A maior rede de estudos do Brasil

Em um anelídeo, assim como em seres

Em um anelídeo, assim como em seres naturalmente evoluídos, encontramos dois tipos de arco reflexo, sendo estes por segmentos ou em apenas um segmento. Desta forma como estes são denominados.
 
    Intrasegmentar e aferente.
    Intersegmentar e aferente.
    Intersegmentar e segmentar.
    Intrasegmentar e segmentar.
   

Intrasegmentar e intersegmentar.


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

São denominados intrasegementar e intersegementar. Nos vertebrados, a maioria dos neurônios sensoriais não passa diretamente para o cérebro, mas faz sinapse na medula espinhal. Isso permite que ações reflexas mais rápidas ocorram ativando os neurônios motores espinhais sem o atraso dos sinais de roteamento através do cérebro. No entanto, o cérebro receberá a entrada sensorial enquanto o reflexo está sendo realizado e a análise do sinal ocorre após a ação reflexa. Existem dois tipos: arco reflexo autonômico (afetando os órgãos internos) e arco reflexo somático (afetando os músculos). No entanto, reflexos autonômicos às vezes envolvem a medula espinhal e alguns reflexos somáticos são mediados mais pelo cérebro do que pela medula espinhal.Quando um arco reflexo em um animal consiste em apenas um neurônio sensorial e um neurônio motor, ele é definido como monossináptico, referindo-se à presença de uma única sinapse química. No caso dos reflexos musculares, a estimulação breve ao fuso muscular resulta na contração do músculo agonista ou efetor. Em contrapartida, em polisinápticas vias reflexas, um ou mais interneurônios conectar aferentes (sensorial) e eferentes (motores) sinais. Todos, exceto os reflexos mais simples, são polissinápticos, permitindo o processamento ou a inibição dos reflexos polissinápticos no cérebro.
São denominados intrasegementar e intersegementar. Nos vertebrados, a maioria dos neurônios sensoriais não passa diretamente para o cérebro, mas faz sinapse na medula espinhal. Isso permite que ações reflexas mais rápidas ocorram ativando os neurônios motores espinhais sem o atraso dos sinais de roteamento através do cérebro. No entanto, o cérebro receberá a entrada sensorial enquanto o reflexo está sendo realizado e a análise do sinal ocorre após a ação reflexa. Existem dois tipos: arco reflexo autonômico (afetando os órgãos internos) e arco reflexo somático (afetando os músculos). No entanto, reflexos autonômicos às vezes envolvem a medula espinhal e alguns reflexos somáticos são mediados mais pelo cérebro do que pela medula espinhal.Quando um arco reflexo em um animal consiste em apenas um neurônio sensorial e um neurônio motor, ele é definido como monossináptico, referindo-se à presença de uma única sinapse química. No caso dos reflexos musculares, a estimulação breve ao fuso muscular resulta na contração do músculo agonista ou efetor. Em contrapartida, em polisinápticas vias reflexas, um ou mais interneurônios conectar aferentes (sensorial) e eferentes (motores) sinais. Todos, exceto os reflexos mais simples, são polissinápticos, permitindo o processamento ou a inibição dos reflexos polissinápticos no cérebro.
User badge image

Fernanda Santos

Há mais de um mês

intrasegmentar e segmentar

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas