A maior rede de estudos do Brasil

Qual é o melhor jeito para saber a diferença entre Sn1 E Sn2?


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Uma reação de substituição nucleofílica consiste em um um tipo de reação de substituição que caracteriza-se por um nucleófilo, região “rica em elétrons”, substituir em uma posição eletrófila, ou seja, "pobre em elétrons", de uma molécula, um átomo ou grupo (denominado grupo lábil). Os dois mecanismos são o SN1 e o SN2.

Na substituição nucleofílica unimolecular, SN1, ocorre primeiro o desligamento de um dos substituintes do carbono sp3, e depois se liga o novo substituinte. A reação ocorre em duas etapas. A primeira é bem mais lenta e determina a velocidade da reação; temos assim uma reação global em que, na etapa determinante da velocidade, há apenas uma molécula participando é por isso que se diz que esta reação é unimolecular, e daí vem o símbolo SN1.

Por sua vez, na substituição nucleofílica bimolecular, SN2, o nucleófilo ataca o carbono sp3 e já começa a ligar-se ao mesmo tempo em que o grupo de saída está se desligando. A reação ocorre em uma única etapa, e a velocidade de reação depende tanto da concentração do material de partida como da concentração do nucleófilo, sendo, portanto, de segunda ordem. Como há duas moléculas participando, a reação é dita bimolecular, e daí o símbolo SN2.

Uma reação de substituição nucleofílica consiste em um um tipo de reação de substituição que caracteriza-se por um nucleófilo, região “rica em elétrons”, substituir em uma posição eletrófila, ou seja, "pobre em elétrons", de uma molécula, um átomo ou grupo (denominado grupo lábil). Os dois mecanismos são o SN1 e o SN2.

Na substituição nucleofílica unimolecular, SN1, ocorre primeiro o desligamento de um dos substituintes do carbono sp3, e depois se liga o novo substituinte. A reação ocorre em duas etapas. A primeira é bem mais lenta e determina a velocidade da reação; temos assim uma reação global em que, na etapa determinante da velocidade, há apenas uma molécula participando é por isso que se diz que esta reação é unimolecular, e daí vem o símbolo SN1.

Por sua vez, na substituição nucleofílica bimolecular, SN2, o nucleófilo ataca o carbono sp3 e já começa a ligar-se ao mesmo tempo em que o grupo de saída está se desligando. A reação ocorre em uma única etapa, e a velocidade de reação depende tanto da concentração do material de partida como da concentração do nucleófilo, sendo, portanto, de segunda ordem. Como há duas moléculas participando, a reação é dita bimolecular, e daí o símbolo SN2.

User badge image

Paula Pedroso

Há mais de um mês

ver se é de primeiro segundo ou terceiro grau

User badge image

Yasmim Alves

Há mais de um mês

Sn1 ocorrerá quando houver substituição de apenas 1 molécula, já Sn2 é uma substituição bimolecular.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas