A maior rede de estudos do Brasil

mencione junções intercelulares


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Neste exercício, serão mencionadas algumas junções intercelulares. Antes, é necessário conhecer sua definição.


Alguns organismos são compostos por uma única célula. Dentro dela, são realizadas todas as suas funções vitais. Outros organismos, conhecidos como multicelulares, possuem tecidos e órgãos constituídos por inúmeras células, sendo estas responsáveis por várias funções nesses organismos.

Para que possam exercer suas funções, as células têm que se manter juntas, grudadas umas às outras. É aí que entram em ação as junções intercelulares, que se localizam na membrana plasmática e são responsáveis pela união das células. Não são encontradas em todos os tipos de células.

Nas células do sangue, por exemplo, elas não existem, pois as células sanguíneas são transportadas por todo o corpo. Ou seja, elas não precisam de junções, diferente do que acontece com as células da pele, onde são bastante encontradas, pois precisam ficar bastante próximas umas das outras para impedir, por exemplo, a entrada de micro-organismos, que poderiam causar doenças.


Existem vários tipos de junções com diferentes funções:

Junção de oclusão: age como uma barreira, impedindo que as substâncias como água e nutrientes atravessem livremente a membrana que separa uma célula da outra.

Junção comunicante: tem a função de permitir que substâncias de uma célula passem para outras. Composta por canais que ligam os citoplasmas de duas células.

Junção aderente e desmossomo: possuem uma função bastante parecida e simples, manter as células aderidas. No entanto, a estrutura de cada uma dessas junções é diferente e, por isso sua relação com a adesão celular também.

Hemidesmossomo e adesão focal: são as junções responsáveis pela adesão da célula à matriz extracelular. Esses dois tipos de junções são constituídos principalmente por uma família de proteínas denominadas integrinas, que se localizam na membrana da célula e se comunicam tanto com o exterior, quanto com o interior celular. As integrinas têm a capacidade de se ligar as proteínas da matriz extracelular, fazendo com que a célula fique aderida e seja sustentada por ela. Além disso, são capazes de transmitir informações do meio externo para a célula, alterando seu metabolismo.


Fontes:

https://www.portalsaofrancisco.com.br/biologia/juncoes-intercelulares


Resumindo, algumas junções intercelulares que podem ser mencionadas são: junção de oclusão, junção comunicante, junção aderente e adesão focal.

Neste exercício, serão mencionadas algumas junções intercelulares. Antes, é necessário conhecer sua definição.


Alguns organismos são compostos por uma única célula. Dentro dela, são realizadas todas as suas funções vitais. Outros organismos, conhecidos como multicelulares, possuem tecidos e órgãos constituídos por inúmeras células, sendo estas responsáveis por várias funções nesses organismos.

Para que possam exercer suas funções, as células têm que se manter juntas, grudadas umas às outras. É aí que entram em ação as junções intercelulares, que se localizam na membrana plasmática e são responsáveis pela união das células. Não são encontradas em todos os tipos de células.

Nas células do sangue, por exemplo, elas não existem, pois as células sanguíneas são transportadas por todo o corpo. Ou seja, elas não precisam de junções, diferente do que acontece com as células da pele, onde são bastante encontradas, pois precisam ficar bastante próximas umas das outras para impedir, por exemplo, a entrada de micro-organismos, que poderiam causar doenças.


Existem vários tipos de junções com diferentes funções:

Junção de oclusão: age como uma barreira, impedindo que as substâncias como água e nutrientes atravessem livremente a membrana que separa uma célula da outra.

Junção comunicante: tem a função de permitir que substâncias de uma célula passem para outras. Composta por canais que ligam os citoplasmas de duas células.

Junção aderente e desmossomo: possuem uma função bastante parecida e simples, manter as células aderidas. No entanto, a estrutura de cada uma dessas junções é diferente e, por isso sua relação com a adesão celular também.

Hemidesmossomo e adesão focal: são as junções responsáveis pela adesão da célula à matriz extracelular. Esses dois tipos de junções são constituídos principalmente por uma família de proteínas denominadas integrinas, que se localizam na membrana da célula e se comunicam tanto com o exterior, quanto com o interior celular. As integrinas têm a capacidade de se ligar as proteínas da matriz extracelular, fazendo com que a célula fique aderida e seja sustentada por ela. Além disso, são capazes de transmitir informações do meio externo para a célula, alterando seu metabolismo.


Fontes:

https://www.portalsaofrancisco.com.br/biologia/juncoes-intercelulares


Resumindo, algumas junções intercelulares que podem ser mencionadas são: junção de oclusão, junção comunicante, junção aderente e adesão focal.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Alguns organismos possuem inúmeras células (multicelulares) que são responsáveis por várias funções nesses organismos. Para que cumpram essas funções é necessário que permaneçam juntas, ocorrendo então as junções intercelulares.


Existem alguns tipos de junções intercelulares que apresentam diferentes funções, como a junção de oclusão, comunicante, aderente e desmossomohemidesmossomo e adesão focal.


A junção de oclusão age como uma barreira para que substâncias como água e nutrientes não atravessem livremente a membrana que separa uma célula da outra. A junção comunicante por sua vez tem a função de permitir que substâncias atravessem de uma célula a outra.

A junção aderente e desmossomo possui a função de manter as células aderidas. E por fim, a junção hemidesmossomo e adesão focal fica responsável pela adesão da célula à matriz extracelular.


Fonte: https://www.portalsaofrancisco.com.br/biologia/juncoes-intercelulares

User badge image

Jhade Cordeiro

Há mais de um mês

Funcionalmente falando, as junções podem ser classificadas em três tipos:

  • Junções de adesão, também chamadas de junções aderentes, zônulas de adesão. Os hemidesmossomos e os desmossomos também são estruturas de adesão;
  • Junções impermeáveis, conhecidas também como zônulas de oclusão;
  • Junções de comunicação, chamadas também de junções apertadas, junções ocludentes, junções comunicantes ou junções gap.
User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Neste exercício, serão mencionadas algumas junções intercelulares. Antes, é necessário conhecer sua definição.


Alguns organismos são compostos por uma única célula. Dentro dela, são realizadas todas as suas funções vitais. Outros organismos, conhecidos como multicelulares, possuem tecidos e órgãos constituídos por inúmeras células, sendo estas responsáveis por várias funções nesses organismos.

Para que possam exercer suas funções, as células têm que se manter juntas, grudadas umas às outras. É aí que entram em ação as junções intercelulares, que se localizam na membrana plasmática e são responsáveis pela união das células. Não são encontradas em todos os tipos de células.

Nas células do sangue, por exemplo, elas não existem, pois as células sanguíneas são transportadas por todo o corpo. Ou seja, elas não precisam de junções, diferente do que acontece com as células da pele, onde são bastante encontradas, pois precisam ficar bastante próximas umas das outras para impedir, por exemplo, a entrada de micro-organismos, que poderiam causar doenças.


Existem vários tipos de junções com diferentes funções:

Junção de oclusão: age como uma barreira, impedindo que as substâncias como água e nutrientes atravessem livremente a membrana que separa uma célula da outra.

Junção comunicante: tem a função de permitir que substâncias de uma célula passem para outras. Composta por canais que ligam os citoplasmas de duas células.

Junção aderente e desmossomo: possuem uma função bastante parecida e simples, manter as células aderidas. No entanto, a estrutura de cada uma dessas junções é diferente e, por isso sua relação com a adesão celular também.

Hemidesmossomo e adesão focal: são as junções responsáveis pela adesão da célula à matriz extracelular. Esses dois tipos de junções são constituídos principalmente por uma família de proteínas denominadas integrinas, que se localizam na membrana da célula e se comunicam tanto com o exterior, quanto com o interior celular. As integrinas têm a capacidade de se ligar as proteínas da matriz extracelular, fazendo com que a célula fique aderida e seja sustentada por ela. Além disso, são capazes de transmitir informações do meio externo para a célula, alterando seu metabolismo.


Fontes:

https://www.portalsaofrancisco.com.br/biologia/juncoes-intercelulares


Resumindo, algumas junções intercelulares que podem ser mencionadas são: junção de oclusão, junção comunicante, junção aderente e adesão focal.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas