A maior rede de estudos do Brasil

Diferencie contração isométrica de isotônica (concêntrica e excêntrica).

Biofísica

UFTM


2 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A Contração Muscular é super importante para a movimentação humana. No reino animal, os músculos destinam-se a duas funções: movimentos e força. Na contração dos músculos do esqueleto, os movimentos produzem sempre a aproximação de ossos articulados entre si, enquanto o relaxamento muscular permite o afastamento deles. Torna-se evidente que a aproximação só é possível pelo encurtamento das fibras que formam os músculos, o que é denominado de contração isotônica. A contração isométrica, segundo Lippert (2008), ocorre quando o músculo se contrai, produzindo força sem mudar seu comprimento. Refere-se à ação muscular durante a qual não ocorre nenhuma alteração no comprimento total do músculo (FLECK e KRAEMER, 2006). Nesse caso, a tensão gerada pelo músculo não é suficiente para vencer uma determinada resistência, resultando em uma força estática, onde não há alteração no ângulo da articulação envolvida.  A contração isotônica caracteriza-se como uma contração em que as fibras musculares se encurtam ou alongam enquanto exercem uma força constante correspondente a uma carga ou resistência. Essa força acarreta em uma alteração no tamanho do músculo, gerando assim, um movimento na articulação envolvida. Normalmente, os músculos nunca se contraem isoladamente, porque isto produziria um movimento não funcional estereotipado.

A Contração Muscular é super importante para a movimentação humana. No reino animal, os músculos destinam-se a duas funções: movimentos e força. Na contração dos músculos do esqueleto, os movimentos produzem sempre a aproximação de ossos articulados entre si, enquanto o relaxamento muscular permite o afastamento deles. Torna-se evidente que a aproximação só é possível pelo encurtamento das fibras que formam os músculos, o que é denominado de contração isotônica. A contração isométrica, segundo Lippert (2008), ocorre quando o músculo se contrai, produzindo força sem mudar seu comprimento. Refere-se à ação muscular durante a qual não ocorre nenhuma alteração no comprimento total do músculo (FLECK e KRAEMER, 2006). Nesse caso, a tensão gerada pelo músculo não é suficiente para vencer uma determinada resistência, resultando em uma força estática, onde não há alteração no ângulo da articulação envolvida.  A contração isotônica caracteriza-se como uma contração em que as fibras musculares se encurtam ou alongam enquanto exercem uma força constante correspondente a uma carga ou resistência. Essa força acarreta em uma alteração no tamanho do músculo, gerando assim, um movimento na articulação envolvida. Normalmente, os músculos nunca se contraem isoladamente, porque isto produziria um movimento não funcional estereotipado.

User badge image

Lorrane Campos

Há mais de um mês

Contração Isométrica: O músculo está contraindo, tem gasto energético nas não tem movimento, não tem arco de movimento. Ex. Segurar uma sacola

 

Contração Isotônica: deslizamento das fibras de actina e miosina

  • Concêntrica: movimento que tem a origem e a inserção ficando mais próxima, se dirigindo ao centro do músculo e as fibras se sobrepondo.
  • Excêntrica: músculo se alongando, as fibras de actina e miosina deslizam reduzindo o contato

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas