A maior rede de estudos do Brasil

economia

O uso dos fatores de produção nos permite produzir os bens necessários ao consumo para satisfazer nossas necessidades individuais e coletivas. Porém, no uso alternativo desses recursos, quando a decisão para as possibilidades de utilização de A exclui a escolha de um melhor B, podem-se considerar os benefícios não aproveitados decorrentes de B.

Com base no enunciado acima, estamos nos referindo a qual dos conceitos estudados?

a.

Bens de consumo.

b.

Equilíbrio de mercado.

c.

Custo de oportunidade.

d.

Curva de possibilidade de produção.

e.

Pirâmide de Maslow.

Economia I

UNINASSAU


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

O equilíbrio de mercado é uma situação de mercado em que o preço e a quantidade do bem desejada pela procura e pela oferta se igualam. O preço que se verifica numa situação de equilíbrio de mercado é tal que a quantidade procurada do bem é exactamente igual à quantidade oferecida desse mesmo bem. Diz-se, por isso que estamos perante uma quantidade e um preço de equilíbrio. O termo “equilíbrio” é utilizado porque numa situação como a descrita não existem quaisquer incentivos para aumentar o descer o preço desde que todas as restantes determinantes da oferta e todas as restantes determinantes da procura se mantenham constantes. Por outro lado, numa situação de não equilíbrio de mercado, existem incentivos para que o mercado tenda para esse equilíbrio: por exemplo, se estivermos perante uma situação em que a quantidade procurada é superior à quantidade oferecida, o preço tem tendência a subir, de forma a que a quantidade procurada diminua e a quantidade oferecida aumente; se a quantidade procurada for inferior à quantidade oferecida acontece exactamente o inverso.

O equilíbrio de mercado é uma situação de mercado em que o preço e a quantidade do bem desejada pela procura e pela oferta se igualam. O preço que se verifica numa situação de equilíbrio de mercado é tal que a quantidade procurada do bem é exactamente igual à quantidade oferecida desse mesmo bem. Diz-se, por isso que estamos perante uma quantidade e um preço de equilíbrio. O termo “equilíbrio” é utilizado porque numa situação como a descrita não existem quaisquer incentivos para aumentar o descer o preço desde que todas as restantes determinantes da oferta e todas as restantes determinantes da procura se mantenham constantes. Por outro lado, numa situação de não equilíbrio de mercado, existem incentivos para que o mercado tenda para esse equilíbrio: por exemplo, se estivermos perante uma situação em que a quantidade procurada é superior à quantidade oferecida, o preço tem tendência a subir, de forma a que a quantidade procurada diminua e a quantidade oferecida aumente; se a quantidade procurada for inferior à quantidade oferecida acontece exactamente o inverso.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas