A maior rede de estudos do Brasil

Quais as células efetoras da imunidade adaptativa e suas respectivas funções?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Imunologia Clínica.


A imunidade adaptativa é a imunidade que uma certa pessoa adquire após entrar em contato com um certo invasor do organismo. Basicamente as células efetoras desse tipo de imunidade são os linfócitos T CD4+ e TCD8+.

O linfócito T CD4+ age quando determinado antígeno entra no organismo, e é fagocitado por uma célula. Essa célula irá encontrar o linfócito T CD4+ ligando-se de tal forma que ocorre a ativação do T CD4+ produzindo diferentes respostas de acordo com o tipo de invasor.

Já o linfócito T CD8+ age quando no corpo do indivíduo apresentam-se células nucleadas em mutação ou um vírus que produzirá uma proteína errada. Ao entrar em contato com essa proteína o T CD8+ irá mandar sinais para matar a celular danosa de duas maneiras: a primeira com um mecanismo que perfura a célula e a segunda que vai ativar a via das capazes.


Portanto, as células efetoras da imunidade adaptativa são os linfócitos T CD4+ e T CD8+.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Imunologia Clínica.


A imunidade adaptativa é a imunidade que uma certa pessoa adquire após entrar em contato com um certo invasor do organismo. Basicamente as células efetoras desse tipo de imunidade são os linfócitos T CD4+ e TCD8+.

O linfócito T CD4+ age quando determinado antígeno entra no organismo, e é fagocitado por uma célula. Essa célula irá encontrar o linfócito T CD4+ ligando-se de tal forma que ocorre a ativação do T CD4+ produzindo diferentes respostas de acordo com o tipo de invasor.

Já o linfócito T CD8+ age quando no corpo do indivíduo apresentam-se células nucleadas em mutação ou um vírus que produzirá uma proteína errada. Ao entrar em contato com essa proteína o T CD8+ irá mandar sinais para matar a celular danosa de duas maneiras: a primeira com um mecanismo que perfura a célula e a segunda que vai ativar a via das capazes.


Portanto, as células efetoras da imunidade adaptativa são os linfócitos T CD4+ e T CD8+.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Imunologia Clínica.


A imunidade adaptativa é a imunidade que uma certa pessoa adquire após entrar em contato com um certo invasor do organismo. Basicamente as células efetoras desse tipo de imunidade são os linfócitos T CD4+ e TCD8+.

O linfócito T CD4+ age quando determinado antígeno entra no organismo, e é fagocitado por uma célula. Essa célula irá encontrar o linfócito T CD4+ ligando-se de tal forma que ocorre a ativação do T CD4+ produzindo diferentes respostas de acordo com o tipo de invasor.

Já o linfócito T CD8+ age quando no corpo do indivíduo apresentam-se células nucleadas em mutação ou um vírus que produzirá uma proteína errada. Ao entrar em contato com essa proteína o T CD8+ irá mandar sinais para matar a celular danosa de duas maneiras: a primeira com um mecanismo que perfura a célula e a segunda que vai ativar a via das capazes.


Portanto, as células efetoras da imunidade adaptativa são os linfócitos T CD4+ e T CD8+.

User badge image

Andre

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Imunologia Clínica.


A imunidade adaptativa é a imunidade que uma certa pessoa adquire após entrar em contato com um certo invasor do organismo. Basicamente as células efetoras desse tipo de imunidade são os linfócitos T CD4+ e TCD8+.

O linfócito T CD4+ age quando determinado antígeno entra no organismo, e é fagocitado por uma célula. Essa célula irá encontrar o linfócito T CD4+ ligando-se de tal forma que ocorre a ativação do T CD4+ produzindo diferentes respostas de acordo com o tipo de invasor.

Já o linfócito T CD8+ age quando no corpo do indivíduo apresentam-se células nucleadas em mutação ou um vírus que produzirá uma proteína errada. Ao entrar em contato com essa proteína o T CD8+ irá mandar sinais para matar a celular danosa de duas maneiras: a primeira com um mecanismo que perfura a célula e a segunda que vai ativar a via das capazes.


Portanto, as células efetoras da imunidade adaptativa são os linfócitos T CD4+ e T CD8+.

User badge image

Rotary

Há mais de um mês

Imunidade humoral é uma subdivisão da imunidade adquirida onde a resposta imunológica é realizada por moléculas existentes no sangue, denominadas de anticorpos, produzidos pelos linfócitos B, diferente da imunidade celular, que são realizadas pelos linfócitos T.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas