A maior rede de estudos do Brasil

etica na saude

A Declaração de Helsinque é considerada o mais atual e importante documento mundial sobre a ética em pesquisas na área da saúde e tem servido como base para quase que a totalidade de todos os procedimentos regulatórios sobre pesquisa biomédica. Este documento foi dividido em três partes principais. Nos PRINCÍPIOS BÁSICOS, a declaração:

 

 

obriga o médico pesquisador a se responsabilizar pela saúde do paciente no qual os procedimentos experimentais são efetuados e considera que, apesar do necessário consentimento explicito, consciente e plenamente justificado do paciente, a responsabilidade sobre danos ou consequências é sempre do médico pesquisador.

   

dispensa os aspectos morais envolvidos nos procedimentos e experimentos científicos e na necessária proporcionalidade entre os riscos envolvidos e os benefícios advindos destas pesquisas.

   

 procura seguir os princípios gerais da Bioética, ressaltando os aspectos morais envolvidos nos procedimentos e experimentos científicos e na necessária proporcionalidade entre os riscos envolvidos e os benefícios advindos destas pesquisas.

   

aborda a possibilidade da aplicação de meios extraordinários de tratamento (pesquisas experimentais), desde que previamente consentidos e que a pesquisa traga perspectiva de reversão da patologia do próprio paciente.

   

não responsabiliza pesquisadores na referência a saúde dos sujeitos envolvidos na pesquisa ao longo da mesma.

 

 
Ética na SaúdeESTÁCIO EAD

1 resposta(s)

User badge image

Vitória

Há mais de um mês

RESPOSTA: 

obriga o médico pesquisador a se responsabilizar pela saúde do paciente no qual os procedimentos experimentais são efetuados e considera que, apesar do necessário consentimento explicito, consciente e plenamente justificado do paciente, a responsabilidade sobre danos ou consequências é sempre do médico pesquisador.

 

RESPOSTA: 

obriga o médico pesquisador a se responsabilizar pela saúde do paciente no qual os procedimentos experimentais são efetuados e considera que, apesar do necessário consentimento explicito, consciente e plenamente justificado do paciente, a responsabilidade sobre danos ou consequências é sempre do médico pesquisador.

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes