A maior rede de estudos do Brasil

Com a reforma trabalhista as grávidas podem trabalhar em ambiente insalubre ?


4 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Paduan Seta Advocacia Verified user icon

Há mais de um mês

A Reforma Trabalhista havia estipulado que empregadas gestantes e lactantes poderiam trabalhar em atividades consideradas insalubres em grau médio ou mínimo, exceto quando apresentarem atestado de saúde. Ocorre que o STF, em decisão do dia 29 de maio de 2019, julgou que esta norma trazida com a Reforma Trabalhista é inconstitucional. Assim, o Tribunal constitucional cristalizou entendimento no sentido de que mulheres grávidas ou lactantes não podem trabalhar em ambientes insalubres e, para tanto, não precisam apresentar atestado. 

A Reforma Trabalhista havia estipulado que empregadas gestantes e lactantes poderiam trabalhar em atividades consideradas insalubres em grau médio ou mínimo, exceto quando apresentarem atestado de saúde. Ocorre que o STF, em decisão do dia 29 de maio de 2019, julgou que esta norma trazida com a Reforma Trabalhista é inconstitucional. Assim, o Tribunal constitucional cristalizou entendimento no sentido de que mulheres grávidas ou lactantes não podem trabalhar em ambientes insalubres e, para tanto, não precisam apresentar atestado. 

User badge image

Revecca

Há mais de um mês

Em recente decisão (29/05/219), o STF defendeu que as mulheres grávidas não podem trabalhar em ambiente insalubre e não são obrigadas a apresentar atestado (ADIN 5938), contrariando o que determinava a alteração na CLT, em seu art. 394-A, II. Transcrevendo o artigo:

"Art. 394-A.  Sem prejuízo de sua remuneração, nesta incluído o valor do adicional de insalubridade, a empregada deverá ser afastada de:

I - atividades consideradas insalubres em grau máximo, enquanto durar a gestação;                         

II - atividades consideradas insalubres em grau médio ou mínimo, que recomende o afastamento durante a gestação;

III - atividades consideradas insalubres em qualquer grau, que recomende o afastamento durante a lactação."

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas