A maior rede de estudos do Brasil

As pessoas da administracao indireta tem fins lucrativos?


2 resposta(s)

User badge image

Sheila

Há mais de um mês

Uma Fundação Pública da administração indireta que possui personalidade jurídica de direito público, dotada de plena autonomia administrativo-financeira e com privativa competência para gestão de seus bens e recursos, sem fins lucrativos, ao prestar contas de um convênio tem valores glosados que devem ser devolvidos. A Prefeitura Municipal da qual esta autarquia faz parte procede a devolução do valor ao Orgão concedente e então cobra a Fundação que restitua a Prefeitura. A Fundação não o faz. 

 

fonte: https://permissavenia.wordpress.com/2010/06/02/os-entes-da-administracao-indireta/

Uma Fundação Pública da administração indireta que possui personalidade jurídica de direito público, dotada de plena autonomia administrativo-financeira e com privativa competência para gestão de seus bens e recursos, sem fins lucrativos, ao prestar contas de um convênio tem valores glosados que devem ser devolvidos. A Prefeitura Municipal da qual esta autarquia faz parte procede a devolução do valor ao Orgão concedente e então cobra a Fundação que restitua a Prefeitura. A Fundação não o faz. 

 

fonte: https://permissavenia.wordpress.com/2010/06/02/os-entes-da-administracao-indireta/

User badge image

Especialistas PD

Há mais de um mês

Existe uma profunda discussão doutrinária sobre o papel de alguns dos entes da administração indireta. É certo que autarquias e fundações não possuem fins lucrativos. Com relação às Empresas Públicas e Sociedades de Economia Mista a situação não é tão clara. Como elas se sujeitam, via de regra, ao regime jurídico de direito privado, é normal que se espere delas a busca pelo lucro, especialmente para atender os interesses dos acionistas privados (no caso das Sociedades de Economia Mista). No entanto, tem-se entendido que essa busca pelo lucro não pode ser absoluta. A Empresa tem que conciliar lucro com a busca pelos fins públicos que motivaram sua criação.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes