A maior rede de estudos do Brasil

descreva o metabolismo do etanol?

Bioquímica IIMEPAC

2 resposta(s)

User badge image

Diney

Há mais de um mês

METABOLISMO DO ETANOL

O metabolismo do etanol se dá por duas vias:  pelo sistema da alcool desidrogenase e pelo sistema microssomal de oxidação do etanol. Em ambas as vias, o etanol é transformado em acetaldeido. Nessa primeira via, a oxidação do etanol ocorre nos hepatócitos onde há a enzima álcool desidrogenase responsável por essa etapa. A oxidação do etanol é relativamente independente da concentração sanguínea e é constante com o tempo ( cinética de ordem zero). Em um indivíduo sadio, consumidor não habitual de álcool, a velocidade de biotran sforma ção oscila entre 60 a 150 mg/Kg/h ora.Praticame nte todo o álcool qu e sebiotra nsforma no organis mo sofre u m proce sso oxidativo q ue ocorre e m duas fases. A primeira fase, a inda no cito plasma, é iniciada pela enzima á lcool de sidrogena se (ADH) qu e conv erte o etanol à acetaldeído . Em uma segunda fase, ag ora na mi tocôndria, a enzima al deído de sidrogenas e (ALDH) converte o aldeído em ácido acético (ac etato), que é finalm ente convertido em dióxido de car bono e água , liberando en ergia.

METABOLISMO DO ETANOL

O metabolismo do etanol se dá por duas vias:  pelo sistema da alcool desidrogenase e pelo sistema microssomal de oxidação do etanol. Em ambas as vias, o etanol é transformado em acetaldeido. Nessa primeira via, a oxidação do etanol ocorre nos hepatócitos onde há a enzima álcool desidrogenase responsável por essa etapa. A oxidação do etanol é relativamente independente da concentração sanguínea e é constante com o tempo ( cinética de ordem zero). Em um indivíduo sadio, consumidor não habitual de álcool, a velocidade de biotran sforma ção oscila entre 60 a 150 mg/Kg/h ora.Praticame nte todo o álcool qu e sebiotra nsforma no organis mo sofre u m proce sso oxidativo q ue ocorre e m duas fases. A primeira fase, a inda no cito plasma, é iniciada pela enzima á lcool de sidrogena se (ADH) qu e conv erte o etanol à acetaldeído . Em uma segunda fase, ag ora na mi tocôndria, a enzima al deído de sidrogenas e (ALDH) converte o aldeído em ácido acético (ac etato), que é finalm ente convertido em dióxido de car bono e água , liberando en ergia.

User badge image

Allan

Há mais de um mês

O etanol, após ingerido, é rapidamente absorvido no estômago e, em menor quantidade no intestino. Grande parte do etanol absorvido sobre metabolismo de primeira passagem no fígado e pouca quantidade ou nenhuma passa para a circulação sistêmica. Porém, a alta ingestão de álcool supera o metabolismo hepático e escapa para a circulação sistêmica, por onde alcança outros sistemas (como o SNC) e causa seus efeitos.

O metabolismo do etanol ocorre quase que inteiramente no fígado (~90%), sendo ~10% eliminados inalterados pela respiração ou na urina. No fígado, o metabolismo do etanol ocorre por uma via de sucessivas oxidações. Primeiramente, o álcool é oxidado a acetaldeído pela enzima álcool desidrogenase e, em menor proporção, pela enzima oxidase de função mista. A primeira enzima catalisa a reação consumindo o suprimento de NAD+. A grande ingestão de álcool pode comprometer o estoque de NAD+ e interferir em outras vias metabólicas. Em uma segunda oxidação, o acetaldeído é convertido a ácido acético pela enzima aldeído desigrogenase.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes