A maior rede de estudos do Brasil

Segundo Noam Chomsky, o dispositivo de aquisição da linguagem necessita da seguinte condição para ser detonado:


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Adepto do gerativismo, um modelo que tenta explicar a aquisição da linguagem pela criança partindo da ideia de que esta já nasce com uma capacidade inata de aquisição da linguagem, Chomsky traz a tona o termo DAL, Dispositivo de Aquisição da Linguagem, um mecanismo que permite a criança adquirir uma linguagem acionada por frases e falas ouvidas por esta advinda de adultos e outras pessoas com quem interage.

Segundo o gerativismo, a língua materna é a adquirida através do resultado do amadurecimento da criança, isto é, da sua habilidade de criar suposições, responder e procurar respostas a questões que surgem, e encontrar padrões presentes nessa língua. Além disso, há a hipótese de que as frases que tais crianças produzem não são meras cópias daquele que ouvem, mas produções originais da criança, pois possuem ordens e disposições das palavras e sintaxe da língua que não seguem o padrão dito pelos adultos. Assim, segundo os gerativistas, a criança inicia sua fala seguindo suas próprias regras, mas vão moldando-a de acordo com o sistema de regras dos adultos.

Devido a essa moldagem da fala, no processo de aquisição da linguagem, a criança passa a notar como a língua é disposta e ordenada, e adiciona esses padrões a sua própria fala.

Adepto do gerativismo, um modelo que tenta explicar a aquisição da linguagem pela criança partindo da ideia de que esta já nasce com uma capacidade inata de aquisição da linguagem, Chomsky traz a tona o termo DAL, Dispositivo de Aquisição da Linguagem, um mecanismo que permite a criança adquirir uma linguagem acionada por frases e falas ouvidas por esta advinda de adultos e outras pessoas com quem interage.

Segundo o gerativismo, a língua materna é a adquirida através do resultado do amadurecimento da criança, isto é, da sua habilidade de criar suposições, responder e procurar respostas a questões que surgem, e encontrar padrões presentes nessa língua. Além disso, há a hipótese de que as frases que tais crianças produzem não são meras cópias daquele que ouvem, mas produções originais da criança, pois possuem ordens e disposições das palavras e sintaxe da língua que não seguem o padrão dito pelos adultos. Assim, segundo os gerativistas, a criança inicia sua fala seguindo suas próprias regras, mas vão moldando-a de acordo com o sistema de regras dos adultos.

Devido a essa moldagem da fala, no processo de aquisição da linguagem, a criança passa a notar como a língua é disposta e ordenada, e adiciona esses padrões a sua própria fala.

User badge image

hemilena bonutti

Há mais de um mês

exposiçãoaos dados da língua da criança em seu contexto

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Adepto do gerativismo, um modelo que tenta explicar a aquisição da linguagem pela criança partindo da ideia de que esta já nasce com uma capacidade inata de aquisição da linguagem, Chomsky traz a tona o termo DAL, Dispositivo de Aquisição da Linguagem, um mecanismo que permite a criança adquirir uma linguagem acionada por frases e falas ouvidas por esta advinda de adultos e outras pessoas com quem interage.

Segundo o gerativismo, a língua materna é a adquirida através do resultado do amadurecimento da criança, isto é, da sua habilidade de criar suposições, responder e procurar respostas a questões que surgem, e encontrar padrões presentes nessa língua. Além disso, há a hipótese de que as frases que tais crianças produzem não são meras cópias daquele que ouvem, mas produções originais da criança, pois possuem ordens e disposições das palavras e sintaxe da língua que não seguem o padrão dito pelos adultos. Assim, segundo os gerativistas, a criança inicia sua fala seguindo suas próprias regras mas vão moldando-a de acordo com o sistema de regras dos adultos.

Devido a essa moldagem da fala, no processo de aquisição da linguagem, a criança passa a notar como a língua é disposta e ordenada, e adiciona esses padrões a sua própria fala.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Adepto do gerativismo, um modelo que tenta explicar a aquisição da linguagem pela criança partindo da ideia de que esta já nasce com uma capacidade inata de aquisição da linguagem, Chomsky traz a tona o termo DAL, Dispositivo de Aquisição da Linguagem, um mecanismo que permite a criança adquirir uma linguagem acionada por frases e falas ouvidas por esta advinda de adultos e outras pessoas com quem interage.

Segundo o gerativismo, a língua materna é a adquirida através do resultado do amadurecimento da criança, isto é, da sua habilidade de criar suposições, responder e procurar respostas a questões que surgem, e encontrar padrões presentes nessa língua. Além disso, há a hipótese de que as frases que tais crianças produzem não são meras cópias daquele que ouvem, mas produções originais da criança, pois possuem ordens e disposições das palavras e sintaxe da língua que não seguem o padrão dito pelos adultos. Assim, segundo os gerativistas, a criança inicia sua fala seguindo suas próprias regras, mas vão moldando-a de acordo com o sistema de regras dos adultos.

Devido a essa moldagem da fala, no processo de aquisição da linguagem, a criança passa a notar como a língua é disposta e ordenada, e adiciona esses padrões a sua própria fala.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas