Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Como ocorre a bomba de sódio-potássio?

Fisiologia I

CHRISFAPI


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

A bomba de sódio e potássio é um dos transportes ativos mais importantes, pois possui várias funções, como:
  • A manutenção do equilíbrio osmótico celular;
  • Estabelecimento de um potencial elétrico de membrana, do qual depende a transmissão do impulso nervoso e por consequência grande parte das funções animais;
  • A manutenção de altas concentrações intracelulares de íons potássio, importantes na síntese proteica e respiração celular.
O processo da bomba de sódio e potássio é mediado por uma proteína de membrana com atividade enzimática de quebra de ATP. Uma vez que a concentração de potássio é maior dentro da célula do que fora dela, a tendência é que mesmo saia da célula por difusão através da membrana. Para o sódio esse esquema também vale, só que no sentido inverso, já que a concentração do último é maior fora da célula do que dentro dela a tendência é que ele entre na célula por difusão. Dado que as quantidades de potássio e sódio são diferentes, proporcionalmente entra mais sódio do que sai potássio, logo o equilíbrio osmótico da célula seria perturbado devido a alteração da concentração desses íons. Por exemplo, a saída de potássio é prejudicial, pois é preciso grandes quantidades de potássio para respiração celular e síntese proteica.
A bomba de sódio e potássio é um dos transportes ativos mais importantes, pois possui várias funções, como:
  • A manutenção do equilíbrio osmótico celular;
  • Estabelecimento de um potencial elétrico de membrana, do qual depende a transmissão do impulso nervoso e por consequência grande parte das funções animais;
  • A manutenção de altas concentrações intracelulares de íons potássio, importantes na síntese proteica e respiração celular.
O processo da bomba de sódio e potássio é mediado por uma proteína de membrana com atividade enzimática de quebra de ATP. Uma vez que a concentração de potássio é maior dentro da célula do que fora dela, a tendência é que mesmo saia da célula por difusão através da membrana. Para o sódio esse esquema também vale, só que no sentido inverso, já que a concentração do último é maior fora da célula do que dentro dela a tendência é que ele entre na célula por difusão. Dado que as quantidades de potássio e sódio são diferentes, proporcionalmente entra mais sódio do que sai potássio, logo o equilíbrio osmótico da célula seria perturbado devido a alteração da concentração desses íons. Por exemplo, a saída de potássio é prejudicial, pois é preciso grandes quantidades de potássio para respiração celular e síntese proteica.
User badge image

Matheus Pereira

Há mais de um mês

Para manter as concentrações ideais dos dois íons, abomba de sódio bombeia sódio para fora da célula epotássio para dentro dela. Esse transporte é realizado contra os gradientes de concentração desses dois íons, o que ocorre graças à energia liberada pela quebra da molécula de ATP.

Essa pergunta já foi respondida!