivíduo devido à posição relativa e aos deveres do detentor da posição dentro de uma organização. O poder legítimo é a autoridade formal delegada ao titular da posição. Geralmente é acompanhado por vários atributos de poder, como um uniforme, um título ou um escritório físico imponente.


Poder de referência- O poder referencial é o poder ou habilidade dos indivíduos para atrair outros e construir lealdade. É baseado no carisma e habilidades interpessoais do detentor do poder. Uma pessoa pode ser admirada por causa de traços pessoais específicos, e essa admiração cria a oportunidade de influência interpessoal.


Poder especialista- O poder de especialista é o poder de um indivíduo derivado das habilidades ou conhecimentos da pessoa e das necessidades da organização para essas habilidades e conhecimentos. Ao contrário dos outros, esse tipo de energia é geralmente altamente específico e limitado à área específica em que o especialista é treinado e qualificado.


Recompensa de Poder- Recompensa de poder depende de a capacidade do detentor de poder conferir recompensas valiosas de material, refere-se ao grau em que o indivíduo pode dar aos outros uma recompensa de algum tipo, como benefícios, folgas, presentes desejados, promoções ou aumentos de remuneração ou responsabilidade. Esse poder é óbvio, mas também ineficaz se abusado.


Poder coercitivo- O poder coercitivo é a aplicação de influências negativas. Inclui a capacidade de rebaixar ou reter outras recompensas. O desejo de recompensas valorizadas ou o medo de tê-las retidas garante a obediência daqueles que estão sob o poder. O poder coercitivo tende a ser a forma mais óbvia, mas menos eficaz, de poder, pois constrói ressentimento e resistência das pessoas que o experimentam.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas