A maior rede de estudos do Brasil

3- Cite os 5 (cinco) elementos da Constituição na lição de José Afonso da Silva, bem assim de exemplos.

1-      Cite os 5 (cinco) elementos da Constituição na loção de José Afonso da Silva, bem assim de exemplos.

Direito Constitucional IUNINASSAU RECIFE

2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

De acordo com José Afonso da Silva, as normas constitucionais podem ser divididas em diversas categorias levando-se em conta a sua estrutura normativa e conteúdo. Essas "categorias" são denominadas de "elementos":

  • Elementos orgânicos:

Contêm normas que regulam a estrutura do Estado e do Poder.

Se concentram, predominantemente, nos Títulos II (Da organização do Estado), IV (Da organização dos Poderes e Sistemas de Governo), Capítulos II e III, do Título V (Das Forças Armadas e da Segurança Pública) e VI (Da Tributação e do Orçamento).

  • Elementos limitativos:

Se manifestam nas normas que consagram o elenco dos direitos e garantias fundamentais.

Se encontram no Título II da CRFB - Dos Direitos e Garantias Fundamentais), excetuando-se os Direitos Sociais.

  • Elementos sócio-ideológicos:

Consubstanciados nas normas que revelam o caráter de compromisso das Constituições modernas entre o Estado individualista e o Estado Social, intervencionista.

Alguns exemplos são as normas do Capítulo II do Título II (Direitos Sociais) e as dos Títulos VII (Da Ordem Econômica e Financeira) e VIII (Da Ordem Social);

  • Elementos de estabilização constitucional:

​​​​​​​Consagrados nas normas destinadas a assegurar a solução de conflitos constitucionais, a defesa da Constituição , do Estado e das instituições democráticas.

É o caso dos arts. 34 a 36, CRFB, os arts. 59, I, e 60 (processo de emendas à Constituição), art. 102, I, "a" (controle de constitucionalidade).

  • Elementos formais de aplicabilidade:

São os que se acham consubstanciados nas normas que estabelecem regras de aplicação das normas constitucionais. 

Alguns exemplos são o preâmbulo, o dispositivo que contém as cláusulas de promulgação, as disposições constitucionais transitórias e o § 1º, art. 5º, que determina que as normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais têm aplicabilidade imediata.

De acordo com José Afonso da Silva, as normas constitucionais podem ser divididas em diversas categorias levando-se em conta a sua estrutura normativa e conteúdo. Essas "categorias" são denominadas de "elementos":

  • Elementos orgânicos:

Contêm normas que regulam a estrutura do Estado e do Poder.

Se concentram, predominantemente, nos Títulos II (Da organização do Estado), IV (Da organização dos Poderes e Sistemas de Governo), Capítulos II e III, do Título V (Das Forças Armadas e da Segurança Pública) e VI (Da Tributação e do Orçamento).

  • Elementos limitativos:

Se manifestam nas normas que consagram o elenco dos direitos e garantias fundamentais.

Se encontram no Título II da CRFB - Dos Direitos e Garantias Fundamentais), excetuando-se os Direitos Sociais.

  • Elementos sócio-ideológicos:

Consubstanciados nas normas que revelam o caráter de compromisso das Constituições modernas entre o Estado individualista e o Estado Social, intervencionista.

Alguns exemplos são as normas do Capítulo II do Título II (Direitos Sociais) e as dos Títulos VII (Da Ordem Econômica e Financeira) e VIII (Da Ordem Social);

  • Elementos de estabilização constitucional:

​​​​​​​Consagrados nas normas destinadas a assegurar a solução de conflitos constitucionais, a defesa da Constituição , do Estado e das instituições democráticas.

É o caso dos arts. 34 a 36, CRFB, os arts. 59, I, e 60 (processo de emendas à Constituição), art. 102, I, "a" (controle de constitucionalidade).

  • Elementos formais de aplicabilidade:

São os que se acham consubstanciados nas normas que estabelecem regras de aplicação das normas constitucionais. 

Alguns exemplos são o preâmbulo, o dispositivo que contém as cláusulas de promulgação, as disposições constitucionais transitórias e o § 1º, art. 5º, que determina que as normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais têm aplicabilidade imediata.

User badge image

ueslei

Há mais de um mês

1- Orgânicos: são aqueles que dizem resperito a organização do Estado sobre a divisão funcional e espacial do poder estatal. ( Art. 18).

2- limitativos: são aqueles que consagram os direitos fundamentais, o nome já é bem sugestivo, pois a limitação se refere ao poder estatal.

3- socioideologicos: são aqueles que evidenciam um compromisso da CF com o indivíduo e o Estado social.

4- estabilidade constitucional: servem como mecanismo de prevenção ou de soluções de quadros de instabilidade constitucional. (Art. 34,136,137)

5- formais de aplicação: são aqueles que orientam a correta interpretação e aplicação do texto constitucional. (ADCT 40).

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas