A maior rede de estudos do Brasil

como a Ritalina age no cérebro das crianças com TDA?


6 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Psicologia na Educação.


A Ritalina, nome comercial do metilfenidato, atua no cérebro estimulando neurotransmissores que possuem deficiência ou que são produzis com baixa quantidade chamados de dopamina e noradrenalina. A longo prazo, ele age na capacidade do cérebro de mudar a sua forma de funcionar.


Assim, a Ritalina auxilia na melhora da concentração, no poder de memorização, no poder de abstração, na capacidade de planejamento e na noção espaço-temporal.

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Psicologia na Educação.


A Ritalina, nome comercial do metilfenidato, atua no cérebro estimulando neurotransmissores que possuem deficiência ou que são produzis com baixa quantidade chamados de dopamina e noradrenalina. A longo prazo, ele age na capacidade do cérebro de mudar a sua forma de funcionar.


Assim, a Ritalina auxilia na melhora da concentração, no poder de memorização, no poder de abstração, na capacidade de planejamento e na noção espaço-temporal.

User badge image

Kamila Sales

Há mais de um mês

Apesar da peculiaridade de cada criança, algumas características são inerentes à maioria delas. Impaciência e falta de atenção para atividades que não as cativam entram nesse grupo. Mas é importante ficar atento, pois uma linha tênue separa o comportamento normal dos sintomas do TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) — um tipo de transtorno neurobiológico provocado por mau funcionamento das estruturas neurais que provoca desatenção, inquietude e impulsividade.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Psicologia na Educação.


A Ritalina, nome comercial do metilfenidato, atua no cérebro estimulando neurotransmissores que possuem deficiência ou que são produzis com baixa quantidade chamados de dopamina e noradrenalina. A longo prazo, ele age na capacidade do cérebro de mudar a sua forma de funcionar.


Assim, a Ritalina auxilia na melhora da concentração, no poder de memorização, no poder de abstração, na capacidade de planejamento e na noção espaço-temporal.

User badge image

Andre Smaira

Há mais de um mês

Para responder essa pergunta devemos colocar em prática nosso conhecimento sobre Psicologia na Educação.


A Ritalina, nome comercial do metilfenidato, atua no cérebro estimulando neurotransmissores que possuem deficiência ou que são produzis com baixa quantidade chamados de dopamina e noradrenalina. A longo prazo, ele age na capacidade do cérebro de mudar a sua forma de funcionar.


Assim, a Ritalina auxilia na melhora da concentração, no poder de memorização, no poder de abstração, na capacidade de planejamento e na noção espaço-temporal.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas