A maior rede de estudos do Brasil

Qual a Teoria de Miguel Reale sobre moral e direito?


2 resposta(s)

User badge image

Júnior Oliveira

Há mais de um mês

A Teoria de Miguel Reale sobre moral e direito é a denominada Teoria da Amoralidade Parcial do Direito, que defende a existência de dois campos circulares: um campo constituído pelo Direito/normas jurídicas e outro constituído pela Moral. Para Reale, esses dois elementos devem ser vistos na forma de dois círculos secantes, havendo uma interseção entre eles, de modo que existe um campo comum ao Direito e à Moral.

No entanto, segundo Reale, o Direito não é inteiramente formado pela Moral, assim como a Moral também não é inteiramente constituída pelo Direito, havendo situações em que determinados assuntos serão regulados estritamente pela moral, e outros estritamente pelo Direito.

Como exemplo, Reale aponta as placas de trânsito, que são normas puramente adstritas ao Direito, não cabendo qualquer juízo de moralidade acerca delas.

A Teoria de Miguel Reale sobre moral e direito é a denominada Teoria da Amoralidade Parcial do Direito, que defende a existência de dois campos circulares: um campo constituído pelo Direito/normas jurídicas e outro constituído pela Moral. Para Reale, esses dois elementos devem ser vistos na forma de dois círculos secantes, havendo uma interseção entre eles, de modo que existe um campo comum ao Direito e à Moral.

No entanto, segundo Reale, o Direito não é inteiramente formado pela Moral, assim como a Moral também não é inteiramente constituída pelo Direito, havendo situações em que determinados assuntos serão regulados estritamente pela moral, e outros estritamente pelo Direito.

Como exemplo, Reale aponta as placas de trânsito, que são normas puramente adstritas ao Direito, não cabendo qualquer juízo de moralidade acerca delas.

User badge image

Jean carlos

Há mais de um mês

DIREITO E MORAL

A palavra moral decorre sociologicamente de mores, que sob esse sentido pode ser compreendida como o conjunto de práticas, de costumes, de usos, de padrões de conduta em determinado seguimento social. Nesse sentido, cada povo, cada época, cada setor da sociedade possui seu próprio padrão, sua própria moral.

Levou algum tempo no curso da história da humanidade para que fossem criados padrões de cultura, de ação, de ética, de moral. Por meio dessas práticas, a sociedade procura atingir seus objetivos.

A moral não só orienta a conduta dos indivíduos em sociedade, como também a sociedade utiliza-se das regras morais para julgar os indivíduos, aprovando ou reprovando suas ações segundo seus imperativos morais (Dimoulis, 2003:97)

Norma Moral: determina ao homem qual a conduta a seguir para o seu aperfeiçoamento como homem, entre as possíveis condutas dele próprio.

Características das Normas Morais e Éticas:

  • Fundada na esfera íntima
  • Visa o bem individual
  • Espera aperfeiçoar o ser humano em sua individualidade
  • Dotadas de unilateralidade e apenas prescrevem um comportamento sem prescrever coação.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos estudantes